Aguarde...

Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer


Iniciativas de incentivo à leitura se espalham por todo o país. No Distrito Federal, a escritora Alessanda Roscoe defende o Aletramento Fraterno que consiste em ler para os filhos ainda durante a gravidez. O nome tem uma razão de ser: estimular o hábito da leitura em uma criança é uma tarefa que pode envolver toda a família.

Autora de 17 livros, a escritora conta que, desde a primeira gravidez, lê em voz alta para os filhos. Quando ficou grávida pela terceira vez, a parceria com o marido e os filhos se intensificou. “Aos poucos, meus filhos mais velhos e meu marido foram entrando no ritual e tivemos excelentes momentos lendo para a barriga”, diz.

Alessandra faz oficinas sobre o assunto e orienta “casais grávidos”. É dela também a ideia do clube de leituras para bebês, o Uni Duni Ler. “É maravilhoso ver como eles curtem, interagem e adquirem intimidade com as histórias e os livros”.

O clube surgiu em 2010 na creche da filha, Luiza. Cada um dos responsáveis pelas crianças comprou dois livros de uma lista de 30 para que o acervo fosse montado. Mesmo com a participação ativa dos pais, quem escolhe o que levar para casa são as crianças, nas cirandas literárias promovidas semanalmente. Alessandra esclarece que os bebês não leem, mas olham e folheiam os livros e até contam as histórias do seu jeito.

Atualmente, o clube tem 21 sócios efetivos e conta com os amigos do Uni Duni Ler, cerca de 200 pessoas. “O espaço do clube é restrito porque funciona em uma creche, mas promovemos encontros festivos, dos quais todos podem participar”. A escritora ressalta que nesses encontros, muitas vezes são trazidos convidados, no caso, os autores dos livros lidos no clube.

Segundo ela, é preciso respeitar o ritmo dos pequenos, que pedem para ler sempre as mesmas histórias. “Os estudos explicam que a repetição faz parte do desenvolvimento das crianças na primeira infância, elas pedem para ouvir a mesma história infinitas vezes por quererem ver se tudo será como da primeira vez, sentem-se seguras quando já conhecem o final”, ressalta.

A bancária Fernanda Martins Viana é mãe de dois sócios do clube: Carlos, mascote do grupo, de um ano e dez meses e Gabriel, de cinco anos. Para ela, a iniciativa tem que ser copiada. “Nós nos tornamos também leitores. Eu espero ansiosamente o dia do encontro, que me leva para o universo infantil.”

Segundo ela, o filho mais velho já expressa o quanto gosta e o mais novo já está totalmente à vontade nesse mundo. “Ele senta no colo de um pai, ouve um pouco, depois vai para outro. Carlos começa a ter uma intimidade com o livro, que não se torna uma obrigação.”

A criança que é incentivada a ler desde cedo vai criar com o livro uma relação de afeto, diferente daquele que é obrigada a ler. Por isso, a escritora defende que a ideia do clube do livro seja replicada. “É fácil, basta apenas ter uma mala com livros”.

As histórias da escritora surgem de situações que vive com os filhos e com outras crianças. Entre as obras publicadas estão A Fada Emburrada; O Jacaré Bile; O Menino Que Virou Fantoche; A Caixinha de Guardar o Tempo e o Guia de Leitura para Bebês e Pré-Leitores Uni Duni Ler, que já foi distribuído em creches e escolas públicas no Rio Grande do Sul.

Um dos livros de Alessandra, escrito com a filha Beatriz quando tinha cinco anos de idade, inspirou o curta-metragem de animação A Menina Que Pescava Estrelas, de 2008.

Por Ana Lúcia Caldas - Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Folha artificial aproveita o sol e a água para gerar energia limpa
Folha artificial aproveita o sol e a água para gerar energia limpa
Exposição Itinerante "A Mata Atlântica é aqui" chega ao Parque Ecológico do Tietê
Exposição Itinerante "A Mata Atlântica é aqui" chega ao Parque Ecológico do Tietê
Bahia incentiva descarte correto de remédios em farmácias
Bahia incentiva descarte correto de remédios em farmácias
Geração de energia solar em casa faz bem ao planeta e ao bolso
Geração de energia solar em casa faz bem ao planeta e ao bolso
Cartilha orienta como minimizar impactos de enchentes
Cartilha orienta como minimizar impactos de enchentes
Emissões globais de CO2 podem bater recorde e secretária da ONU pede ação urgente
Emissões globais de CO2 podem bater recorde e secretária da ONU pede ação urgente
Filipinos criam amplificador de bambu que não precisa de eletricidade
Filipinos criam amplificador de bambu que não precisa de eletricidade
Museu virtual do câncer realiza concurso sobre os perigos da má alimentação
Museu virtual do câncer realiza concurso sobre os perigos da má alimentação
Alunos com deficiência visual descobrem animais pelo tato
Alunos com deficiência visual descobrem animais pelo tato
Coleção ecológica de filha do ex-Beatle Paul McCartney tem destaque em Paris
Coleção ecológica de filha do ex-Beatle Paul McCartney tem destaque em Paris
Conheça as 10 melhores cidades para o uso da bike
Conheça as 10 melhores cidades para o uso da bike
Filipinas adotam táxis de bambu com biodiesel de coco
Filipinas adotam táxis de bambu com biodiesel de coco
Estudo mostra como é definido o comportamento social das formigas-de-fogo
Estudo mostra como é definido o comportamento social das formigas-de-fogo
Carregador solar gera energia ao entrar em contato com o vidro
Carregador solar gera energia ao entrar em contato com o vidro
Shorts jeans e sacos de dormir carregam celulares com o calor do corpo
Shorts jeans e sacos de dormir carregam celulares com o calor do corpo
Exposição interativa sobre natureza é reaberta em SP
Exposição interativa sobre natureza é reaberta em SP
Conheça a dieta do "homem das cavernas"
Conheça a dieta do "homem das cavernas"
Aplicativo urbano brasileiro é eleito o melhor do mundo
Aplicativo urbano brasileiro é eleito o melhor do mundo
Antiga fábrica de bolos é transformada em prédio residencial de frente para o mar
Antiga fábrica de bolos é transformada em prédio residencial de frente para o mar
3 dicas de cuidados com a alimentação no Carnaval
3 dicas de cuidados com a alimentação no Carnaval