Aguarde...

WWF, HSBC , Earthwatch e WaterAid lançam programa mundial de água




 O WWF, em parceria com o grupo HSBC, Earthwatch e WaterAid, lança hoje (11/06) o “Programa HSBC pela Água”, que visa o fornecimento sustentável, preservação e educação sobre esse importante recurso natural. Com investimentos de US$ 100 milhões, a iniciativa deve beneficiar, em cinco anos , um milhão de pessoas no mundo.

O WWF trabalhará com autoridades locais sobre a política e a proteção em cinco bacias hidrográficas de importância global: a do Yangtze, na China; do Ganges, na Índia; do Mekong, que se expande por territórios da China, Tailândia, Laos , Camboja e Vietnã; do Leste Africano, nas bacias do Ruaha e Mara dividido entre o Quênia e a Tanzânia, e o Pantanal, em terras brasileiras.. O HSBC investirá US$ 20 milhões no trabalho do WWF em todas essas bacias.

Já a Earthwatch envolverá mais de 100 mil colaboradores do HSBC em monitoramento e pesquisa de recursos de água doce em todo o mundo. A WaterAid fornecerá água potável para mais de um milhão de pessoas em Bangladesh, Índia, Nepal, Paquistão, Nigéria e Gana.

Desdobramentos no Brasil

O Brasil é o único país da América Latina a receber investimentos do programa. Serão realizadas duas ações do Programa HSBC pela Água.

Uma das iniciativas será liderada pelo WWF-Brasil e acontecerá na região do Pantanal para a preservação e conservação das nascentes. O objetivo é recuperar pelo menos 30 nascentes da cabeceira do Pantanal , envolvendo pelo menos 20 municípios na região e engajando 270 mil pessoas em campanhas pelas nascentes, com impacto em mais de 700 Km de rios do Pantanal .

A outra ação é a de engajamento, em que a Earthwatch, especialista em programas que sensibilizem e envolvam o cidadão comum em causas científicas, realizará encontros com voluntários do HSBC sobre a importância do uso consciente da água. Cerca de mil funcionários dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro realizarão trabalhos de campo para mensurar a qualidade da água por meio de kits especiais. Os dados coletados serão inseridos num site para compartilhar dados sobre a água nessas regiões.

O impacto da água na economia

Junto com o anúncio do programa, o HSBC divulga também um novo relatório, encomendado à Frontier Economics, que revela que, até 2050, as dez maiores bacias hidrográficas por concentração populacional devem produzir um quarto do PIB global – o que representaria um valor maior do que a junção da economia futura dos Estados Unidos, Japão e Alemanha. Nove dessas bacias estão localizadas em mercados emergentes e de rápido crescimento.

Porém, o relatório também prevê que, até 2050, sete delas vão fornecer um consumo não sustentável de água, caso não sejam feitas melhorias na gestão dos recursos hídricos.

Isso resultaria numa severa escassez de água, com perda de cerca de 30% da vazão, e comprometeria o crescimento esperado do PIB nessas regiões. Além disso, os ecossistemas de um quarto da população mundial teria danos permanentes, afetando diretamente as comunidades e a capacidade de crescimento de empresas locais.

Para Claudia Malschitzky, superintendente-executiva de Sustentabilidade do HSBC, esses resultados mostram que o futuro das bacias hidrográficas é fundamental para o crescimento econômico global. “O Programa HSBC pela Água vai beneficiar comunidades menos favorecidas e permitir que economias de países em crescimento possam prosperar, o que está em linha com o foco de atuação do banco: investir para ter a sustentabilidade inserida em seus negócios e investir em países emergentes.”


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (4)

Álbum de fotos (4)

Marcadores

Comentários



Apagam-se as luzes no Pacífico Ocidental à medida que a Hora do Planeta avança para um ano recorde
Apagam-se as luzes no Pacífico Ocidental à medida que a Hora do Planeta avança para um ano recorde
Olhares sobre a Água e o Clima: conheça os trabalhos premiados
Olhares sobre a Água e o Clima: conheça os trabalhos premiados
Debate entre o velho e o novo
Debate entre o velho e o novo
Água Brasil promove ações de sustentabilidade na terra de Chico Mendes
Água Brasil promove ações de sustentabilidade na terra de Chico Mendes
Parceiros promovem oficinas preparatórias com diferentes setores
Parceiros promovem oficinas preparatórias com diferentes setores
Quatro dias para o apagar das luzes. O que você vai fazer durante a Hora do Planeta?
Quatro dias para o apagar das luzes. O que você vai fazer durante a Hora do Planeta?
Mapa “Amazônia Brasileira” ganha versão atualizada
Mapa “Amazônia Brasileira” ganha versão atualizada
ARTIGO: Redução de Emissões Oriundas do Desmatamento e Degradação Florestal: Desafios e Oportunidades
ARTIGO: Redução de Emissões Oriundas do Desmatamento e Degradação Florestal: Desafios e Oportunidades
Cartão postal de São Paulo, torre da Band vai apagar as luzes pela primeira vez
Cartão postal de São Paulo, torre da Band vai apagar as luzes pela primeira vez
Senado aprova urgência mas, voto, só na terça
Senado aprova urgência mas, voto, só na terça
Sustentabilidade planetária, onde eu entro nisso?
Sustentabilidade planetária, onde eu entro nisso?
Novas imagens do Pantanal
Novas imagens do Pantanal
Nota da CNBB critica duramente as propostas de reforma do Código Florestal
Nota da CNBB critica duramente as propostas de reforma do Código Florestal
Inventário brasileiro: antes tarde do que nunca
Inventário brasileiro: antes tarde do que nunca
Nota pública: Código Florestal, Desmatamento Zero e competividade agrícola
Nota pública: Código Florestal, Desmatamento Zero e competividade agrícola
Aumento nos índices de desmatamento já era esperado
Aumento nos índices de desmatamento já era esperado
Reserva do Iratapuru antenada com o mundo
Reserva do Iratapuru antenada com o mundo
Natura Nós e mostra de cinema ambiental terão participação do WWF-Brasil
Natura Nós e mostra de cinema ambiental terão participação do WWF-Brasil
ARTIGO: Cerrado: água, legislação e o futuro do Brasil
ARTIGO: Cerrado: água, legislação e o futuro do Brasil
Fim da COP de clima em Brasília
Fim da COP de clima em Brasília