Aguarde...

Professores participam de oficinas sobre biodiversidade




Cerca de 50 professores dos municípios de Apiacás e Colniza, situados no Noroeste do Mato Grosso, vão participar, até o dia 12 de novembro, de oficinas de Capacitação em Biodiversidade e Elaboração de Projetos, ambas promovidas pelo WWF-Brasil. As atividades têm como objetivo apoiar ações de cunho ambiental que a entidade tem realizado naquela região.

A primeira oficina, de Capacitação em Biodiversidade, ocorreu na escola municipal de Apiacás, município situado a 953 quilômetros de Cuiabá, entre os dias 8 e 9 de novembro. A oficina foi ministrada pelo analista de conservação da WWF-Brasil, Samuel Tararan, e pela consultora Cristiane Klein, e teve como objetivo debater com os educadores o conceito de biodiversidade e levá-los a reconhecer o valor e importância deste tema. A idéia é que, posteriormente, os professores levem esse conhecimento a seus alunos. O livro “Investigando a Biodiversidade: guia de apoio aos Educadores”, publicado este ano pelo WWF-Brasil, foi utilizado como ferramenta pedagógica. 

Durante a oficina foram revistos os textos que os educadores vêm produzindo sobre o assunto. Ao fim do trabalho, os textos redigidos pelos professores vão compor uma cartilha que será publicada e utilizada nas escolas públicas da região.

A segunda oficina vai acontecer em Colniza, a 1.065 quilômetros de Cuiabá, a capital do Estado. Entre os dias 11 e 12, outros 25 educadores vão tomar parte numa Oficina de Elaboração de Projetos. Ela será ministrada pelo analista do programa de Educação para Sociedades Sustentáveis da WWF-Brasil, Bruno Reis, juntamente com a educadora do Grupo de Trabalho Amazônico (GTA), Lionilde Gonzaga, e a consultora Teiamar Bobot. Esta oficina visa capacitar os educadores em elaboração de projetos socioambientais, criando oportunidades para que eles possam estabelecer parcerias e adquirir financiamentos para a execução de ações que reflitam as necessidades locais.

O técnico Samuel Tararan comentou que as oficinas se inserem no trabalho de “alertar” os educadores para a importância do meio ambiente, num contexto de produção sustentável e conservação da biodiversidade. “Buscamos ampliar a percepção dos professores sobre os serviços ambientais gerados pela floresta, incluindo a manutenção da biodiversidade, a regulação hídrica e a purificação de suas águas, assim como o seqüestro de carbono”, explicou. Samuel afirmou ainda que, ao transmitir essas informações para seus alunos, os professores contribuem com a divulgação e disseminação desses conceitos e com a manutenção das florestas no bloco de conservação Juruena-Apuí, onde o WWF-Brasil já atua há pouco mais de três anos.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (2)

Álbum de fotos (2)

Marcadores

Comentários



Participantes da Expedição Científica Juruena descrevem dinâmica da pesquisa em campo
Participantes da Expedição Científica Juruena descrevem dinâmica da pesquisa em campo
Marina Silva homenageada com a Medalha Duque de Edimburgo
Marina Silva homenageada com a Medalha Duque de Edimburgo
COP15: está faltando ambição
COP15: está faltando ambição
Relatório aponta que ações brasileiras contra desmatamento são boas para o clima e para a economia
Relatório aponta que ações brasileiras contra desmatamento são boas para o clima e para a economia
WWF-Brasil participa de sessão especial em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente no Senado Federal
WWF-Brasil participa de sessão especial em homenagem ao Dia Mundial do Meio Ambiente no Senado Federal
Expedição científica identifica fragmentos de cerrado isolados na floresta amazônica e possíveis novas espécies
Expedição científica identifica fragmentos de cerrado isolados na floresta amazônica e possíveis novas espécies
Internautas engajados na Hora do Planeta
Internautas engajados na Hora do Planeta
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
WWF-Brasil: 15 anos dedicados ao ser humano e à natureza
WWF-Brasil: 15 anos dedicados ao ser humano e à natureza
Entidades cobram planos setoriais sobre mudanças do clima
Entidades cobram planos setoriais sobre mudanças do clima
Hora do Planeta chega ao fim com recorde de adesões
Hora do Planeta chega ao fim com recorde de adesões
Curso introdutório de gestão de unidades de conservação está com inscrições abertas
Curso introdutório de gestão de unidades de conservação está com inscrições abertas
WWF está em quarto lugar no Shorty Awards do Twitter, em sua categoria
WWF está em quarto lugar no Shorty Awards do Twitter, em sua categoria
Educação Ambiental lança publicação durante a Exposição Água para a vida, Água para Todos
Educação Ambiental lança publicação durante a Exposição Água para a vida, Água para Todos
Seja Legal: publicação mostra como reduzir consumo de madeira ilegal
Seja Legal: publicação mostra como reduzir consumo de madeira ilegal
Aldo Rebelo tenta impor votação de substitutivo sem mudanças substanciais
Aldo Rebelo tenta impor votação de substitutivo sem mudanças substanciais
Votação do Código é adiada: sociedade deve manter-se vigilante
Votação do Código é adiada: sociedade deve manter-se vigilante
Chamado da Samaúna
Chamado da Samaúna
Reserva do Iratapuru antenada com o mundo
Reserva do Iratapuru antenada com o mundo
Jovem ambientalista nepalês ganha prêmio internacional
Jovem ambientalista nepalês ganha prêmio internacional