Aguarde...

Um obrigado em uníssono




No último dia 27 de março, a noite perdeu boa parte do seu brilho durante 60 minutos nos quatro cantos do globo. Aqui, em território nacional, aconteceu o mesmo. Mas, neste caso, os tons monocromáticos foram um belo sinal de vida e alerta contra as mudanças climáticas. A Hora do Planeta foi um sucesso, tanto lá, quanto cá. No Brasil, as cinco regiões se envolveram, com recordes batidos e mais de 300 monumentos apagados. Há, tenha certeza, um responsável pelos resultados: você. Será muito difícil agradecer o suficiente pela dedicação e apoio, mas podemos começar agora. Portanto, muito obrigado. Sem a sua participação, nenhum dos números abaixo poderia ser alcançado.

Difícil de acreditar? Pois, veja só: ao todo, mais de três mil empresas e 579 organizações no Brasil aderiram ao movimento simbólico de alerta contra o aquecimento global e em favor da conservação de ecossistemas terrestres e aquáticos.

Três governos (Acre, Espírito Santo e Minas Gerais) se uniram a um bilhão de vozes no mundo e a 98 prefeituras para mostrar que a crise ambiental é urgente e precisa ser combatida. Entre os municípios, 20 são capitais de seus respectivos estados, número 54% superior ao do ano passado.

O número de pessoas alcançadas pela mensagem da Hora do Planeta foi muito maior, com a mobilização realizada por escolas, empresas e veículos de mídia. O hotsite www.horadoplaneta.org.br foi a plataforma onde muitas pessoas manifestaram sua participação, seu jeito de fazer a Hora do planeta.

Grande parte das pessoas que participaram, no entanto, foi além. Do Oiapoque ao Chuí, anônimos tiraram fotos das manifestações de incentivo ao equilíbrio ecológico e postaram no Flickr, enquanto algumas famílias gravaram vídeos com a escuridão iluminada por velas (veja no Youtube). As mídias sociais, vale dizer, fizeram sucesso antes, durante e depois do evento. 

No Twitter, a Hora do Planeta foi um dos assuntos mais comentados em todo o Brasil entre os dias 24 e 28 de março. Para quem tem curiosidade de saber o que as pessoas fizeram entre 20h30 e 21h30 do sábado, recomenda-se duas visitas: uma à comunidade da Hora do Planeta no Orkut e outra à página do movimento no Facebook.




Mundo


Não é exagero dizer que, poucas vezes na história, culturas e povos absolutamente diferentes estiveram tão próximos. Todos os países do G20, no sábado, voltaram os olhos e pensamentos para a Hora do Planeta, assim como outras 105 nações, 4.211 cidades e 56 capitais nacionais. Os imponentes Cristo Redentor, Torre Eiffel, London Eye, Fontana de Trevi e Empire State fizeram companhia a mais 1383 ícones e se esconderam sob as estrelas com o mesmo propósito abraçado pelos sete continentes.

A Hora do Planeta de 2010 chegou ao fim, mas a sensação de dever cumprido ainda está longe. O impasse na natureza é, mais do que real, civilizatório. É preciso, a partir de agora, colocar em prática na rotina o compromisso assumido durante 60 minutos. Se, no sábado, o seu engajamento foi fundamental ao chamar a atenção do mundo, ele passa a ser imprescindível para o nosso futuro. Muito obrigado. Em 2011, teremos nova Hora do Planeta. Até lá, vamos fazer de todas as horas, a hora da conservação da vida.  O trabalho está apenas começando.   

Patrocinadores


Coca-Cola Brasil - A sustentabilidade é um compromisso para Coca-Cola Brasil, refletindo na forma como a empresa e seus 16 fabricantes, além de Del Valle e Leão Junior, lidam com pessoas e com o meio ambiente. Como patrocinadora do maior movimento mundial de conscientização contra o Aquecimento Global, a Coca-Cola Brasil realizou o evento Nacional da Campanha Hora do Planeta 2010 na cidade do Rio de Janeiro. Ela reuniu parceiros, funcionários, políticos e personalidades que, juntos, apagaram as luzes por uma hora em prol de um mundo mais sustentável e consciente.

HSBC - O HSBC atua de maneira alinhada com os princípios da sustentabilidade em todos os 86 países em que se faz presente. Significa gerenciar seus negócios buscando perenidade e sucesso financeiro em longo prazo, colaborando para o desenvolvimento social e econômico das comunidades onde está presente e para a conservação do Meio Ambiente. Para a Hora do Planeta, o HSBC juntou esforços e a participação de colaboradores, fornecedores e clientes como forma de alertar as pessoas para a questão do aquecimento global.

TIM - A TIM decidiu ir além do patrocínio e colocou a sua infraestrutura de comunicação a serviço da Hora do Planeta. A empresa preparou uma campanha de mobilização com três ondas de mensagens de texto (SMS) convidando 14 milhões de seus clientes a aderirem ao movimento. Além disso, a operadora – que, no fim de 2009, foi listada pelo segundo ano consecutivo no Índice de Sustentabilidade Empresarial da Bolsa de Valores de São Paulo – também utilizou seu site e perfil no Twitter para mobilizar clientes, direcioná-los para o hotsite da Hora do Planeta e fazer a contagem regressiva para o Dia D.

Walmart Brasil - O Walmart Brasil apagou os letreiros, fachadas e áreas administrativas de suas 436 lojas no Brasil durante a Hora do Planeta. Além disso, reduziu a iluminação da área de venda das unidades em 30% e estimulou que seus 80.000 funcionários apagassem as lâmpadas de suas residências no período. Para os clientes, a divulgação da Hora do Planeta foi feita por meio das TVs e rádios das lojas físicas e de hotsite na loja virtual www.walmart.com.br.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Reta final na COP da biodiversidade: chegou a hora da ação
Reta final na COP da biodiversidade: chegou a hora da ação
Mutirão capacita gestores ambientais em unidades de conservação paulistas
Mutirão capacita gestores ambientais em unidades de conservação paulistas
Pedro II recebe ações de sustentabilidade e pode ser modelo para o Nordeste
Pedro II recebe ações de sustentabilidade e pode ser modelo para o Nordeste
Agricultura pode avançar em 128 mi de hectares sem derrubar floresta
Agricultura pode avançar em 128 mi de hectares sem derrubar floresta
‘Case’ da Rede WWF é selecionado para Guia de Marketing Relacionado a Causas
‘Case’ da Rede WWF é selecionado para Guia de Marketing Relacionado a Causas
Congresso Nacional participa do movimento Hora do Planeta
Congresso Nacional participa do movimento Hora do Planeta
Os desafios da gestão do maior parque nacional do Brasil
Os desafios da gestão do maior parque nacional do Brasil
Ministro alemão lembra saída de Marina Silva do MMA e pede comprometimento de Carlos Minc
Ministro alemão lembra saída de Marina Silva do MMA e pede comprometimento de Carlos Minc
Um obrigado em uníssono
Um obrigado em uníssono
Contratempos no Molocopote e reinício da viagem
Contratempos no Molocopote e reinício da viagem
Para WWF-Brasil, área de reserva legal é inegociável
Para WWF-Brasil, área de reserva legal é inegociável
ARTIGO: Os dilemas de Belo Monte
ARTIGO: Os dilemas de Belo Monte
Conselho aprova UCs em Bertioga
Conselho aprova UCs em Bertioga
Um dia – contagem regressiva para Hora do Planeta
Um dia – contagem regressiva para Hora do Planeta
Pressão de ambientalistas faz ministro criar grupo para discutir aplicação do Código Florestal
Pressão de ambientalistas faz ministro criar grupo para discutir aplicação do Código Florestal
Fotógrafos de natureza: profissionais que também compõem os doze anos de história do WWF-Brasil
Fotógrafos de natureza: profissionais que também compõem os doze anos de história do WWF-Brasil
Frente Nacional de Prefeitos participa da Hora do Planeta
Frente Nacional de Prefeitos participa da Hora do Planeta
Parlamentares: ouçam a voz das florestas!
Parlamentares: ouçam a voz das florestas!
Pesquisadores do WWF-EUA criam mapas de grande precisão dos rios do mundo
Pesquisadores do WWF-EUA criam mapas de grande precisão dos rios do mundo
Curitiba agitada na Hora do Planeta
Curitiba agitada na Hora do Planeta