Aguarde...

WWF-Brasil lamenta pedido de demissão da ministra Marina Silva




O WWF-Brasil lamenta que a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, tenha pedido demissão. O anúncio, feito nesta terça-feira (13 de maio) pela assessoria de imprensa do MMA, é considerado um retrocesso. “Trata-se de uma clara demonstração de que a área ambiental não tem espaço no atual governo”, critica Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil.

Em diversas oportunidades desde que assumiu a Pasta, em janeiro de 2003, a ministra foi contrariada e desautorizada pelo governo federal. Exemplos desses conflitos ocorreram nos debates sobre organismos geneticamente modificados (OGMs), alternativas para o agronegócio e, de forma mais contundente, no polêmico processo de licenciamento das usinas hidrelétricas do Rio Madeira.

Para o WWF-Brasil, houve inúmeros avanços na área ambiental durante a gestão de Marina Silva. Dentre essas realizações, destacam-se a política florestal, com um inovador sistema de concessões de florestas públicas, as medidas de monitoramento, prevenção e combate ao desmatamento, a criação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para a gestão de unidades de conservação federais, os esforços para a aprovação da Lei da Mata Atlântica no Congresso e a criação do Serviço Florestal Brasileiro (SFB).

De acordo com Denise Hamú, a saída da ministra gera uma grande insegurança em relação ao futuro. “Ela tentou, em vão, construir uma política transversal de desenvolvimento sustentável, que envolvesse todos os ministérios e não apenas o MMA. Provavelmente, as seguidas frustrações nesse sentido motivaram seu pedido de demissão”, avalia.

Outro fator que deve ter contribuído para a saída de Marina Silva teria sido a recente decisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de não delegar ao Ministério do Meio Ambiente a coordenação do Plano Amazônia Sustentável (PAS), lançado na última quinta-feira (8 de maio).

A secretária-geral do WWF-Brasil acrescentou que a saída de uma ministra com a trajetória de Marina Silva, nascida em uma vila de seringueiros no interior da Amazônia, ligada ao movimento social e com carreira política atuante em defesa do meio ambiente, é uma grande perda para o país. “Não bastassem as implicações internas dessa decisão, o pedido de demissão de Marina Silva terá uma repercussão muito negativa para o Brasil no exterior. O único lado positivo é que ganharemos de volta uma excelente senadora”, concluiu Denise Hamú.

Marina Silva pediu demissão no exato dia (13 de maio) em que cerca de 200 agricultores familiares, extrativistas, ribeirinhos e pescadores participaram de uma Audiência Pública no Plenário 2 da Câmara dos Deputados para discutir a situação das Reservas Extrativistas (RESEX), em virtude do atraso na definição da situação das unidades de conservação. No mesmo dia aconteceu uma manifestação em frente ao Congresso Nacional, com o objetivo pressionar o Governo Federal a acelerar os processos de criação, ampliação e retificação do decreto de nove reservas extrativistas nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

O WWF-Brasil aguarda o posicionamento de Marina Silva para avaliar as reais motivações do pedido de demissão e conseqüências desta decisão para as questões ambientais do país.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Campanha pelas florestas continua e ganha força na Rio+20
Campanha pelas florestas continua e ganha força na Rio+20
Marina Silva é nomeada Membro Honorário da UICN
Marina Silva é nomeada Membro Honorário da UICN
Semana do Meio Ambiente
Semana do Meio Ambiente
WWF-Brasil lança documentário sobre mudanças climáticas
WWF-Brasil lança documentário sobre mudanças climáticas
WWF-Brasil e Sanremo anunciam parceria para incentivar uso de produtos com maior durabilidade
WWF-Brasil e Sanremo anunciam parceria para incentivar uso de produtos com maior durabilidade
Espécies usadas para alimentação ou medicamento correm mais risco de extinção
Espécies usadas para alimentação ou medicamento correm mais risco de extinção
Senador Luiz Henrique não acata propostas do Comitê Brasil
Senador Luiz Henrique não acata propostas do Comitê Brasil
Novas empresas e instituições anunciam adesão ao ato deste sábado
Novas empresas e instituições anunciam adesão ao ato deste sábado
Comitês estaduais reforçam o movimento por um Código Florestal mais justo
Comitês estaduais reforçam o movimento por um Código Florestal mais justo
Uso da terra e mudanças climáticas
Uso da terra e mudanças climáticas
Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado
Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
Economia associada à ecologia é defendida no lançamento do Comitê DF
Economia associada à ecologia é defendida no lançamento do Comitê DF
Prosperidade longe do garimpo, um bom exemplo de prática sustentável
Prosperidade longe do garimpo, um bom exemplo de prática sustentável
Contas nacionais e o incalculável valor da natureza
Contas nacionais e o incalculável valor da natureza
Água e adaptação às mudanças climáticas na pauta de Cancún
Água e adaptação às mudanças climáticas na pauta de Cancún
Técnicos transformam certificação em realidade no campo
Técnicos transformam certificação em realidade no campo
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
Unidades de conservação: temporada de debate
Unidades de conservação: temporada de debate
Saúde humana tem ligação direta com a saúde das florestas
Saúde humana tem ligação direta com a saúde das florestas