Aguarde...

Hora do Planeta mobiliza cidades brasileiras




Pelo quinto ano consecutivo, o WWF-Brasil promove a Hora do Planeta, um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos. Neste sábado, dia 23, das 20h30 às 21h30, 113 Cidades, sendo 22 capitais, estarão mobilizadas com diversas atividades pela Hora do Planeta.

Na cidade-âncora Brasília serão apagadas as luzes da Esplanada dos Ministérios, do Congresso Nacional, da Catedral e de outros monumentos históricos. O público contará com a participação da banda regional Patubatê e do grupo DJs Criolina, no Museu Nacional da República, local do evento.

São Paulo também apagará as luzes de símbolos como a Ponte Estaiada, o Obelisco, o Mercado Municipal, o estádio do Pacaembu, o Monumento das Bandeiras, o Theatro Municipal, o Arco do Anhangabaú e a Biblioteca Mário de Andrade. Além disso, o grupo Vá de Bike reunirá ciclistas numa pedalada no centro da capital paulista. O circuito passará por três desses locais e monumentos paulistanos que ficarão às escuras durante a Hora do Planeta.

No Rio de Janeiro ficarão às escuras o Cristo Redentor, os Arcos da Lapa, a Orla de Copacabana e de Ipanema, o Arpoador, o Parque Garota de Ipanema, a Igreja da Penha e a Catedral Metropolitana.

Celebridades como o músico Tom Zé, a atriz Paolla Oliveira, o chef Alex Atala, entre muitos outros famosos vestiram a camisa em apoio à ação. A cantora Gaby Amarantos topou o desafio “Eu vou se você for” do WWF e prometeu ficar um dia inteiro longe da internet se 1000 pessoas curtissem a foto dela no Instagram. O cineasta Flávio Tambellini também embarcou no desafio e se propôs a usar bicicleta por um mês e plantar uma árvore por semana no Rio de Janeiro se 1000 pessoas fizessem o mesmo. Essas iniciativas, que já reuniram mais de quatro milhões de interações no YouTube, consistem na produção de um vídeo em que qualquer pessoa assume um compromisso e desafia outra com o objetivo de mudar o planeta.

Cerca de 50 empresas como Banco do Brasil, Lojas Renner, McDonald’s, Meliá Hotels também apoiaram a ação. O HSBC-Brasil realizará uma mobilização pela água do planeta em nove capitais brasileiras – São Paulo, Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Florianópolis, Recife, Goiânia, Campo Grande e Brasília. Colaboradores do banco realizarão atividades como plantio de mudas, recuperação de nascentes e medição da qualidade das águas dos rios. Além disso, dez prédios administrativos do HSBC ficarão às escuras.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Movimento Cyan lança sistema de descontos para quem economizar água
Movimento Cyan lança sistema de descontos para quem economizar água
WWF-Brasil promove exposição de fotos exclusivas da Amazônia
WWF-Brasil promove exposição de fotos exclusivas da Amazônia
Cientistas reafirmam que reforma do Código Florestal traz prejuízos ambientais
Cientistas reafirmam que reforma do Código Florestal traz prejuízos ambientais
Oficinas em Campo Grande capacitam educadores sobre biodiversidade
Oficinas em Campo Grande capacitam educadores sobre biodiversidade
Holanda quer importar 100% de soja responsável em quatro anos
Holanda quer importar 100% de soja responsável em quatro anos
Relatório sobre mudanças climáticas avalia impactos do fenômeno
Relatório sobre mudanças climáticas avalia impactos do fenômeno
WWF-Brasil promove eventos paralelos durante o V Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação
WWF-Brasil promove eventos paralelos durante o V Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação
Mudanças climáticas exigem ações urgentes de adaptação
Mudanças climáticas exigem ações urgentes de adaptação
Criada entidade para produzir soja com responsabilidade
Criada entidade para produzir soja com responsabilidade
Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado
Luz vermelha acesa: Texto do Código Florestal é aprovado pela CCJ no Senado
WWF-Brasil apóia criação de novas unidades de conservação no Pará
WWF-Brasil apóia criação de novas unidades de conservação no Pará
Conferência de Clima: Bali ameaçada
Conferência de Clima: Bali ameaçada
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
Contribuição do Arpa para o desenvolvimento do Brasil é reconhecida nos EUA
Contribuição do Arpa para o desenvolvimento do Brasil é reconhecida nos EUA
Quatro dias para o apagar das luzes. O que você vai fazer durante a Hora do Planeta?
Quatro dias para o apagar das luzes. O que você vai fazer durante a Hora do Planeta?
Olhares sobre a Água e o Clima: conheça os trabalhos premiados
Olhares sobre a Água e o Clima: conheça os trabalhos premiados
WWF-Brasil compõe grupo de pesquisadores para expedição científica no Tumucumaque
WWF-Brasil compõe grupo de pesquisadores para expedição científica no Tumucumaque
Ministro do Meio Ambiente promete apoio aos extrativistas
Ministro do Meio Ambiente promete apoio aos extrativistas
Novo Código Florestal ameaça biodiversidade
Novo Código Florestal ameaça biodiversidade
Fotografia ajuda trabalho de pesquisa da onça-pintada do Pantanal
Fotografia ajuda trabalho de pesquisa da onça-pintada do Pantanal