Aguarde...

Mancha foliar de cercóspora

Cercospora zea-maydis e Cercospora sorghi f.sp. maydis

Sobre

A cercosporiose é causada por duas espécies de fungo: Cercospora zea-maydis e Cercospora sorghi f.sp. maydis, mas sabe-se que a primeira é a mais agressiva e portanto de maior importância. Cercospora zea-maydis produz conídios hialinos, medindo 4 a 9 µm por 40 a 165 µm, em conidióforos pigmentados que ocorrem agregados em fascículos, formando esporodóquios. Já C. sorghi f.sp. maydis possui conídios medindo 3 a 4,5 µm por 40 a 120 µm e conidióforos isolados.

 

Fonte: Fitopatologia.net

Sintomas

A mancha-de-cercospora é causada pelo fungo Cercospora ricinella, cujos sintomas são caracterizados por manchas arredondadas ou pequenas listas foliares, com o centro claro e bordas de cor castanha. A doença é favorecida por condições de alta umidade relativa. Sobre a área do tecido foliar necrosado, normalmente são produzidos esporos do fungo, os quais são dispersos pela água da chuva, vento e insetos. O fungo também pode ser disperso por meio de sementes.

Fonte: Embrapa 

Tratamento

Realizar rotação de cultura com espécies não-hospedeiras por um período de 2-3 anos. Os restos de cultura infectados devem ser retirados do campo e destruídos ou enterrados profundamente no solo. Os campos novos devem ser situados pelo menos a 100 m dos campos de campanha anterior. O controle químico deve ser usado somente em caso de epidemias muito severas, e realizar pulverizações com uma mistura de fungicidas protetores e sistêmicos devido ao fácil surgimento de estirpes do fungo resistentes ao fungicidas sistêmicos.

 

Fonte: AGROLINK