Aguarde...

Zig Koch mostra os desafios de fotografar a Amazônia




“Fotografia é instrumento de responsabilidade social e de conservação ambiental. Nós somos parte de um planeta frágil e temos de tomar conta dele”. Com essa afirmação, o fotógrafo paranaense Zig Koch abriu ontem (24), às 14h30, a mesa-redonda Desafios de um fotógrafo de natureza na Amazônia, no Espaço Cultural do Taguatinga Shopping.

Estudantes do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Católica de Brasília ouviram atentamente os ensinamentos do experiente fotógrafo que, pela primeira vez, participa do Foto Arte Brasília com a Exposição Montanhas do Tumucumaque. O fotógrafo esteve na capital federal a convite do WWF-Brasil.

Para o estudante João Gordilho, é impressionante a forma como Zig Koch trata as imagens. “Ele personaliza suas fotos nos detalhes, no uso da luz, na composição dos objetos nos locais adequados e no destaque especial que dá à fauna e à flora, na medida certa. As orientações do Zig serviram como uma aula para mim, eu não tinha idéia de como se fazia uma foto dessas”. Já a fotógrafa documental Regina Santos acredita que Zig Koch capta a beleza com muito planejamento, precisão e, ao mesmo tempo, simplicidade. “Apesar das dificuldades enfrentadas no trabalho, é gratificante para um fotógrafo ajudar na preservação do meio ambiente”, ressaltou.

A parceria do WWF-Brasil, Foto Arte 2007 e Taguatinga Shopping proporciona ao público do Distrito Federal a oportunidade de conhecer o trabalho desenvolvido por Zig Koch. Dedicado a fotografar a natureza há quase 20 anos, Zig Koch participou no dia 23 de outubro da abertura da Exposição Montanhas do Tumucumaque na Praça Central do Taguatinga Shopping.

Zig Koch ganhou o segundo lugar do concurso internacional promovido pela Nikon. A imagem foi escolhida entre 47 mil concorrentes e retrata uma revoada de borboletas registrada durante a expedição realizada pelo WWF-Brasil em 2006 ao Parque Nacional do Juruena, localizado no norte do Mato Grosso.

Montanhas do Tumucumaque apresenta registros deste fotógrafo em uma expedição promovida pelo WWF-Brasil e o Ibama que percorreu o médio e o alto curso do rio Jari, dentro do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, o maior parque nacional em faixa tropical do mundo. Fronteira natural entre os estados do Amapá e Pará, o rio Jari é a principal via de penetração a uma das regiões mais remotas da Amazônia, que até a década de 1960 era habitada somente por povos indígenas da região. O Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque é uma das áreas protegidas contempladas pelo Programa Arpa (Áreas Protegidas da Amazônia), do governo federal.

WWF-Brasil e o compromisso com o meio ambiente – O WWF-Brasil é uma organização não-governamental brasileira dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações.

O WWF-Brasil, criado em 1996 e sediado em Brasília, desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

_______
Serviço
Exposição Montanhas do Tumucumaque
Local: Praça Central do Taguatinga Shopping – Pistão Sul (Taguatinga)
Visitação até 2 de novembro
Horário de funcionamento: de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h, e domingo, das 12h às 20h - Entrada Franca


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Em cartaz: o nascimento das tartarugas-da-Amazônia
Em cartaz: o nascimento das tartarugas-da-Amazônia
Chamado da Samaúna
Chamado da Samaúna
Protocolo de Quioto: segunda fase deve ser mais rigorosa
Protocolo de Quioto: segunda fase deve ser mais rigorosa
Earth Hour é sucesso no mundo inteiro
Earth Hour é sucesso no mundo inteiro
É possível expandir a produção agrícola sem desmatar a Amazônia e o Cerrado
É possível expandir a produção agrícola sem desmatar a Amazônia e o Cerrado
"Projeto de reforma do Código Florestal é uma bomba de carbono"
"Projeto de reforma do Código Florestal é uma bomba de carbono"
Gradual lança fundo de investimentos que reverterá recursos para a conservação da natureza
Gradual lança fundo de investimentos que reverterá recursos para a conservação da natureza
Encontro em São Paulo discute padrões globais de cuidados com a água
Encontro em São Paulo discute padrões globais de cuidados com a água
Acre: DVD e livro coroam sucesso da Feira do Pirarucu
Acre: DVD e livro coroam sucesso da Feira do Pirarucu
WWF-Brasil faz oficina para discutir indicadores de governança das águas do país
WWF-Brasil faz oficina para discutir indicadores de governança das águas do país
Secretária-geral do WWF-Brasil discute desenvolvimento sustentável no parlamento britânico
Secretária-geral do WWF-Brasil discute desenvolvimento sustentável no parlamento britânico
Ação do WWF-Brasil contra o desmatamento ganha prêmio internacional de publicidade
Ação do WWF-Brasil contra o desmatamento ganha prêmio internacional de publicidade
Autoridades lançam Plano Estadual de Recursos Hídricos durante o “Acre Day”
Autoridades lançam Plano Estadual de Recursos Hídricos durante o “Acre Day”
WWF-Brasil apresenta demandas para COP-16
WWF-Brasil apresenta demandas para COP-16
Estradas sustentáveis na Pan-Amazônia
Estradas sustentáveis na Pan-Amazônia
Direto do Campo: Bafo (encurralado) de onça
Direto do Campo: Bafo (encurralado) de onça
WWF-Brasil e AES Eletropaulo lançam campanha de arrecadação
WWF-Brasil e AES Eletropaulo lançam campanha de arrecadação
Código florestal ruralista elimina reservas legais
Código florestal ruralista elimina reservas legais
Pacto pelas nascentes do Pantanal irá abranger 25 municípios
Pacto pelas nascentes do Pantanal irá abranger 25 municípios
“O flutuante é um reforço à conservação do Juruena”, diz presidente do ICMBio
“O flutuante é um reforço à conservação do Juruena”, diz presidente do ICMBio