Aguarde...

Expedição científica pode gerar novas descobertas para a Ciência




Cerca de 30 pessoas formam a equipe, que percorre o setor Sul da unidade de conservação, no Norte do Mato Grosso. Quatro gestores do parque, funcionários do ICMBio, participam da expedição, acompanhando os trabalhos realizados por 16 pesquisadores, dividos entre as áreas de: artrodopofauna; ictiofauna; mastofauna; avifauna; herpetofauna; vegetação e uso público. Cinco piloteiros e uma cozinheira da região completam o time. Todo trabalho está sendo registrado por profissionais de comunicação, com vasta experiência em Amazônia: Adriano Gambarini, fotógrafo; Robson Maia, cinegrafista e diretor de fotografia; Cléber Maia, assistente e a jornalista Denise Cunha, comunicadora do Programa de Áreas Protegidas e Apoio ao Arpa, do WWF-Brasil.

Organizar uma expedição de tal magnitude não é tarefa simples. De difícil acesso, para alcançar a região a ser estudada, parte da equipe segue 406 km de caminhão (Mercedes Bens 1979!) e em uma pick up, que transporta dois barcos com motores de popa de 25 hp, um motor gerador, 22 barracas, equipamentos para as pesquisas, comida e muito mais. Um avião monomotor com capacidade para cinco passageiros faz o transporte do restante da equipe: pesquisadores, gestores do parque e comunicadores. Todo material de comunicação gerado durante a expedição será disponibilizado para o banco de imagens do ICMBio.

Um acampamento grande montado próximo à região do garimpo do Juruena serve de base fixa para os pesquisadores, que se locomovem de barcos e voadeiras até, no máximo, um ponto acima da cachoeira do Salto Augusto. Alguns deles devem montar bases menores dentro da mata, onde passarão alguns dias desenvolvendo suas pesquisas.

Pouquíssimos estudos científicos foram registrados para a área a ser pesquisada. “A expectativa é grande quanto à possibilidade de serem encontradas novas espécies para a ciência, já que a expedição percorrerá uma região com rara pesquisa científica registrada”, afirmou Marcos Pinheiro, técnico de conservação do WWF-Brasil e coordenador das ações do WWF-Brasil na região do Parque Nacional do Juruena.

A segunda expedição está prevista para o segundo trimestre do próximo ano e deverá contemplar estudos científicos no setor Norte do Parque Nacional do Juruena, localizado no estado do Amazonas.

Relatos, curiosidades, fotos e possíveis novas descobertas poderão ser acompanhados pelo site do WWF-Brasil, a partir do dia 07 de dezembro.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



O inesperado pantanal mineiro
O inesperado pantanal mineiro
Dois projetos de MDL são selecionados para receber apoio do Gold Standard
Dois projetos de MDL são selecionados para receber apoio do Gold Standard
Escolas são incubadoras de mudanças sociais
Escolas são incubadoras de mudanças sociais
São Paulo apagará as luzes na Hora do Planeta 2011
São Paulo apagará as luzes na Hora do Planeta 2011
Mudanças nas discussões do clima
Mudanças nas discussões do clima
Para cientistas, discussão sobre Código precisa ser aprofundada
Para cientistas, discussão sobre Código precisa ser aprofundada
Agentes ambientais voluntários: conscientização e conservação
Agentes ambientais voluntários: conscientização e conservação
Mapa revela situação do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu
Mapa revela situação do Mosaico Sertão Veredas-Peruaçu
Participe da campanha pela preservação das araucárias
Participe da campanha pela preservação das araucárias
Programa Madeira é Legal une esforços de diferentes setores para incentivar o uso de madeira legal e certificada
Programa Madeira é Legal une esforços de diferentes setores para incentivar o uso de madeira legal e certificada
Parceiro do WWF-Brasil recebe prêmio
Parceiro do WWF-Brasil recebe prêmio
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil lança estratégia de desenvolvimento em Apuí (AM)
WWF-Brasil lança estratégia de desenvolvimento em Apuí (AM)
Pesquisadores avaliam impactos sócio-econômicos da pesca profissional no Pantanal
Pesquisadores avaliam impactos sócio-econômicos da pesca profissional no Pantanal
Mobilização para deter as mudanças climáticas
Mobilização para deter as mudanças climáticas
Apesar de conhecer como economizar água, brasileiro desperdiça valioso recurso natural
Apesar de conhecer como economizar água, brasileiro desperdiça valioso recurso natural
Um futuro para o Cerrado
Um futuro para o Cerrado
Empresas assumem papel primordial na mobilização para a Hora do Planeta 2010
Empresas assumem papel primordial na mobilização para a Hora do Planeta 2010
Internautas engajados na Hora do Planeta
Internautas engajados na Hora do Planeta
Parna Montanhas do Tumucumaque abre concurso para escolha de marca
Parna Montanhas do Tumucumaque abre concurso para escolha de marca