Aguarde...

Mineirão é inaugurado com usina fotovoltaica


O segundo estádio para a Copa do Mundo FIFA Brasil 2014 a ser entregue, o Mineirão agora tem uma usina solar. A cerimônia de inauguração aconteceu na última semana e foi promovida pelo Governo de Minas e pela Companhia Energética de Minas Gerais, Cemig.

A usina do Mineirão tem uma potência instalada de 1,42 MWp, com cerca de seis mil módulos fotovoltaicos, sendo que toda a energia gerada será injetada na rede de distribuição da Cemig. Já a implantação da Usina Solar Fotovoltaica (USF) Mineirinho, que terá uma potência de 1,1 MWp, está em processo de elaboração de edital. Os empreendimentos fazem parte do Projeto Minas Solar 2014 da Cemig. Com essa potência, a usina será capaz de atender, aproximadamente, 900 residências de médio porte.

Para que a eletricidade chegue à rede de transmissão, haverá uma subestação de alimentação situada dentro do estádio. De toda a energia produzida, 10% serão utilizados pela Cemig e o restante abastecerá o próprio complexo. A previsão é de que a tecnologia já funcione durante a Copa das Confederações.

Modelo alemão

A iniciativa de se instalar uma central geradora de energia a partir dos raios do sol no Mineirão e no Mineirinho foi inspirada nos estádios de Freiburg, considerada a capital solar da Alemanha, e de Berna, na Suíça, e nos estádios solares construídos para a Eurocopa 2008.

No Mineirão, a usina começou a ser montada em dezembro do ano passado, com os trabalhos de preparação e impermeabilização da cobertura para a montagem das estruturas metálicas de suporte das placas fotovoltaicas. A usina contribuirá para que o Mineirão seja reconhecido como uma edificação sustentável e obtenha a certificação de Green Building.

“A instalação da usina solar do Mineirão honra um calendário de ações sustentáveis implementadas na obra de modernização do estádio desde as primeiras demolições até os dias de hoje. Cerca de 90% dos resíduos sólidos gerados com a obra, por exemplo, tiveram destinações socioambientais responsáveis, como a terra, o metal  e o concreto. É um privilégio ter em funcionamento a primeira usina solar dos estádios da Copa de 2014”, destaca Tiago Lacerda, secretário de Estado Extraordinário da Copa (Secopa).

Durante a obra, cerca de 75 mil metros cúbicos de concreto foram britados e reutilizados para pavimentação de ruas de municípios vizinhos, 250 mil m³ de terra foram aproveitadas em recuperação de áreas degradadas em cavas de mineradoras na Região Metropolitana e em outras obras do estado. Mais de 50 mil cadeiras foram doadas para ginásios e estádios do interior do estado e toda a sucata metálica foi destinada a usinas de reciclagem. Dezoito mil metros quadrados de grama foram replantados no Plug Minas, no bairro Horto, com economia de R$ 130 mil para o estado. Além disso, foram implantados lava-rodas para limpeza dos caminhões na saída da obra para evitar sujeira no entorno do estádio, mas com um sistema ecoeficiente, com reaproveitamento da água por meio de caixas de decantação e bombas, com economia média de 18 mil litros de água por dia.


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Empresa alemã lança bike personalizada que brilha no escuro
Empresa alemã lança bike personalizada que brilha no escuro
Aquário de Ubatuba pesquisa espécie exótica de água-viva
Aquário de Ubatuba pesquisa espécie exótica de água-viva
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Fraldas de pano, do passado para um futuro sustentável
Fraldas de pano, do passado para um futuro sustentável
Poloneses transformam antigo reservatório em centro de esportes radicais
Poloneses transformam antigo reservatório em centro de esportes radicais
Espanha tem a maior construção com materiais reciclados do mundo
Espanha tem a maior construção com materiais reciclados do mundo
Empresa brasileira tem projeto inserido nos cases sustentáveis da ONU
Empresa brasileira tem projeto inserido nos cases sustentáveis da ONU
Saiba como e onde os LEDs devem ser utilizados
Saiba como e onde os LEDs devem ser utilizados
Pesquisadores desenvolvem primeiro medidor climático brasileiro
Pesquisadores desenvolvem primeiro medidor climático brasileiro
TOP 5 – Cidades do Futuro
TOP 5 – Cidades do Futuro
Trisoft planta árvores em escolas públicas de SP
Trisoft planta árvores em escolas públicas de SP
Praias brasileiras recebem certificação de qualidade ambiental
Praias brasileiras recebem certificação de qualidade ambiental
Santos perde ciclovia para diminuir o trânsito e ganhar mais carros
Santos perde ciclovia para diminuir o trânsito e ganhar mais carros
Instituto de finanças premia cases na área de sustentabilidade
Instituto de finanças premia cases na área de sustentabilidade
Aplicativo conecta pacientes e doadores de sangue
Aplicativo conecta pacientes e doadores de sangue
Brasileira vence competição internacional com projeto de "casa do futuro"
Brasileira vence competição internacional com projeto de "casa do futuro"
Como manter uma dieta saudável na praia
Como manter uma dieta saudável na praia
Aprenda a ser sustentável para driblar o aumento da gasolina
Aprenda a ser sustentável para driblar o aumento da gasolina
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
Prefeitura de SP estuda instalar ciclovias e ciclofaixas em vias secundárias da cidade
Prefeitura de SP estuda instalar ciclovias e ciclofaixas em vias secundárias da cidade