Aguarde...

Visão de conservação para a Pan-Amazônia




O esforço conjunto dos países amazônicos pela conservação do bioma foi apresentado para os integrantes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), durante a reunião do Órgão Subsidiário de Aconselhamento Científico, Técnico e Tecnológico (SBSTTA, em inglês), que acontece até 21 de maio em Nairóbi.

Em evento paralelo à reunião do SBSTTA, que antecede as discussões da Conferência das Partes da CDB, os participantes puderam conhecer a Visão de Conservação para o Bioma Pan-Amazônico, construída conjuntamente pelos oito países da região amazônica Brasil, Colômbia, Peru, Bolívia, Venezuela, Equador, Suriname e Guiana e pelo território da Guiana Francesa.

Jason Spensley, representante do secretariado da CDB, afirmou que esse esforço compartilhado é importante para complementar o trabalho já desenvolvido por cada país e para avançar nas estratégias de conservação da Amazônia.

A diretora de Parques Nacionais da Colômbia e coordenadora regional da RedParques, Julia Miranda, foi a responsável pela apresentação da Visão Pan-Amazônica. Ela destacou que a Amazônia é uma das regiões mais importantes do mundo para a biodiversidade, por isso os esforços combinados dos diferentes países são tão importantes.

Para saber mais sobre essa iniciativa conjunta dos países pan-amazônicos, clique aqui.

Destaque para iniciativa brasileira

O Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa) foi apresentado durante o evento paralelo como a maior iniciativa mundial de apoio aos sistemas de áreas protegidas. O Programa, desenvolvido pelo Ministério do Meio Ambiente brasileiro em parceria com o Funbio, o KfW, o Banco Mundial, a GTZ e o WWF-Brasil, teve início em 2003 e pretende apoiar a criação e a implementação de 60 milhões de hectares em unidades de conservação (para conhecer melhor o Arpa, clique aqui).

Fábio França de Araújo, diretor do Departamento de Áreas Protegidas do Ministério do Meio Ambiente, apresentou os resultados da primeira fase do Arpa e mencionou a importância do crescimento do apoio financeiro para a conservação da Amazônia, por sua dimensão e importância para a conservação da biodiversidade e para a adaptação às mudanças climáticas.

“Os recursos alocados para a conservação da Amazônia, por diferentes meios e fontes, deveriam ter a escala adequada, ou seja, na medida da tragédia que o desmatamento ou a degradação da região representariam para as comunidades locais e povos indígenas e para o mundo” afirmou o moderador do evento e superintendente de Conservação do WWF-Brasil, Cláudio Maretti.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Mudanças climáticas podem representar grande risco econômico para o planeta
Mudanças climáticas podem representar grande risco econômico para o planeta
Com charme e determinação, peixe e pingüim desvendam os segredos da biodiversidade
Com charme e determinação, peixe e pingüim desvendam os segredos da biodiversidade
Cadernos de Educação Ambiental começam a gerar projetos pela água
Cadernos de Educação Ambiental começam a gerar projetos pela água
Projeto do IR Ecológico é aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados
Projeto do IR Ecológico é aprovado na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
Contagem regressiva para votação do Código Florestal convoca sociedade
Contagem regressiva para votação do Código Florestal convoca sociedade
Senadores vão a CNBB dialogar sobre o Código Florestal
Senadores vão a CNBB dialogar sobre o Código Florestal
Parceria com o setor privado fortalece cadeia produtiva do óleo de copaíba no Sul do Amazonas
Parceria com o setor privado fortalece cadeia produtiva do óleo de copaíba no Sul do Amazonas
Amazônia: desaquecimento da agricultura e proteção explicam queda de desmatamento
Amazônia: desaquecimento da agricultura e proteção explicam queda de desmatamento
Ação pelo IR Ecológico realiza debate na FIESP
Ação pelo IR Ecológico realiza debate na FIESP
Livro aborda consumo responsável da madeira amazônica a partir de políticas públicas
Livro aborda consumo responsável da madeira amazônica a partir de políticas públicas
Ato Público em São Paulo contra o desmonte da legislação ambiental brasileira
Ato Público em São Paulo contra o desmonte da legislação ambiental brasileira
Biocombustíveis para aviação devem ser certificados
Biocombustíveis para aviação devem ser certificados
Senadores ouvirão juristas sobre legalidade do Código Florestal
Senadores ouvirão juristas sobre legalidade do Código Florestal
Curso Introdutório para Gestores de Unidades de Conservação na Amazônia começa hoje no Acre
Curso Introdutório para Gestores de Unidades de Conservação na Amazônia começa hoje no Acre
CONSUMO CONSCIENTE: A conta que não fecha
CONSUMO CONSCIENTE: A conta que não fecha
Mata Atlântica pode ter 15 milhões de hectares restaurados
Mata Atlântica pode ter 15 milhões de hectares restaurados
Início do retorno e nova parada no Molocopote
Início do retorno e nova parada no Molocopote
Restinga paulista pode receber Unidade de Conservação
Restinga paulista pode receber Unidade de Conservação
Onças, macacos, capivaras e... garimpeiros
Onças, macacos, capivaras e... garimpeiros