Aguarde...

População usa caixas de madeira para reconstruir praça na Nova Zelândia


Caixas de madeira usadas foram reaproveitadas para reerguer uma praça em Chirstchurch, cidade da Nova Zelândia abalada por terremotos entre 2010 e 2011. Construído por designers, empresas e, principalmente, com a participação dos próprios moradores, o local é utilizado para a população promover eventos e debater importantes temas ligados à sustentabilidade, marca registrada das obras de reconstrução da cidade neozelandesa.

O Pallet Pavilion foi organizado pela Gap Filler – órgão responsável pela reconstrução de áreas atingidas pelos terremotos que abalaram a cidade – e reuniu mais de 250 pessoas para construir a praça, além do apoio de 50 empresas. Com o objetivo de provocar o menor impacto ambiental possível, mais de três mil caixas de madeira foram reaproveitadas na obra, que levou pouco menos de dois meses para ser concluída.

No início, a ideia era fazer com que a praça Pallet Pavilion fosse um projeto experimental, mas a população se mobilizou para deixar o espaço na rua por tempo indeterminado. Assim, por meio de uma campanha de financiamento coletivo, foram angariados mais de R$ 170 mil reais em recursos para manter o projeto em atividade. Além disso, as caixas de madeira são “patrocinadas” pela população – cada doador tem seu nome pintado em uma determinada caixa.

A praça fica localizada no centro da cidade e as atividades realizadas no local são organizadas pela própria comunidade. O Pallet Pavilion tem sinal wi-fi e um bar. Na agenda, constam exibições de filmes, oficinas para crianças, apresentações musicais e feiras de trocas de objetos. Com informações do Greensavers.

 

Fonte: CicloVivo


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Hotel móvel leva clientes à natureza sem causar danos ao ecossistema
Hotel móvel leva clientes à natureza sem causar danos ao ecossistema
Chuvas causam desastres no Rio e Zeca Pagodinho auxilia vítimas
Chuvas causam desastres no Rio e Zeca Pagodinho auxilia vítimas
Conferência sustentável para empresas acontece pela primeira vez no Brasil
Conferência sustentável para empresas acontece pela primeira vez no Brasil
Orquestra de crianças paraguaias utiliza instrumentos de lixo
Orquestra de crianças paraguaias utiliza instrumentos de lixo
7 benefícios da convivência com animais
7 benefícios da convivência com animais
Shopping em SP arrecada cupons fiscais para ONG ambiental
Shopping em SP arrecada cupons fiscais para ONG ambiental
Portal brasileiro reúne pesquisas científicas na área de saúde
Portal brasileiro reúne pesquisas científicas na área de saúde
Britânicos projetam papamóvel movido a pedaladas
Britânicos projetam papamóvel movido a pedaladas
Criado na Alemanha prédio que usa algas como fonte de energia
Criado na Alemanha prédio que usa algas como fonte de energia
Conheça alimentos que ajudam a reduzir insônia
Conheça alimentos que ajudam a reduzir insônia
Descaso governamental aumenta impacto de desastres naturais
Descaso governamental aumenta impacto de desastres naturais
Iniciativas buscam reduzir o desperdício de alimentos na capital paulista
Iniciativas buscam reduzir o desperdício de alimentos na capital paulista
Usina de Belo Monte pode resultar em prejuízo ambiental de R$ 1 bilhão
Usina de Belo Monte pode resultar em prejuízo ambiental de R$ 1 bilhão
Xangai aposta em óleo de cozinha para abastecer transporte público
Xangai aposta em óleo de cozinha para abastecer transporte público
Brasil é o quarto país entre os que mais concentram construções sustentáveis
Brasil é o quarto país entre os que mais concentram construções sustentáveis
Pesquisadores avaliam impactos do desmatamento na Amazônia
Pesquisadores avaliam impactos do desmatamento na Amazônia
Por que evitar o sabonete antibacteriano
Por que evitar o sabonete antibacteriano
Comunidade ribeirinha se fortalece com extrativismo vegetal
Comunidade ribeirinha se fortalece com extrativismo vegetal
Biblioteca itinerante distribui livros grátis para motoboys em SP
Biblioteca itinerante distribui livros grátis para motoboys em SP
Carro de corrida movido a hidrogênio vai de 0 a 100 km/h em 4 segundos
Carro de corrida movido a hidrogênio vai de 0 a 100 km/h em 4 segundos