Aguarde...

Noruega importa lixo para manter produção de energia


O lixo é considerado normalmente um problema. Em Oslo, capital da Noruega, o problema tem sido a falta de lixo. A cidade transforma os resíduos em energia e com a baixa demanda interna, tem sido obrigada a importar os materiais descartados por países vizinhos.

Atualmente, a maior parte da importação vem da Inglaterra e da Irlanda, mas a Noruega já pensa em expandir para outros países também. A prática de queimar o lixo para transformá-lo em calor e energia não é exclusividade de Oslo e tem se tornado cada vez mais comum em toda a Europa.

Conforme informado pelo New York Times, os países do norte-europeu produzem apenas 150 milhões de toneladas de lixo por ano. Mas, as usinas europeias de incineração são capazes de trabalhar com até 700 milhões de toneladas e os países continuam a construir mais estruturas, mesmo tendo pouco resíduo.

A Noruega está entre os dez maiores exportadores mundiais de petróleo e gás, além de ter muitas reservas de carvão e mais de mil usinas hidrelétricas. Diante desses fatos, pode parecer estranho o país importar lixo para produzir energia, mas o ex-diretor da Agência de “Energia do Lixo”, Pal Mikkelsen, explicou que essa é uma opção para reduzir a dependência de combustíveis fósseis no país.

Para alcançar a eficiência neste processo, a cidade de Oslo desenvolveu um sistema altamente tecnológico para o descarte e coleta. Assim, as famílias separam os resíduos orgânicos em um saco verde, os secos em um saco azul e os vidros em outro recipiente. As embalagens para o descarte são distribuídas gratuitamente em mercados e tudo é levado às usinas.

As fábricas de energia possuem sensores computadorizados que separam os sacos por cores e os destinam adequadamente aos incineradores. Mesmo com o sistema eficiente, os ambientalistas lembram que o vício em lixo pode ser um problema. “De um ponto de vista ambiental, é um problema enorme. Existe uma pressão para produzir mais e mais resíduos, porque o país não chega ao limite de sua capacidade”, disse Lars Haltbrekken, presidente do Friends of the Earth (Amigos da Terra), o grupo ambientalista mais tradicional da Noruega. Para ele, a redução na produção de lixo deve ser sempre a prioridade.

Ainda ao jornal norte-americano, Rooth Olbergsveen, da Agência de Recuperação de Resíduos, em Oslo, lembra que a reciclagem e a produção de energia devem andar de mãos dadas, para diminuir os impactos ambientais gerados pelo pós-consumo. Com informações do NYT.

Fonte: CicloVivo


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



ANA lança conteúdo multimídia para estimular uso consciente da água
ANA lança conteúdo multimídia para estimular uso consciente da água
Comunidade alemã tem 100% de sua energia proveniente de fontes renováveis
Comunidade alemã tem 100% de sua energia proveniente de fontes renováveis
Campanha "Segunda Sem Carne" reflete sobre consumo exagerado do alimento
Campanha "Segunda Sem Carne" reflete sobre consumo exagerado do alimento
Pão de açúcar conquista mais uma certificação LEED
Pão de açúcar conquista mais uma certificação LEED
Escolha melhor os seus meios de transporte
Escolha melhor os seus meios de transporte
Vereador sugere aluguel de carros elétricos em Curitiba
Vereador sugere aluguel de carros elétricos em Curitiba
Moradores querem impedir construção de aterro sanitário em Araçatuba
Moradores querem impedir construção de aterro sanitário em Araçatuba
Rio de janeiro começa a despoluir praia de Ipanema
Rio de janeiro começa a despoluir praia de Ipanema
Aquário de Ubatuba pesquisa espécie exótica de água-viva
Aquário de Ubatuba pesquisa espécie exótica de água-viva
Piloto Nonô Figueiredo doa réplica de capacete para o Instituto da Criança no RJ
Piloto Nonô Figueiredo doa réplica de capacete para o Instituto da Criança no RJ
Ferrari anuncia lançamento de superesportivo híbrido
Ferrari anuncia lançamento de superesportivo híbrido
Holandeses constroem escola sustentável em comunidade do Mali
Holandeses constroem escola sustentável em comunidade do Mali
Polícia Ambiental retira animais silvestres das ruas em MT
Polícia Ambiental retira animais silvestres das ruas em MT
Comissão aprova parque ecológico no Paraná
Comissão aprova parque ecológico no Paraná
Ciclistas criam mapa colaborativo com as melhores rotas de SP
Ciclistas criam mapa colaborativo com as melhores rotas de SP
Empresa paulista usa bambu para filtrar água
Empresa paulista usa bambu para filtrar água
Schwarzenegger promove instalação de lâmpadas de LED nas ruas do Rio
Schwarzenegger promove instalação de lâmpadas de LED nas ruas do Rio
Caatinga pode ser mais eficiente do que florestas tropicais na absorção de CO2
Caatinga pode ser mais eficiente do que florestas tropicais na absorção de CO2
Nissan estuda fábrica de carros elétricos no Rio
Nissan estuda fábrica de carros elétricos no Rio
NovaDutra substitui lâmpadas comuns por LED em marquises de pedágio
NovaDutra substitui lâmpadas comuns por LED em marquises de pedágio