Aguarde...

Lagarta-rosca

Agrotis segetum

Sobre

Lagarta-rosca (Agrotis spp.) ; Lagarta-militar (Spodoptera frugiperda); Lagarta-falsa-medideira (Rachiplusia nu)

As larvas de algumas espécies de mariposas são conhecidas vulgarmente por "lagarta-rosca", pelo hábito típico que têm de se enroscarem quando tocadas. As espécies mais comuns pertencem ao gênero Agrotis, sendo que A. ipisilon é a mais frequente. Algumas espécies do genero Spodoptera, notadamente a S. frugiperda apresentam comportamento semelhante, principalmente durante a época mais seca do ano. As mariposas do gênero Agrotis colocam os ovos no solo, moitas de capim, restos de cultura, gramíneas emergentes ou nas folhas ou pecíolos das plantas de cenoura. As larvas, após a eclosão, alimentam-se raspando as folhas, e à medida que aumentam de tamanho, passam a cortar as plantas próximo à superfície do solo.

Sintomas

Ataca as plantas na região do colo, seccionando-as. Permanece enterrada próximo às plantas atacadas durante o dia e a noite, sai para se alimentar, atacando outras plantas. Aquelas totalmente seccionadas tombam e murcham rapidamente. As mais desenvolvidas, quando atacadas pela lagarta, conseguem se recuperar, em parte, mas a produção é afetada. As plantas mais visadas pela lagarta-rosca são as que acabam de germinar. Alguns dias após a germinação, o caule começa a ficar mais lenhoso, oferecendo resistência ao ataque da praga.

Tratamento

O controle mais eficiente destas espécies é alcançado através de práticas culturais como o adequado preparo de solo, incorporação dos restos culturais e eliminação das plantas daninhas, especialmente gramíneas.

Para o controle químico, as pulverizações devem ser feitas preferencialmente no período da tarde, e dirigidas à base das plantas porque as larvas se escondem no solo durante o dia e saem a noite para se alimentar. Produtos à base de Trichlorfon e Carbaryl controlam a Agrotis, Spodoptera e outras espécies que eventualmente se alimentam das folhas de cenoura, como a Rachiplusia nu, esta conhecida vulgarmente como "falsa medideira" (Figura 2)

 

O tratamento das sementes para o plantio ou a aplicação do produto no sulco de plantio é uma medida preventiva de controle da lagarta-rosca, prática essa que só deverá ser tomada caso exista necessidade de controle de outras pragas. Após a cultura instalada, caso exista um ataque que mereça uma medida de controle, aconselha-se uma pulverização dirigida para o colo da planta.