Aguarde...

Rio anuncia monitoramento para melhorar qualidade do ar da cidade na Olimpíada


Com objetivo de melhorar a qualidade do ar da capital fluminense, que em 2016 sediará os Jogos Olímpicos, a Secretaria Estadual do Ambiente anunciou, na última quinta-feira (13), o investimento de R$ 28 milhões para a implantação de mais 16 estações de monitoramento da qualidade do ar da cidade.

Ao participar da inauguração da estação instalada na Lagoa Rodrigo de Freitas, na zona sul da cidade, o secretário Carlos Minc disse que a unidade faz parte do compromisso olímpico de melhorar a qualidade do ar na lagoa, onde ocorrerão competições aquáticas, como as provas de remo.

"Nós vamos monitorar vários parâmetros da qualidade do ar, inclusive o ozônio, que, por incrível que pareça, afeta no desempenho dos atletas olímpicos nas provas esportivas. Um pequeno aumento de ozônio pode impedir que um recorde seja batido, em uma maratona, em uma corrida ou em prova de natação", disse.

O secretário ressaltou que, caso seja constatado um alto nível de poluição no decorrer da Olimpíada, o novo sistema permitirá à Secretaria do Ambiente fazer algumas mudanças nos arredores dos locais das competições como, a retirada de ônibus, fechamento de postos de gasolina e alterações nos horários de funcionamento de fábricas.

Minc também informou que, com as novas estações, o Rio de Janeiro passará a ter uma rede com 21 unidades de monitoramento do ar. Segundo ele, cidades como São Gonçalo, Belford Roxo, Nova Iguaçu e São João de Meriti, na região metropolitana, também serão contempladas. "Agora, com as 21 estações mais modernas que nós vamos ter, teremos também instrumentos para adotar medidas ainda mais rigorosas para melhorar a qualidade do ar que a gente respira e, portanto, melhorando a saúde dos nossos pulmões", declarou.

A exemplo do governo do estado, a prefeitura carioca, por meio do Programa Monitorar Rio, mantém oito estações automáticas, uma delas móvel, de monitoramento da qualidade do ar da cidade. Elas funcionam durante 24 horas e fornecem boletins diários. Segundo o gerente de monitoramento do ar da prefeitura, Marcos Borges, o bairro de Irajá, na zona norte, é a região mais preocupante.

"Irajá fica no centro de uma região densamente ocupada e que recebe influências até de outros municípios. Ali, o poluente permanente é o ozônio. É um poluente secundário e originário de reações sobre a ação da luz solar. Então, em dias que têm uma alta incidência de radiação solar e após uma sequência de dias sem chuvas, a gente tem níveis de ozônio um pouco mais alto na cidade", disse.

Da Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Suíços criam canudo que filtra água contaminada
Suíços criam canudo que filtra água contaminada
Walmart monitora origem de carne por satélite
Walmart monitora origem de carne por satélite
Los Angeles ganha escola sustentável com fachada que produz energia solar
Los Angeles ganha escola sustentável com fachada que produz energia solar
Músico leiloa guitarra produzida com barris de uísque
Músico leiloa guitarra produzida com barris de uísque
Tigres asiáticos são ameaçados por cães domésticos
Tigres asiáticos são ameaçados por cães domésticos
Residência em formato de ponte é construída sobre riacho
Residência em formato de ponte é construída sobre riacho
Contrariando dados recentes, ONG afirma que desmatamento na Amazônia aumentou
Contrariando dados recentes, ONG afirma que desmatamento na Amazônia aumentou
Site de relacionamento do Rio conecta portadores de doenças crônicas
Site de relacionamento do Rio conecta portadores de doenças crônicas
Locadora de veículos refloresta espaço equivalente a oito estádios de futebol
Locadora de veículos refloresta espaço equivalente a oito estádios de futebol
6 tecnologias ecológicas desenvolvidas por mulheres
6 tecnologias ecológicas desenvolvidas por mulheres
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
Conheça os remédios naturais mais eficientes
Conheça os remédios naturais mais eficientes
Piloto Nonô Figueiredo doa réplica de capacete para o Instituto da Criança no RJ
Piloto Nonô Figueiredo doa réplica de capacete para o Instituto da Criança no RJ
Governos estaduais vão receber R$ 750 mil ao ano para melhorar gestão de águas
Governos estaduais vão receber R$ 750 mil ao ano para melhorar gestão de águas
RJ não autoriza Petrobras usar rio em área de proteção ambiental
RJ não autoriza Petrobras usar rio em área de proteção ambiental
Folheto do Ministério do Meio Ambiente dá dicas de como tratar o lixo
Folheto do Ministério do Meio Ambiente dá dicas de como tratar o lixo
Projeto leva "mais amor" às cidades brasileiras
Projeto leva "mais amor" às cidades brasileiras
Carregador portátil transforma calor de copo em energia
Carregador portátil transforma calor de copo em energia
Pesquisadores brasileiros estudam os benefícios da cerveja para o coração
Pesquisadores brasileiros estudam os benefícios da cerveja para o coração
Altos impostos e falta de incentivo do governo limitam veículos elétricos no Brasil
Altos impostos e falta de incentivo do governo limitam veículos elétricos no Brasil