Aguarde...

Soluções sustentáveis são levadas cada vez mais em conta pelos brasileiros


Moradores de um edifício residencial em Brasília conseguiram uma economia de mais de mil reais por mês. Depois de descobrir uma caixa d’água que estava desativada há anos, a síndica do prédio observou a quantidade de água que escorria da calha da cobertura quando chovia e se perdia na rua.

“Vi que caía muita água. Como queria fazer um jardim, decidi usar essa água para irrigação”, contou Vanda Maria Ramos. Segundo ela, a obra foi muita rápida e simples. “Tive que chamar um eletricista para colocar uma bomba para captação da água e um pedreiro fez o buraco em volta do prédio, levando a tubulação até a caixa d’água”, explicou.

Segundo Vanda Maria, enquanto a conta de água dos prédios vizinhos que fazem irrigação de jardim ultrapassa quatro mil, a fatura mensal do edifício que administra não chega a três mil reais.

O retorno desses investimentos, como o aproveitamento de água, energia solar e outras medidas ambientalmente sustentáveis, é levado cada vez mais em conta pelos brasileiros.  Especialistas ambientais e da construção civil acreditam que os gastos na obra se pagam entre seis meses e um ano com a economia que é feita, por exemplo, na conta de água ou energia elétrica.

As placas de aquecimento solar (fotovoltáicas) têm sido cada vez mais usadas no país, principalmente para o aquecimento da água de chuveiro. Marcos Casado, diretor técnico e educacional do Green Building Council no Brasil, organização internacional de estímulo às construções verdes que emite certificações de construções sustentáveis em várias partes do mundo, acompanha o mercado há quase sete anos.

Segundo ele, os custos com esse tipo de construção já chegaram a ser 30% mais caro do com obras tradicionais. Casado ressaltou que hoje gasta-se, em média, 5% a mais do que em um empreendimento comum e esse custo inicial se viabiliza pela redução de custo operacional nas edificações.

A maior oferta de produtos e tecnologias oferecidas pelo mercado resultou no barateamento dos custos no decorrer dos anos. Marcos Casado disse que a redução no preço final do empreendimento é reflexo, também, do maior número de unidades produzidas.

O Ministério do Meio Ambiente disponibilizou uma cartilha em sua página na internet, com dicas de medidas que podem ser adotadas por qualquer cidadão. Entre essas informações estão, por exemplo, o posicionamento solar, a manutenção de vegetação nativa para o equilíbrio térmico e os sistemas de reaproveitamento de água da chuva.

O Rio de Janeiro é o segundo estado com o maior número de certificações em andamento no país - são 134 projetos em andamento e 12 empreendimentos certificados. São Paulo está em primeiro lugar, com 419 projetos que aguardam a certificação e outros 75 empreendimentos certificados.

De acordo com o GBC Brasil, os estados que mais investem em empreendimentos sustentáveis são os que têm maior participação de profissionais em cursos de especialização nesse tipo de obra. A organização capacita diversos especialistas do setor a partir de um programa que já formou mais de 45 mil profissionais em cursos realizados em 20 cidades do país.

 

Por Carolina Gonçalves - Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Projeto mostra o que desejam as pessoas antes de morrer
Projeto mostra o que desejam as pessoas antes de morrer
Empresa processadora de carne assume compromisso pelo fim do desmatamento na Amazônia
Empresa processadora de carne assume compromisso pelo fim do desmatamento na Amazônia
Casal dá volta ao mundo com veículo movido a óleo de cozinha
Casal dá volta ao mundo com veículo movido a óleo de cozinha
Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer
Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer
Ciclistas protestam e conseguem audiência com Haddad para discutir mobilidade em SP
Ciclistas protestam e conseguem audiência com Haddad para discutir mobilidade em SP
Projeto recolhe tampinhas de garrafa nas praias cariocas
Projeto recolhe tampinhas de garrafa nas praias cariocas
Estudo culpa o Homem por extinção do Tigre da Tasmânia
Estudo culpa o Homem por extinção do Tigre da Tasmânia
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
NASA financia impressora 3D de alimentos para combater fome e desperdício
NASA financia impressora 3D de alimentos para combater fome e desperdício
HBO recebe processo por maltratar animais durante gravações
HBO recebe processo por maltratar animais durante gravações
Bicicletas vendidas no Brasil são as mais caras do mundo
Bicicletas vendidas no Brasil são as mais caras do mundo
IBGE lança estudo "O Brasil Indígena"
IBGE lança estudo "O Brasil Indígena"
Investimento em biocombustível pode piorar poluição atmosférica
Investimento em biocombustível pode piorar poluição atmosférica
Brasileiros constroem casas ecológicas em 1/4 do tempo das convencionais
Brasileiros constroem casas ecológicas em 1/4 do tempo das convencionais
NY expande sistema de reciclagem e aproveita plásticos rígidos
NY expande sistema de reciclagem e aproveita plásticos rígidos
Pequenos negócios adotam desenvolvimento sustentável
Pequenos negócios adotam desenvolvimento sustentável
Brasileiro produz HQs sobre conscientização ambiental
Brasileiro produz HQs sobre conscientização ambiental
"Bikers Rest" serve de apoio enquanto ciclista aguarda no semáforo
"Bikers Rest" serve de apoio enquanto ciclista aguarda no semáforo
Telhados verdes ajudam a preservar biodiversidade em áreas urbanas
Telhados verdes ajudam a preservar biodiversidade em áreas urbanas
Maratona de Paris tem energia gerada pelos próprios corredores
Maratona de Paris tem energia gerada pelos próprios corredores