Aguarde...

Soluções sustentáveis são levadas cada vez mais em conta pelos brasileiros


Moradores de um edifício residencial em Brasília conseguiram uma economia de mais de mil reais por mês. Depois de descobrir uma caixa d’água que estava desativada há anos, a síndica do prédio observou a quantidade de água que escorria da calha da cobertura quando chovia e se perdia na rua.

“Vi que caía muita água. Como queria fazer um jardim, decidi usar essa água para irrigação”, contou Vanda Maria Ramos. Segundo ela, a obra foi muita rápida e simples. “Tive que chamar um eletricista para colocar uma bomba para captação da água e um pedreiro fez o buraco em volta do prédio, levando a tubulação até a caixa d’água”, explicou.

Segundo Vanda Maria, enquanto a conta de água dos prédios vizinhos que fazem irrigação de jardim ultrapassa quatro mil, a fatura mensal do edifício que administra não chega a três mil reais.

O retorno desses investimentos, como o aproveitamento de água, energia solar e outras medidas ambientalmente sustentáveis, é levado cada vez mais em conta pelos brasileiros.  Especialistas ambientais e da construção civil acreditam que os gastos na obra se pagam entre seis meses e um ano com a economia que é feita, por exemplo, na conta de água ou energia elétrica.

As placas de aquecimento solar (fotovoltáicas) têm sido cada vez mais usadas no país, principalmente para o aquecimento da água de chuveiro. Marcos Casado, diretor técnico e educacional do Green Building Council no Brasil, organização internacional de estímulo às construções verdes que emite certificações de construções sustentáveis em várias partes do mundo, acompanha o mercado há quase sete anos.

Segundo ele, os custos com esse tipo de construção já chegaram a ser 30% mais caro do com obras tradicionais. Casado ressaltou que hoje gasta-se, em média, 5% a mais do que em um empreendimento comum e esse custo inicial se viabiliza pela redução de custo operacional nas edificações.

A maior oferta de produtos e tecnologias oferecidas pelo mercado resultou no barateamento dos custos no decorrer dos anos. Marcos Casado disse que a redução no preço final do empreendimento é reflexo, também, do maior número de unidades produzidas.

O Ministério do Meio Ambiente disponibilizou uma cartilha em sua página na internet, com dicas de medidas que podem ser adotadas por qualquer cidadão. Entre essas informações estão, por exemplo, o posicionamento solar, a manutenção de vegetação nativa para o equilíbrio térmico e os sistemas de reaproveitamento de água da chuva.

O Rio de Janeiro é o segundo estado com o maior número de certificações em andamento no país - são 134 projetos em andamento e 12 empreendimentos certificados. São Paulo está em primeiro lugar, com 419 projetos que aguardam a certificação e outros 75 empreendimentos certificados.

De acordo com o GBC Brasil, os estados que mais investem em empreendimentos sustentáveis são os que têm maior participação de profissionais em cursos de especialização nesse tipo de obra. A organização capacita diversos especialistas do setor a partir de um programa que já formou mais de 45 mil profissionais em cursos realizados em 20 cidades do país.

 

Por Carolina Gonçalves - Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Inflação torna brasileiro mais consciente na hora de consumir
Inflação torna brasileiro mais consciente na hora de consumir
Outdoor ambulante expõe relação entre tráfico de mulheres e eventos esportivos
Outdoor ambulante expõe relação entre tráfico de mulheres e eventos esportivos
Brasil perde área florestal do tamanho do RJ
Brasil perde área florestal do tamanho do RJ
Equipamento permite que donos controlem alimentação de pet a distância
Equipamento permite que donos controlem alimentação de pet a distância
Skatistas se mobilizam para revitalizar praça em Santos
Skatistas se mobilizam para revitalizar praça em Santos
Maio de 2013 foi o 3º mais quente da história
Maio de 2013 foi o 3º mais quente da história
Terra pode alcançar novo recorde de calor
Terra pode alcançar novo recorde de calor
3 dicas de cuidados com a alimentação no Carnaval
3 dicas de cuidados com a alimentação no Carnaval
Designer brasileiro reaproveita galões de água para construir lixeiras
Designer brasileiro reaproveita galões de água para construir lixeiras
ONG transmite canto das baleias-jubarte em tempo real na internet
ONG transmite canto das baleias-jubarte em tempo real na internet
Animação brasileira aborda questão da perda de florestas
Animação brasileira aborda questão da perda de florestas
Acre pode enfrentar pior seca dos últimos 50 anos
Acre pode enfrentar pior seca dos últimos 50 anos
Pesquisa avalia cidades com melhor qualidade de vida
Pesquisa avalia cidades com melhor qualidade de vida
Fundação Xuxa Meneghel lança rede que conecta crianças em defesa da sustentabilidade ambiental
Fundação Xuxa Meneghel lança rede que conecta crianças em defesa da sustentabilidade ambiental
Cerveja é remédio natural contra a malária
Cerveja é remédio natural contra a malária
Greenpeace lança campanha: "Cadê o plano de mobilidade urbana?"
Greenpeace lança campanha: "Cadê o plano de mobilidade urbana?"
Aprenda a preparar um suco natural que alivia cólicas menstruais
Aprenda a preparar um suco natural que alivia cólicas menstruais
Australianos tornam mais eficiente a transformação da água do mar em combustível
Australianos tornam mais eficiente a transformação da água do mar em combustível
Bloco carioca assume ações ecológicas do início ao fim do Carnaval
Bloco carioca assume ações ecológicas do início ao fim do Carnaval
Extra e P&G; anunciam parceria para o Programa Estação de Reciclagem
Extra e P&G; anunciam parceria para o Programa Estação de Reciclagem