Aguarde...

Natura, em defesa do clima




Em dezembro de 2009, os olhos do planeta estavam voltados para a Dinamarca. Na sua capital, Copenhague, acontecia aquela que, até então, era considerada a reunião climática mais importante da história. A principal expectativa na 15ª Conferência das Partes, organizada pelas Nações Unidas, girou em torno da assinatura de um acordo global legalmente vinculante para dar continuidade para a primeira fase do Protocolo de Quioto que acaba em 2012.

Os líderes políticos e negociadores, uma vez mais, não ouviram os cientistas e deixaram o país europeu pela porta dos fundos, sem a foto oficial ou rubricas em documentos capazes de conter o aquecimento. Uma semana antes de eles chegarem, no entanto, um importante passo foi dado pela Natura Cosméticos. Em uma fria quinta-feira, dia 10, a empresa anunciou a ao Programa Defensores do Clima, do WWF-Brasil. Para tanto, prometeu reduzir em 10% as emissões absolutas de seus processos operacionais até 2012, em relação a 2008.            

Com este gesto, ela se tornou a primeira empresa brasileira a ingressar no seleto grupo de parceiras do Climate Savers, iniciativa criada pela Rede WWF há dez anos e que, desde dezembro, conta com 21 companhias em seu plano de ação (entre as quais gigantes como Coca-Cola, Lafarge e Nokia). Juntas, até o fim deste ano, elas terão deixado de lançar 14 milhões anuais de toneladas de gases de efeito estufa para a atmosfera, o equivalente às emissões da Bolívia.

"O programa Defensores do Clima é, acima de tudo, um passo importante em busca da economia de baixo carbono. A adesão da Natura, empresa preocupada com as mudanças climáticas, mostra a necessidade de se colocar o tema nas estratégias do setor corporativo. É também um exemplo para outras empresas que queiram fazer a diferença para seus negócios e o meio ambiente", afirma Denise Hamú, secretária-geral do WWF-Brasil.

O lançamento oficial do Programa no Brasil ocorre nesta sexta-feira, dia 9 de abril, em evento em São Paulo.  Em resumo, o programa é um convite ao setor privado para incluir as análises de riscos e oportunidades climáticas em suas políticas de negócios. A partir deste movimento, a empresa ganha a chance real de assumir a vanguarda no combate ao aumento médio da temperatura em seu segmento e se prepara para a regulação nas emissões empresariais – que, não há dúvidas, começará em breve.  

A parceria entre o WWF-Brasil e a empresa participante tem a força de um compromisso formal, com metas ambiciosas e superiores ao que a empresa já havia anunciado anteriormente. Uma consultoria externa, contratada, faz o inventário das emissões e um raio-x completo de todo o processo produtivo. A partir daí, será possível identificar pontos-chave para os cortes. Eles podem estar na eficiência energética dos seus produtos, no uso de transportes, co-geração, energias renováveis e em processos industriais ou administrativos, entre outros.  

A Natura, por exemplo, substituirá o combustível de seus fornos de calor por biomassa e etanol - este último, por sua vez, também passa a abastecer a frota de veículos. O WWF-Brasil busca estabelecer diálogo com outras companhias que estejam dispostas a fazer o mesmo com auxílio técnico e de comunicação, algo imprescindível para a solução da crise climática e fundamental para os negócios na transição em vias de uma economia global de baixo carbono.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



IDIS e WWF-Brasil promovem 1 seminário de Sustentabilidade Corporativa
IDIS e WWF-Brasil promovem 1 seminário de Sustentabilidade Corporativa
Empreendedores climáticos são chave para um futuro de baixo carbono
Empreendedores climáticos são chave para um futuro de baixo carbono
Movimento social “fecha” Ministério do Meio Ambiente
Movimento social “fecha” Ministério do Meio Ambiente
Código Florestal: relatório apresentado no Senado contém poucos avanços
Código Florestal: relatório apresentado no Senado contém poucos avanços
Projeto Amor-Peixe se consolida como exemplo de produção sustentável
Projeto Amor-Peixe se consolida como exemplo de produção sustentável
Sucesso da Hora do Planeta mostra que o mundo está pronto para ir Além da Hora
Sucesso da Hora do Planeta mostra que o mundo está pronto para ir Além da Hora
Brasil se mobiliza por sete dias em defesa da natureza
Brasil se mobiliza por sete dias em defesa da natureza
Expedição marca o lançamento do Movimento pelas Águas de Reserva do Cabaçal
Expedição marca o lançamento do Movimento pelas Águas de Reserva do Cabaçal
ARTIGO: Cerrado: água, legislação e o futuro do Brasil
ARTIGO: Cerrado: água, legislação e o futuro do Brasil
WWF-Brasil e AmBev se unem para a conservação e gestão de bacia hidrográfica no Distrito Federal
WWF-Brasil e AmBev se unem para a conservação e gestão de bacia hidrográfica no Distrito Federal
WWF-Brasil não apóia companhia circense ‘Le Cirque’
WWF-Brasil não apóia companhia circense ‘Le Cirque’
Mulheres aumentam renda com artesanato usando produtos naturais
Mulheres aumentam renda com artesanato usando produtos naturais
Corredeiras, calafrios e borboletas na descida pelo Jari
Corredeiras, calafrios e borboletas na descida pelo Jari
Orçamento de carbono global é necessário para conter mudanças climáticas, diz relatório da Rede WWF
Orçamento de carbono global é necessário para conter mudanças climáticas, diz relatório da Rede WWF
Código Florestal: texto é bom, para quem desmatou
Código Florestal: texto é bom, para quem desmatou
Começam debates sobre Código Florestal no Senado
Começam debates sobre Código Florestal no Senado
Acre participa novamente da Hora do Planeta
Acre participa novamente da Hora do Planeta
Sustentabilidade: “Queremos adequar as nossas necessidades às necessidades da terra”
Sustentabilidade: “Queremos adequar as nossas necessidades às necessidades da terra”
Congresso Nacional realiza seminário sobre energia e mudanças climáticas com apoio do WWF-Brasil
Congresso Nacional realiza seminário sobre energia e mudanças climáticas com apoio do WWF-Brasil
Bolsas de estudo em conservação
Bolsas de estudo em conservação