Aguarde...

Governo do Amapá lança Plano de combate ao desmatamento




Com objetivo de garantir a manutenção do principal ativo do Amapá, suas florestas nativas, o governo do Amapá lançou, ontem, em parceria com o WWF-Brasil, o Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento e Queimadas do Estado do Amapá (PPCDAP). Durante o lançamento, realizado na sede da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA), o governo prometeu para o dia 2 de agosto o decreto de criação do grupo de trabalho (GT) de implementação do plano de prevenção.

Em meio aos grandes desafios enfrentados pelo Brasil para frear o desmatamento e a retirada de madeira ilegal na Amazônia, o plano busca integrar instrumentos de monitoramento e controle com incentivos a práticas sustentáveis, fortalecer os sistemas estaduais de gestão florestal, agropecuária, fundiária e ambiental, além do principal foco: combater o desmatamento no Amapá.

O PPCDAP foi realizado pelo governo do Estado, através da Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e da SEMA, em parceria com o WWF-Brasil e o grupo de cooperação alemão, GTZ; além de ter contado com o apoio do Ministério do Meio Ambiente e do Ministério Público do Estado. Ele é resultado de uma série de estudos feitos em parceria com todos os órgãos envolvidos para a elaboração de uma matriz de programas e ações a serem realizados.

A publicação do Plano apresenta um breve histórico de formação do Estado do Amapá, incluindo população, economia e setores estratégicos para o plano de prevenção e combate ao desmatamento; caracterização das áreas protegidas; e um panorama da situação fundiária; foco na gestão florestal, incluindo potencial do setor e órgãos de gestão. O último capítulo trata do monitoramento e controle, considerado o principal eixo do Plano.

O PPCDAP também apresenta programas de monitoramento do desmatamento; de implementação, fortalecimento, e ampliação do conjunto de unidades de conservação –das esferas federal, estadual e municipal –; de promoção do uso sustentável das florestas; e de fortalecimento da gestão estadual e governamental.

Histórico de elaboração

No início de 2009, motivado por demanda do governo federal, por meio do Ministério do Meio Ambiente (MMA), o governo do Estado do Amapá criou o Grupo de Trabalho responsável pela elaboração do Plano de Prevenção e Controle do Desmatamento no Estado do Amapá (Decreto Estadual número 843, de 06 de março de 2009). O GT contou com a participação de 14 entidades. A SEMA foi responsável pela coordenação dos trabalhos do GT.

A partir da formação do GT, foram realizadas reuniões em todos os municípios do Amapá para divulgar a proposta e colher contribuições dos governos locais. Com essas colaborações, foi elaborada a primeira proposta para o Plano Estadual.

Em agosto, por intermédio do WWF-Brasil, o governo do Amapá passou a contar com um corpo de consultores para a elaboração do diagnóstico,e consolidação da proposta preliminar e para submetê-la à consulta pública. A consulta pública foi realizada em setembro e, a partir daí, as contribuições qualificadas foram incorporadas ao Plano e as metas das principais ações foram definidas.

Termo de doação

No mesmo evento de lançamento do Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento foi assinado o termo de doação do WWF-Brasil para a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do rio Iratapurú. Os recursos são oriundos do Fundo Gradual Amazônia Viva, fruto de uma parceria coorporativa entre o WWF-Brasil e a Gradual Investimentos. O fundo visa garantir recursos para projetos que têm o objetivo de promover a conservação da natureza e o uso sustentável dos recursos naturais do bioma amazônico.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Semana do Meio Ambiente termina com propostas e soluções no Rio de Janeiro
Semana do Meio Ambiente termina com propostas e soluções no Rio de Janeiro
Comprar ou não comprar, eis a questão
Comprar ou não comprar, eis a questão
Veja quem votou contra ou a favor das alterações no Código Florestal
Veja quem votou contra ou a favor das alterações no Código Florestal
Produzindo carne com mais eficiência e menos impacto no Pantanal
Produzindo carne com mais eficiência e menos impacto no Pantanal
WWF-Brasil anuncia ganhadores do concurso "Vá para a Amazônia com o WWF-Brasil"
WWF-Brasil anuncia ganhadores do concurso "Vá para a Amazônia com o WWF-Brasil"
Trajetória de Nogueira-Neto lançada na capital federal
Trajetória de Nogueira-Neto lançada na capital federal
Câmara dos Deputados apaga as luzes por um mundo melhor
Câmara dos Deputados apaga as luzes por um mundo melhor
Criada entidade para produzir soja com responsabilidade
Criada entidade para produzir soja com responsabilidade
Rio+20 tem que garantir que o futuro seja sustentável e justo
Rio+20 tem que garantir que o futuro seja sustentável e justo
WWF-Brasil discute áreas prioritárias de conservação na Amazônia na COP9 da CDB
WWF-Brasil discute áreas prioritárias de conservação na Amazônia na COP9 da CDB
Expresse suas idéias!
Expresse suas idéias!
Investir em tecnologias limpas é lucrativo
Investir em tecnologias limpas é lucrativo
2012, um ano de resultados para o Água Brasil
2012, um ano de resultados para o Água Brasil
Hora do Planeta em todas as regiões do Brasil
Hora do Planeta em todas as regiões do Brasil
Cientistas discutem reforma do Código Florestal e apontam falhas no substitutivo de Aldo Rebelo
Cientistas discutem reforma do Código Florestal e apontam falhas no substitutivo de Aldo Rebelo
Bolsas de estudo em conservação
Bolsas de estudo em conservação
Comitês de bacia aprovam moção contra mudanças no Código Florestal
Comitês de bacia aprovam moção contra mudanças no Código Florestal
Equipe faz maratona para chegar em Alta Floresta
Equipe faz maratona para chegar em Alta Floresta
Inscrições para o Prêmio Varejo Sustentável se encerram amanhã
Inscrições para o Prêmio Varejo Sustentável se encerram amanhã
Pegada Ecológica das cidades é tema de debate na USP
Pegada Ecológica das cidades é tema de debate na USP