Aguarde...

Organização denuncia violação aos direitos humanos e impactos ambientais em obra da Petrobras


A Relatoria do Direito ao Meio Ambiente da Plataforma Dhesca Brasil, rede social que representa 36 organizações não governamentais, prepara um relatório com denúncias de violações aos direitos humanos decorrentes das obras do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que está sendo construído pela Petrobras.

Em dezembro do ano passado, integrantes da rede tomaram depoimentos de representantes das populações afetadas pelas obras às margens da Baía de Guanabara. O maior problema identificado, segundo eles, é o prejuízo sofrido pelos pescadores artesanais da região, que estariam proibidos de trabalhar próximo aos dutos que abastecerão o complexo.

“As denúncias são várias, incluindo redução da área de pesca, que causa uma série de impactos sociais e ambientais. Também há uma série de denúncias de ameaças à vida dos pescadores que se organizam para defender os seus territórios. Nosso objetivo é averiguar isso”, disse a assistente social Cristiane Faustino, relatora da entidade e integrante da organização social Terra Mar.

A relatora participou de reuniões no Rio com representantes do Ministério Público, Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), todas as entidades estão envolvidas no projeto do Comperj. A rede também solicitou audiência com a Petrobras, mas não obteve resposta até o momento. Após as reuniões, a rede social vai divulgar um relatório para entidades nacionais e internacionais com as conclusões.

“A denúncia mais grave é a ameaça à vida das pessoas, o que é gravíssimo. Um grande ataque à democracia e uma negação de se construir o país sob o desenvolvimento sustentável. Também é grave a questão dos impactos ambientais, com risco de poluição e agravo da situação da Baía de Guanabara, que é extremamente afetada pelos empreendimentos petrolíferos”, destacou a ativista.

A economista Fabrina Furtado, integrante da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, disse que pescadores relataram diminuição na quantidade de pescado na região onde está em construção as estruturas para o Comperj. “Os pescadores denunciam a diminuição do pescado. Eles não podem pescar próximo dos dutos e tem que manter distância de 400 metros, em verdadeiras áreas de exclusão. Além disso, eles relatam que os dutos produzem calor e barulho que espantam os peixes. Da maneira que está, vai acabar inviabilizando a atividade pesqueira”, alertou.

O deputado estadual Marcelo Freixo (PSOL), presidente da Comissão dos Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), disse que a questão do Comperj está sendo acompanhada de perto. “A Comissão dos Direitos Humanos está acompanhando a questão desde o início, inclusive os casos diretamente associados à isso, que são as mortes e ameaças de pescadores”, ressaltou o deputado, que cobrou maior diálogo público com as comunidades diretamente atingidas.

Em resposta à Agência Brasil, a Petrobras informou que "todos os empreendimentos da companhia seguem rigorosamente as disposições previstas nos licenciamentos ambientais. No caso específico do Comperj, a companhia repudia quaisquer ameaças aos pescadores e mantém diálogo constante com representantes dos pescadores e demais comunidades do entorno do empreendimento".

Vladimir Platonow, da Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Mutirão de limpeza passa por praias do Rio de Janeiro
Mutirão de limpeza passa por praias do Rio de Janeiro
Júri condena executores, mas absolve acusado de ser mandante de assassinato de casal de extrativistas no Pará
Júri condena executores, mas absolve acusado de ser mandante de assassinato de casal de extrativistas no Pará
Países amazônicos criam órgão de defesa e pesquisa para proteger a floresta
Países amazônicos criam órgão de defesa e pesquisa para proteger a floresta
Mobilização de mulheres na internet prevê o plantio de cinco mil árvores
Mobilização de mulheres na internet prevê o plantio de cinco mil árvores
Aquecimento global reduz em 10% rendimento de trabalhadores expostos ao sol
Aquecimento global reduz em 10% rendimento de trabalhadores expostos ao sol
Extra e P&G; anunciam parceria para o Programa Estação de Reciclagem
Extra e P&G; anunciam parceria para o Programa Estação de Reciclagem
Estudantes catarinenses constroem espaço de leitura com garrafas PET
Estudantes catarinenses constroem espaço de leitura com garrafas PET
Haddad anuncia projeto que calcula a quantidade de árvores em São Paulo
Haddad anuncia projeto que calcula a quantidade de árvores em São Paulo
Estrada pode ser ativada no Parque Nacional do Iguaçu e causar danos ambientais
Estrada pode ser ativada no Parque Nacional do Iguaçu e causar danos ambientais
Joalheria carioca realiza vendas em prol do combate ao câncer
Joalheria carioca realiza vendas em prol do combate ao câncer
Porto Rico cria corredor ecológico para proteger tartarugas marinhas
Porto Rico cria corredor ecológico para proteger tartarugas marinhas
Serviço de bike táxi atende cães no interior de São Paulo
Serviço de bike táxi atende cães no interior de São Paulo
NY expande sistema de reciclagem e aproveita plásticos rígidos
NY expande sistema de reciclagem e aproveita plásticos rígidos
Artistas transformam fábrica centenária em centro de trabalho colaborativo
Artistas transformam fábrica centenária em centro de trabalho colaborativo
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
Ecoturismo estimula investimento de empresas no deserto africano
Ecoturismo estimula investimento de empresas no deserto africano
Turistas recebem kits ecológicos no Bondinho do Pão de Açúcar
Turistas recebem kits ecológicos no Bondinho do Pão de Açúcar
Vigilante do DF transforma sucata em réplicas
Vigilante do DF transforma sucata em réplicas
Sobras de alimentos e temperos são transformados em tintas orgânicas
Sobras de alimentos e temperos são transformados em tintas orgânicas
Seguradoras propõem ao governo criação de seguro para desastres naturais
Seguradoras propõem ao governo criação de seguro para desastres naturais