Aguarde...

SP lança programa para capacitar profissionalmente moradores em situação de rua


Dar uma profissão aos cerca de dois mil moradores em situação de rua da cidade de São Paulo é o que pretende um programa recém-lançado pela prefeitura em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai). Os cursos, com turmas de 200 alunos, começam em abril e terão a duração de dois meses.

“Queremos aprender a desenvolver tecnologias sociais novas, encontrar soluções alternativas que não seja a mera repressão, que não é solução para nada. Ao final do curso, o trabalhador certificado vai também ter o apoio da prefeitura na intermediação com o mercado. Vamos buscar empresas para que essas pessoas também possam ser empregadas, inclusive pelos prestadores de serviço da própria prefeitura”, disse Haddad, após o lançamento do programa, na Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP).

Os cursos oferecidos fazem parte do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). Os inscritos poderão escolher a profissão de almoxarife, auxiliar administrativo, confeccionador de bolsa em couro e material sintético, confeccionador de bolsas de tecido, mecânico de bicicleta, mecânico de motores a diesel, padeiro, pedreiro de alvenaria estrutural, eletricista, instalador predial de baixa tensão, encanador, pintor de imóveis, vidraceiro, e aplicador de revestimento cerâmico.

Além de oferecer os cursos gratuitamente, o Senai irá pagar uma bolsa aos alunos. Eles deverão receber R$ 2 por hora-aula. Como os programas terão, no mínimo, 160 horas, as bolsas serão de ao menos R$ 320 para os que frequentarem integralmente o curso. O recurso será pago em vale-transporte e em vale-alimentação. O Senai irá oferecer ainda uma segunda bolsa, também de R$ 320, para os alunos que obtiverem boa avaliação.

“Estamos muito conscientes de que os alunos vão aprender a executar essas tarefas em um programa sob medida, muito relacionado com postos de trabalho disponíveis no mercado. Há uma preocupação de fazer uma articulação para que se possa colocar as pessoas quase que imediatamente em condição de trabalho”, disse o diretor do Senai, Walter Vicioni Gonçalves.

Segundo o censo da população em situação de rua da prefeitura paulistana, feito em 2011 pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, 14.478 pessoas vivem em situação de rua na cidade, sendo que mais da metade (55,3%) estão concentradas na região central da capital. Depois vem a zona leste, com 22,3%.

“O programa vai trazer essa população de volta à cidadania, à dignidade, ao respeito, e uma cidade includente e não excludente”, disse o coordenador do Movimento Nacional da População de Rua (MNPR), Anderson Lopes Miranda.

Por Bruno Bocchini - Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer
Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer
Ciclistas têm descontos em bares e restaurantes de Buenos Aires
Ciclistas têm descontos em bares e restaurantes de Buenos Aires
Pontos de ônibus de SP ganham sistema gratuito de compartilhamento de livros
Pontos de ônibus de SP ganham sistema gratuito de compartilhamento de livros
Espaço cultural norte-americano adota construção sustentável
Espaço cultural norte-americano adota construção sustentável
Escritório dinamarquês projeta hospital sustentável
Escritório dinamarquês projeta hospital sustentável
Em apoio à Unicef, Katy Perry visita crianças carentes em Madagascar
Em apoio à Unicef, Katy Perry visita crianças carentes em Madagascar
TOP 5 – Cidades do Futuro
TOP 5 – Cidades do Futuro
NASA anuncia projeto de vela espacial fotovoltaica
NASA anuncia projeto de vela espacial fotovoltaica
Aprenda a economizar a bateria dos aparelhos eletrônicos
Aprenda a economizar a bateria dos aparelhos eletrônicos
Praia Grande estuda projetos de incentivo à bicicleta
Praia Grande estuda projetos de incentivo à bicicleta
Biodiversidade brasileira pode solucionar problemas de saúde
Biodiversidade brasileira pode solucionar problemas de saúde
Saiba como e onde os LEDs devem ser utilizados
Saiba como e onde os LEDs devem ser utilizados
Designer canadense transforma taças quebradas em luminárias
Designer canadense transforma taças quebradas em luminárias
ONG de SC também usa fotos de cães e gatos abandonados em calendário
ONG de SC também usa fotos de cães e gatos abandonados em calendário
Projeto israelense estimula trocas culinárias entre turistas e moradores
Projeto israelense estimula trocas culinárias entre turistas e moradores
Prefeitura de Taubaté se compromete a limpar lixões e criar Plano de Resíduos Sólidos
Prefeitura de Taubaté se compromete a limpar lixões e criar Plano de Resíduos Sólidos
Empresa britânica reaproveita contêineres para construir bar em Manchester
Empresa britânica reaproveita contêineres para construir bar em Manchester
Arquiteto japonês segue método antigo para construção de casa sustentável
Arquiteto japonês segue método antigo para construção de casa sustentável
Chefe de cozinha planeja bike tour gastronômico
Chefe de cozinha planeja bike tour gastronômico
Ciclistas realizam expedição por rios e hortas urbanas da cidade de São Paulo
Ciclistas realizam expedição por rios e hortas urbanas da cidade de São Paulo