Aguarde...

Trilhando caminhos da sustentabilidade




Visitar uma área protegida – parques, reservas e estações ecológicas – é uma ótima oportunidade para conhecer a fauna e a flora em seu ambiente natural, além de saber mais como a natureza está sendo protegida para garantir o seu bem-estar nas cidades.

Para os moradores e visitantes do Estado de São Paulo ficou mais fácil aproveitar as férias para conhecer umas dessas áreas. O Programa Trilhas de São Paulo, lançado pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA), apresenta 40 trilhas distribuídas por 19 unidades de conservação paulistas, totalizando mais de 200 quilômetros.

A iniciativa tem como objetivo aproximar a população de áreas protegidas e da vivência ambiental, além de criar um conjunto interligando diferentes ecossistemas, regiões e paisagens do estado. Há mais de quatro anos, o WWF-Brasil mantém uma parceria com o Estado de São Paulo a fim de atingir a consolidação dessas áreas que têm como objetivo conservar a biodiversidade e a manutenção dos serviços ambientais.

“O programa pode proporcionar uma interessante melhoria para a gestão dessas unidades de conservação. O uso público de áreas protegidas é um dos pilares de estruturação que permitem alcançar uma maior efetividade de gestão nessas áreas”, afirma a coordenadora do Programa Mata Atlântica do WWF-Brasil, Luciana Simões. 

Passaporte Aventura
Além de estruturar os trajetos e classificar as trilhas em diferentes níveis de dificuldade (baixo, médio e alto), o Programa Trilhas de São Paulo criou uma espécie de passaporte para estimular as pessoas a percorrer cada uma dessas áreas naturais.

O livreto apresenta informações sobre as unidades de conservação e seus principais atrativos naturais e históricos. Também há espaço para carimbar a trilha percorrida e cada etapa preenchida vale um brinde.



A Nível Baixo

Trilha das Árvores Gigantes
Parque Estadual de Porto Ferreira
Árvores de grande porte, como o jequitibárosasecular, são os atrativos dessa trilha de 3,5 quilômetros (ida e volta), que pode ser percorrida sem dificuldades em duas horas. Ela é caracterizada pela floresta estacional semidecidual e áreas de cerrado.
Distância da cidade de São Paulo: 227 quilômetros (Município de Porto Ferreira).

Nível Médio
Trilha Monumentos Históricos - Caminhos do Mar
Parque Estadual da Serra do Mar Núcleo Itutinga Pilões
Com 18 quilômetros de extensão (ida e volta) a trilha de nível médio pode ser percorrida em seis horas. Além dos atrativos naturais como a floresta atlântica de encosta, a trilha conta um pouco da história de São Paulo, com passagens pela Estrada Velha de Santos e a Calçada de Lorena (1792).
Distância da cidade de São Paulo: 42 quilômetros (municípios de São Bernardo do Campo e Cubatão).

Nível Alto
Trilha Divisor das Águas
Parque Estadual Intervales
Quatro grutas, incluindo a da Santa – homenagem à Nossa Senhora de Lourdes, protetora das cavernas – são as principais atrações da trilha de 14 quilômetros (ida e volta), que pode ser percorrida em nove horas. O parque também oferece opções de hospedagem e alimentação.
Distância da cidade de São Paulo: 270 quilômetros (municípios de Guapira, Ribeirão Grande e Iporanga).
 


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Reconhecimento das áreas indígenas gera desafios técnicos e políticos nos nove países da Bacia Amazônica
Reconhecimento das áreas indígenas gera desafios técnicos e políticos nos nove países da Bacia Amazônica
São Paulo apagará as luzes na Hora do Planeta 2011
São Paulo apagará as luzes na Hora do Planeta 2011
No Pantanal, professores unidos pela sustentabilidade
No Pantanal, professores unidos pela sustentabilidade
Expedição desce o rio Juruena enfrentando cachoeiras e corredeiras
Expedição desce o rio Juruena enfrentando cachoeiras e corredeiras
WWF-Brasil discute serviços ambientais na TV Assembléia
WWF-Brasil discute serviços ambientais na TV Assembléia
Rede WWF aponta: é possível deter as mudanças climáticas e a chave são os próximos 5 anos
Rede WWF aponta:  é possível deter as mudanças climáticas e a chave são os próximos 5 anos
Ibope, Icatu Hartford, Megadata e Norsul renovam parceria com o Clube Corporativo do WWF-Brasil
Ibope, Icatu Hartford, Megadata e Norsul renovam parceria com o Clube Corporativo do WWF-Brasil
Dia Mundial da Água: desafios e avanços
Dia Mundial da Água: desafios e avanços
Sociedade discute estímulo fiscal para projetos ambientais
Sociedade discute estímulo fiscal para projetos ambientais
WWF-Brasil e ICMBio inauguram base flutuante no Parna do Juruena
WWF-Brasil e ICMBio inauguram base flutuante no Parna do Juruena
Curso trouxe técnicas para conservação da água no DF
Curso trouxe técnicas para conservação da água no DF
Entidades ambientalistas se retiram da negociação sobre código florestal e pedem ao Presidente seriedade por parte do governo
Entidades ambientalistas se retiram da negociação sobre código florestal e pedem ao Presidente seriedade por parte do governo
Hora do Planeta é celebrada ao redor do mundo
Hora do Planeta é celebrada ao redor do mundo
Não podemos deixar o clima entregue à própria sorte
Não podemos deixar o clima entregue à própria sorte
Integrantes do WWF-Holanda visitam o Pantanal
Integrantes do WWF-Holanda visitam o Pantanal
Parecer de Aldo Rebelo sobre mudanças no Código Florestal é desastroso, dizem ambientalistas
Parecer de Aldo Rebelo sobre mudanças no Código Florestal é desastroso, dizem ambientalistas
ViaSete apóia o WWF-Brasil e reúne celebridades no lançamento da ação no Rio
ViaSete apóia o WWF-Brasil e reúne celebridades no lançamento da ação no Rio
Água Brasil lança com presidenta Dilma jogo educativo para catadores
Água Brasil lança com presidenta Dilma jogo educativo para catadores
WWF-Brasil e Makro criam "dia da afiliação" em Brasília
WWF-Brasil e Makro criam "dia da afiliação" em Brasília
Rede WWF completa 50 anos de conservação ambiental
Rede WWF completa 50 anos de conservação ambiental