Aguarde...

Leitura: um hábito que pode começar antes de nascer


Iniciativas de incentivo à leitura se espalham por todo o país. No Distrito Federal, a escritora Alessanda Roscoe defende o Aletramento Fraterno que consiste em ler para os filhos ainda durante a gravidez. O nome tem uma razão de ser: estimular o hábito da leitura em uma criança é uma tarefa que pode envolver toda a família.

Autora de 17 livros, a escritora conta que, desde a primeira gravidez, lê em voz alta para os filhos. Quando ficou grávida pela terceira vez, a parceria com o marido e os filhos se intensificou. “Aos poucos, meus filhos mais velhos e meu marido foram entrando no ritual e tivemos excelentes momentos lendo para a barriga”, diz.

Alessandra faz oficinas sobre o assunto e orienta “casais grávidos”. É dela também a ideia do clube de leituras para bebês, o Uni Duni Ler. “É maravilhoso ver como eles curtem, interagem e adquirem intimidade com as histórias e os livros”.

O clube surgiu em 2010 na creche da filha, Luiza. Cada um dos responsáveis pelas crianças comprou dois livros de uma lista de 30 para que o acervo fosse montado. Mesmo com a participação ativa dos pais, quem escolhe o que levar para casa são as crianças, nas cirandas literárias promovidas semanalmente. Alessandra esclarece que os bebês não leem, mas olham e folheiam os livros e até contam as histórias do seu jeito.

Atualmente, o clube tem 21 sócios efetivos e conta com os amigos do Uni Duni Ler, cerca de 200 pessoas. “O espaço do clube é restrito porque funciona em uma creche, mas promovemos encontros festivos, dos quais todos podem participar”. A escritora ressalta que nesses encontros, muitas vezes são trazidos convidados, no caso, os autores dos livros lidos no clube.

Segundo ela, é preciso respeitar o ritmo dos pequenos, que pedem para ler sempre as mesmas histórias. “Os estudos explicam que a repetição faz parte do desenvolvimento das crianças na primeira infância, elas pedem para ouvir a mesma história infinitas vezes por quererem ver se tudo será como da primeira vez, sentem-se seguras quando já conhecem o final”, ressalta.

A bancária Fernanda Martins Viana é mãe de dois sócios do clube: Carlos, mascote do grupo, de um ano e dez meses e Gabriel, de cinco anos. Para ela, a iniciativa tem que ser copiada. “Nós nos tornamos também leitores. Eu espero ansiosamente o dia do encontro, que me leva para o universo infantil.”

Segundo ela, o filho mais velho já expressa o quanto gosta e o mais novo já está totalmente à vontade nesse mundo. “Ele senta no colo de um pai, ouve um pouco, depois vai para outro. Carlos começa a ter uma intimidade com o livro, que não se torna uma obrigação.”

A criança que é incentivada a ler desde cedo vai criar com o livro uma relação de afeto, diferente daquele que é obrigada a ler. Por isso, a escritora defende que a ideia do clube do livro seja replicada. “É fácil, basta apenas ter uma mala com livros”.

As histórias da escritora surgem de situações que vive com os filhos e com outras crianças. Entre as obras publicadas estão A Fada Emburrada; O Jacaré Bile; O Menino Que Virou Fantoche; A Caixinha de Guardar o Tempo e o Guia de Leitura para Bebês e Pré-Leitores Uni Duni Ler, que já foi distribuído em creches e escolas públicas no Rio Grande do Sul.

Um dos livros de Alessandra, escrito com a filha Beatriz quando tinha cinco anos de idade, inspirou o curta-metragem de animação A Menina Que Pescava Estrelas, de 2008.

Por Ana Lúcia Caldas - Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Renzo Piano projeta moradia individual e sustentável
Renzo Piano projeta moradia individual e sustentável
Tecnologia dinamarquesa controla movimento de atletas e o transforma em energia
Tecnologia dinamarquesa controla movimento de atletas e o transforma em energia
Ciclistas pelados vão ocupar três cidades brasileiras no sábado
Ciclistas pelados vão ocupar três cidades brasileiras no sábado
Tribo da Indonésia constrói casas em árvores a 35 metros do chão
Tribo da Indonésia constrói casas em árvores a 35 metros do chão
Por que evitar o sabonete antibacteriano
Por que evitar o sabonete antibacteriano
2012 foi o ano mais quente na história dos EUA
2012 foi o ano mais quente na história dos EUA
Carro de corrida movido a hidrogênio vai de 0 a 100 km/h em 4 segundos
Carro de corrida movido a hidrogênio vai de 0 a 100 km/h em 4 segundos
SOS Mata Atlântica realiza concurso de fotografia de árvores em SP
SOS Mata Atlântica realiza concurso de fotografia de árvores em SP
Saiba como se engajar no dia "De Bike ao Trabalho"
Saiba como se engajar no dia "De Bike ao Trabalho"
Faber-Castell e Terracycle lançam promoção "Faxina nos Armários" para estudantes
Faber-Castell e Terracycle lançam promoção "Faxina nos Armários" para estudantes
Pesquisa prova que jovens brasileiros estão dispostos a lutar por causas ambientais
Pesquisa prova que jovens brasileiros estão dispostos a lutar por causas ambientais
Chefe de cozinha planeja bike tour gastronômico
Chefe de cozinha planeja bike tour gastronômico
Lei determina a retirada de ciclovias das calçadas de Sorocaba
Lei determina a retirada de ciclovias das calçadas de Sorocaba
Proposta de plantio de cana na Amazônia Legal é aprovada
Proposta de plantio de cana na Amazônia Legal é aprovada
Iniciativa de supermercados inibirá venda de carne procedente de área desmatada
Iniciativa de supermercados inibirá venda de carne procedente de área desmatada
Clube monta praia artificial na capital paulista
Clube monta praia artificial na capital paulista
Lei obriga instalação de semáforos movidos a energia solar e eólica em Maceió
Lei obriga instalação de semáforos movidos a energia solar e eólica em Maceió
Porto Alegre sedia 2º Fórum Mundial da Bicicleta
Porto Alegre sedia 2º Fórum Mundial da Bicicleta
Área na Amazônia boliviana entra na lista de prioridades internacionais
Área na Amazônia boliviana entra na lista de prioridades internacionais
Bahia incentiva descarte correto de remédios em farmácias
Bahia incentiva descarte correto de remédios em farmácias