Aguarde...

Plano brasileiro busca viabilizar uso de biocombustíveis na aviação


O Brasil pode ter um papel relevante na indústria mundial de biocombustíveis para aviação. Um relatório, divulgado nesta semana e elaborado pela Boeing, pela Embraer e pela Fapesp, coordenado pela Unicamp, identificou lacunas e apontou os caminhos que o país deve percorrer para ocupar posição de destaque nesse mercado: mais pesquisa nas áreas de matérias-primas e de produção de biocombustíveis, logística de distribuição, adequação da legislação, entre outras.

O grande desafio científico e tecnológico hoje, em todo o mundo, de acordo com os pesquisadores, é desenvolver um biocombustível a partir de qualquer biomassa produzida em escala comercial, que tenha um custo competitivo e possa ser misturado ao querosene de aviação convencional, sem a necessidade de modificações nos motores e nas turbinas da atual frota de aeronaves e no sistema de distribuição do combustível aeronáutico.

Uma das principais conclusões do relatório “Plano de voo para biocombustíveis de aviação no Brasil: plano de ação” é de que no Brasil há uma série de matérias-primas provenientes de plantas que contêm açúcares, amido e óleo, além de resíduos como lignocelulose, resíduos sólidos urbanos e gases de exaustão industrial, que se mostram promissores para a produção de bioquerosene.

A cana-de-açúcar, a soja e o eucalipto são apontados como os três melhores candidatos para iniciar uma indústria de biocombustível para aviação no país. Isso, no entanto, dependerá do processo de conversão e refino escolhido, ressalvaram os autores.

 “O custo da matéria-prima é um fator muito importante para a competitividade do biocombustível. No caso do etanol, a cana-de-açúcar representa 70% do custo de produção. Já no caso do biodiesel, a matéria-prima representa entre 80% e 90%", disse Luiz Augusto Barbosa Cortez, professor da Unicamp, um dos coordenadores do estudo.

“Baixa produtividade na produção da matéria-prima compromete a fabricação de biocombustível”, disse Cortez, que também é membro da Coordenação Adjunta de Programas Especiais da Fapesp.

O setor de aviação, que contribui com 2% das emissões totais de gases de efeito estufa no planeta, enfrenta o desafio de reduzir pela metade a emissão de dióxido de carbono em 2050, em comparação com os níveis de 2005, conforme estabeleceu a Associação de Transporte Aéreo Internacional (Iata, na sigla em inglês).

O relatório completo está disponível aqui.

Da Fapesp


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Ecoturismo estimula investimento de empresas no deserto africano
Ecoturismo estimula investimento de empresas no deserto africano
Plataforma na web incentiva carona solidária em SP
Plataforma na web incentiva carona solidária em SP
Moradores querem impedir construção de aterro sanitário em Araçatuba
Moradores querem impedir construção de aterro sanitário em Araçatuba
Censo do papagaio-de-cara-roxa vai contabilizar indivíduos da espécie em SP e Paraná
Censo do papagaio-de-cara-roxa vai contabilizar indivíduos da espécie em SP e Paraná
Campinas testa tinta ecológica em faixa de pedestre
Campinas testa tinta ecológica em faixa de pedestre
Canela pode prevenir diabetes e mal de Alzheimer
Canela pode prevenir diabetes e mal de Alzheimer
Presos e ex-presidiários transformam lixo em sacolas e bolsas
Presos e ex-presidiários transformam lixo em sacolas e bolsas
Escritório dinamarquês projeta hospital sustentável
Escritório dinamarquês projeta hospital sustentável
Projeto sugere caminhões com cabine baixa para aumentar segurança de ciclistas
Projeto sugere caminhões com cabine baixa para aumentar segurança de ciclistas
Garrafas PET coletadas na Meia Maratona de SP são doadas a cooperativa
Garrafas PET coletadas na Meia Maratona de SP são doadas a cooperativa
3 programas de conservação para salvar espécies africanas
3 programas de conservação para salvar espécies africanas
Ciclistas participam de passeios noturnos na CicloFaixa de SP
Ciclistas participam de passeios noturnos na CicloFaixa de SP
Engenheiro cria nova metodologia de educação para crianças carentes
Engenheiro cria nova metodologia de educação para crianças carentes
Embalagem biodegradável indica se alimento está impróprio para consumo
Embalagem biodegradável indica se alimento está impróprio para consumo
Holandeses constroem escola sustentável em comunidade do Mali
Holandeses constroem escola sustentável em comunidade do Mali
Projeto leva "mais amor" às cidades brasileiras
Projeto leva "mais amor" às cidades brasileiras
Colher comestível é opção prática que substitui descartável
Colher comestível é opção prática que substitui descartável
Aquecimento global reduz em 10% rendimento de trabalhadores expostos ao sol
Aquecimento global reduz em 10% rendimento de trabalhadores expostos ao sol
Prédio residencial de SP é o primeiro a ter selo AQUA na fase Realização
Prédio residencial de SP é o primeiro a ter selo AQUA na fase Realização
Designer grega transforma mesa de escritório em cama
Designer grega transforma mesa de escritório em cama