Aguarde...

Hora do Planeta em todas as regiões do Brasil




Iracema, a virgem dos lábios de mel, foi imortalizada nos versos do escritor José de Alencar e se tornou símbolo da cidade de Fortaleza. Agora, também será símbolo da Hora do Planeta. A estátua de Iracema, na lagoa de Messejana, na capital do Ceará, será um dos ícones a serem apagados no dia 27 de março, às 20h30.  Isso porque, a cidade de Fortaleza aderiu ao movimento global que, agora, estará bem representado em todas as regiões do país. 

A cidade, que foi a primeira no nordeste a anunciar sua participação na Hora do Planeta 2010, confirmou que irá desligar as luzes, além da estátua de Iracema, de mais cinco monumentos, entre eles o Arco da Praça Portugal, o monumento na Praça Regis Jucá, o Seminário da Prainha e a Coluna da Hora na Praça do Ferreira.

Vitória (ES) e Rio Branco (AC) também não vão ficar de fora. As capitais do Espírito Santo e Acre se juntaram às outras 2.124 cidades espalhadas em 115 países ao redor do mundo que irão desligar suas luzes para mostrar que se preocupam com o planeta.

Em Vitória, a Ponte da Passagem, o Morro do Penedo e as torres de transmissão dos bairros Jesus de Nazareth e Maria Ortiz ficarão no escuro durante a Hora do Planeta. Já em Rio Branco, o local a ser apagado será o Horto Florestal, onde está sediada a secretária municipal de meio ambiente.

Além das capitais, cidades em diversos estados do país estão apoiando o movimento. Até agora, a quase uma semana da grande noite, a Hora do Planeta 2010 no Brasil conta com a participação de 37 cidades, das quais 11 são capitais. O estado com o maior número de participações por enquanto é São Paulo, com 10 prefeituras engajadas, entre elas a capital, Barueri, Osasco, São José dos Campos, Pindamonhangaba e Taubaté que vai apagar sua estátua do Cristo Redentor.

Os últimos municípios confirmados são Quirinópolis, em Goiás; Poços de Caldas, em Minas Gerais; Viana, no Espírito Santo; Tibagi, no Paraná e Niterói, no Rio de Janeiro, que vai a apagar o Museu de Arte Contemporânea, desenhado pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer.  Além disso, o evento conta, até o momento, com a adesão de 1.089 empresas e 189 organizações, entre elas os patrocinadores oficiais do evento – a Coca-Cola Brasil, Walmart Brasil, o HSBC e a TIM – e a construtora Rossi, que também apoia o movimento.

“O movimento está crescendo muito a cada dia. Ainda resta uma semana para divulgar e mobilizar a sociedade a participar desse ato simbólico contra o aquecimento global e a favor da preservação dos ecossistemas, e tornar a Hora do Planeta 2010 ainda mais bonita que a do ano passado”, diz Regina Cavini, superintendente de Desenvolvimento Organizacional do WWF-Brasil, incentivando todos a se unirem ao mundo no dia 27 de março, às 20h30.

Participe você também. Cadastre-se e saiba como aderir e divulgar a Hora do Planeta 2010:
Site oficial e cadastro: www.horadoplaneta.org.br
Kit de mobilização: www.horadoplaneta.org.br/divulgue.php


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
Lançada iniciativa para financiar unidades de conservação em 40 milhões de hectares da Amazônia brasileira
Lançada iniciativa para financiar unidades de conservação em 40 milhões de hectares da Amazônia brasileira
Neozelandeses saem à frente da comunidade mundial na Hora do Planeta e vão além da hora
Neozelandeses saem à frente da comunidade mundial na Hora do Planeta e vão além da hora
Estudo mostra como aproveitar fontes renováveis para gerar energia elétrica
Estudo mostra como aproveitar fontes renováveis para gerar energia elétrica
Copa do mundo, cachoeira, jaguatirica e peixe gigante num só dia
Copa do mundo, cachoeira, jaguatirica e peixe gigante num só dia
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
ONGs se mobilizam contra nova tentativa de derrubada do Código Florestal
Unidades de conservação da Amazônia vão receber novos equipamentos
Unidades de conservação da Amazônia vão receber novos equipamentos
IPCC: Não há mais tempo a perder, é preciso combater as mudanças climáticas agora
IPCC: Não há mais tempo a perder, é preciso combater as mudanças climáticas agora
Município de Apiacás terá Casa de Meio Ambiente e Cultura
Município de Apiacás terá Casa de Meio Ambiente e Cultura
Música clássica em prol da Amazônia
Música clássica em prol da Amazônia
A difícil missão de proteger a Amazônia
A difícil missão de proteger a Amazônia
WWF-Brasil reúne projetos de conservação de todo o Brasil em oficina de Educação Ambiental
WWF-Brasil reúne projetos de conservação de todo o Brasil em oficina de Educação Ambiental
Estados entregam à União carta de criação do Mosaico da Amazônia Meridional
Estados entregam à União carta de criação do Mosaico da Amazônia Meridional
Audiência pública discute impactos da usina de Belo Monte
Audiência pública discute impactos da usina de Belo Monte
Áreas úmidas: mudanças no Código Florestal condenam ambiente e modos de vida à devastação
Áreas úmidas: mudanças no Código Florestal condenam ambiente e modos de vida à devastação
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
WWF-Brasil lança publicação voltada para madeira legal
WWF-Brasil lança publicação voltada para madeira legal
Nova revista do WWF-Brasil. Ajude a nomeá-la.
Nova revista do WWF-Brasil. Ajude a nomeá-la.
Gestão de mosaicos de áreas protegidas volta a ser tema de debate em Manaus
Gestão de mosaicos de áreas protegidas volta a ser tema de debate em Manaus
Ministra Marina Silva visita Exposição Itinerante do WWF-Brasil
Ministra Marina Silva visita Exposição Itinerante do WWF-Brasil