Aguarde...

MP da Grilagem: Carta aberta à sociedade




Conferência Internacional Ethos 2009 divulga carta aberta à sociedade contra o desmonte da legislação ambiental brasileira, com apoio de diversas instituições, entre elas o WWF-Brasil.


São Paulo, 18 de junho de 2009 


A sociedade humana vive, no século 21, os dilemas e as esperanças de uma civilização construída sobre os desatinos e os avanços incomparáveis da ciência, da arte e do conhecimento em geral sobre a natureza.

Mas chegamos ao limite e precisamos de uma transformação radical na economia. Trata-se de construir uma civilização cujo modelo de produção e consumo preserve as riquezas naturais, inclua milhões de pessoas até agora à margem de qualquer progresso e garanta os recursos necessários para uma sociedade justa e sustentável, objetivo de todos nós.

O Brasil pode ser liderança neste processo por vários motivos: possui a maior floresta tropical do mundo; a matriz energética tem fontes renováveis e limpas; e os recursos ainda incontáveis da biodiversidade garantem a base para as inovações tecnológicas necessárias ao novo modelo em construção. No entanto, o que estamos fazendo com tudo isso?

Ignorando nosso maior patrimônio para o século 21 e, ao agir assim, condenando o país a um papel secundário no novo mundo da sustentabilidade que está surgindo.

Nossa enorme perplexidade é verificar que, no início de um novo século, com os desafios que temos, ainda existam políticos e empresários descomprometidos que se apropriam do Estado para benefício particular, privilegiando o lucro imediato à custa do interesse maior da nação brasileira.

Esta falta de visão de futuro fica ainda mais evidente com os ataques que a legislação ambiental brasileira vem sofrendo. A aprovação, no Congresso Nacional, da MP 458, conhecida como MP da Grilagem - que, entre outras medidas, promove a legalização de terras ilegais, é a mais recente demonstração de que há um projeto em andamento para desmontar a agenda ambiental, duramente conquistada nos últimos anos e que dá ao Brasil posição privilegiada para enfrentar as conseqüências das mudanças climáticas.


A quem interessa o desmatamento?
A sociedade brasileira precisa se mobilizar para separar o joio do trigo. Nós, participantes da Conferência Internacional do Ethos, podemos afirmar enfaticamente que a maioria das empresas aqui instaladas está interessada em promover negócios responsáveis e, junto com as demais forças da sociedade civil organizada, vem buscando o desenvolvimento sustentável.

Infelizmente, ainda há os que fazem o contrário. Para estas pessoas, ambiente é obstáculo. Nós, no entanto, queremos enfatizar que o Brasil hoje tem enorme importância no mundo por ser um dos países com maior patrimônio ambiental ainda preservado e, portanto, com maior potencial de desenvolvimento econômico e social sustentável. Por isso, aqui reunidos neste ato público, manifestamos nossas intenções de:
  • Conclamar a Presidência da República a vetar os três artigos da MP 458, conforme a Carta Aberta da senadora Marina Silva encaminhada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva
  • Conclamar o presidente Lula a assumir a liderança da agenda ambiental como central na estratégia do desenvolvimento social e econômico do Brasil;
  • Conclamar o Congresso Nacional a assumir sua responsabilidade frente à agenda ambiental brasileira;
  • Conclamar as empresas a incorporar a agenda ambiental como estratégia de seus negócios
     
  Conferência Internacional Ethos 2009


No encerramento da Conferência Internacional Ethos 2009, nesta quinta-feira (18/6), em São Paulo, foi realizado ato público contra o desmonte da política ambiental brasileira e divulgada carta aberta à sociedade, endossada por representantes de diversas instituições:
  • Bernardo Sakamoto, diretor da Repórter Brasil
     
  • Beto Ricardo, diretor do Instituto Socioambiental
     
  • Dudu Bonito, representante da CUT
     
  • Guilherme Leal, presidente do conselho da Natura
     
  • Hector Nunes, presidente da Wal-Mart Brasil
     
  • Ivo Bucaresk, chefe de gabinete do Ministério do Meio Ambiente
     
  • José Luciano Penido, presidente VCP
     
  • Julio Barbosa, secretário Nacional de Meio Ambiente do Partido dos Trabalhadores
     
  • Marcelo Furtado, diretor Greenpeace
     
  • Oded Grajew, representante da Rede Cidades Sustentáveis
     
  • Regina Cavini, superintendente de Desenvolvimento do WWF-Brasil
     
  • Ricardo Young, presidente do Instituto Ethos
     
  • Roberto Smeraldi, diretor da Amigos da Terra Amazônia Brasileira
     
  • Roberto Waack, presidente da Amata e conselheiro internacional do FSC (Conselho de Manejo Florestal)
     
  • Rodrigo Loures, presidente da Nutrimental e da Federação das Indústrias do Paraná
     
  • Sergio Amoroso, presidente do Grupo Orsa
     
  • Virgilio Viana, diretor da Fundação Amazonas Sustentável


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



WWF-Brasil traz “Montanhas do Tumucumaque” ao Museu Sacaca
WWF-Brasil traz “Montanhas do Tumucumaque” ao Museu Sacaca
Cientistas assinam carta defendendo os resultados da Ciência Climática
Cientistas assinam carta defendendo os resultados da Ciência Climática
Curitiba agitada na Hora do Planeta
Curitiba agitada na Hora do Planeta
Clube Corporativo WWF-Brasil se reúne em São Paulo
Clube Corporativo WWF-Brasil se reúne em São Paulo
Inovação e mobilização de recursos são desafios para o Brasil na COP11
Inovação e mobilização de recursos são desafios para o Brasil na COP11
Aumenta a pressão aos senadores contra alterações no Código Florestal
Aumenta a pressão aos senadores contra alterações no Código Florestal
WWF resgata legado da Rio 92 e levanta expectativas quanto a Rio+20
WWF resgata legado da Rio 92 e levanta expectativas quanto a Rio+20
REPEA e WWF-Brasil apresentam livros sobre água
REPEA e WWF-Brasil apresentam livros sobre água
Organizações não-governamentais debatem principais temas ambientais com governo e setor produtivo
Organizações não-governamentais debatem principais temas ambientais com governo e setor produtivo
Áreas protegidas e mudanças climáticas em debate dia 08/10
Áreas protegidas e mudanças climáticas em debate dia 08/10
Seminário contribui para o fortalecimento da gestão de mosaicos das UCs no Amazonas
Seminário contribui para o fortalecimento da gestão de mosaicos das UCs no Amazonas
"Use 60 minutos de escuridão para ajudar o mundo a ver a luz" é o apelo de Ban Ki-moon
"Use 60 minutos de escuridão para ajudar o mundo a ver a luz" é o apelo de Ban Ki-moon
Mudanças climáticas: Governos precisam ouvir alerta de cientistas e definir como lidar com o tema em Bali
Mudanças climáticas: Governos precisam ouvir alerta de cientistas e definir como lidar com o tema em Bali
Mudanças climáticas e energia: WWF-Brasil lança ação de cyberativismo
Mudanças climáticas e energia: WWF-Brasil lança ação de cyberativismo
Estudo derruba mais uma falácia dos ruralistas
Estudo derruba mais uma falácia dos ruralistas
Seminário marca fim do Projeto Diálogos
Seminário marca fim do Projeto Diálogos
Empresas se unem pela biodiversidade
Empresas se unem pela biodiversidade
Governo cria Unidades de Conservação no Dia Mundial do Meio Ambiente
Governo cria Unidades de Conservação no Dia Mundial do Meio Ambiente
Nota à sociedade brasileira e ao Senado Federal
Nota à sociedade brasileira e ao Senado  Federal
Acre convoca população para compor plano de águas
Acre convoca população para compor plano de águas