Aguarde...

Evento discute conservação da Amazônia e proteção do clima com empresários




Cerca de 40 representantes de instituições e universidades de cinco países (Brasil, Alemanha, Estados Unidos, Japão e África do Sul) reuniram-se na quinta-feira, 30 de agosto, por meio de videoconferência, no evento "Aliança Global para a Proteção da Amazônia e do Clima". Iniciativa da Câmara Brasil-Alemanha, com o apoio do WWF-Brasil e do WWF-Alemanha, o evento teve por finalidade sensibilizar empresários brasileiros, principalmente os ligados às empresas alemãs, para a causa ambiental. Para abrir a videoconferência, o presidente do conselho WWF-Alemanha, Prof. Dr. Detlev Drenckhan, trouxe uma mensagem do Presidente alemão Horst Köhler.

“O reconhecimento de que a floresta é parte do patrimônio natural da humanidade renovou minha convicção de que a comunidade internacional deve unir esforços e agir para proteger e conservar a floresta amazônica”, escreveu o Presidente alemão em trecho de sua carta, na qual elogiou a iniciativa do encontro, mostrando-se solidário à causa ambiental. O Presidente também afirmou que durante sua última viagem ao Brasil, em março de 2007, teve a oportunidade de conhecer de perto a riqueza da fauna e flora da Amazônia brasileira e os perigos que a atingem.

Ao fim do encontro entre os países o vice-presidente executivo da Câmara Brasil-Alemanha, Thomas Timm, disse que “as apresentações mostram como estamos envolvidos com a causa ambiental em todo o mundo e a mensagem do Presidente alemão reflete não só a preocupação da Alemanha, mas também das empresas alemãs atuantes no Brasil com as questões ligadas ao meio ambiente e ao aquecimento global”.

O WWF-Brasil esteve representado no evento pela sua secretária-geral, Denise Hamú, e pelo presidente de seu Conselho Diretor, Álvaro de Souza, que afirmou na sua apresentação: “Por filosofia o WWF-Brasil não trabalha sozinho. Para nós, cooperar é muito melhor do que competir. Por isso, estamos confiantes com essa primeira iniciativa de aproximação com a comunidade de negócios alemã no Brasil”.

Já o Ministério do Meio Ambiente enviou ao evento sua a secretária de Biodiversidade e Florestas, Maria Cecília de Britto, e o coordenador do Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), Ronaldo Weigand. Entre as empresas participantes estavam Faber-Castell, Mercedes Benz, Henkel, Osram, Prensas Schuller, entre outras.

Áreas Protegidas da Amazônia - Durante o encontro algumas iniciativas de conservação da natureza foram apresentadas, entre elas destaca-se o Arpa (Programa Áreas Protegidas da Amazônia). Considerado uma das maiores iniciativas de proteção da diversidade biológica do planeta, o Arpa é implementado por uma parceria entre o Ministério do Meio Ambiente, Ibama, governos estaduais da Amazônia, GEF (Fundo Global para o Meio Ambiente), Banco Mundial, KfW (Banco de Desenvolvimento Alemão), GTZ (Agência de Cooperação Alemã), WWF-Brasil e Funbio (Fundo Brasileiro para a Biodiversidade), com apoio de empresas brasileiras, como O Boticário e Natura. Sua meta é proteger, pela criação, implementação e consolidação, 50 milhões de hectares de unidades de conservação, até 2013, tanto de uso sustentável, quanto de proteção integral, uma área de florestas equivalente ao território da Espanha ou a duas vezes o Estado de São Paulo.

“Áreas protegidas seguram a ameaça de devastação que está sempre presente”, afirmou o presidente do Conselho Administrativo da Natura, Guilherme Leal, durante sua palestra no evento. Como uma das principais empresas brasileiras doadoras do Arpa, Leal explicou que a Natura acredita ter papel fundamental nos desafios globais da atualidade. “Isso é uma questão de consciência e inteligência”, disse ele, completando que o diferencial do Arpa é sua composição que permite tanto a doação para o trabalho imediato com unidades de conservação, quanto doações de recursos para o FAP (Fundo de Áreas Protegidas) – um fundo fiduciário de capitalização permanente cujo rendimento será usado para financiar os custos de manutenção e proteção de unidades de conservação, depois que elas sejam consolidadas, durante e após o término do programa.

“O Arpa é um programa confiável e eficaz. Não só pela sua composição, mas também pela transparência garantida pela participação conjunta do governo, organizações da sociedade civil e setor privado”, finalizou Leal.

Cooperação Brasil-Alemanha - Desde o final de 2005, uma parceria entre WWF-Brasil, uma organização da sociedade civil brasileira, e WWF-Alemanha, ambas pertencentes à maior rede de conservação da natureza no mundo, a Rede WWF, possibilitou um apoio mais eficaz ao Arpa na consolidação de unidades de conservação na região norte do Mato Grosso e sudeste do Amazonas. "Considerada como de extrema importância para a conservação da natureza, devido a sua alta biodiversidade, esta região apresenta interessante potencial de desenvolvimento sustentável e elevado grau de pressão antrópica com atividades ilegais como a grilagem de terras e o desmatamento", afirmou o Superintendente de Conservação de Programas Regionais do WWF-Brasil, Cláudio Maretti.

Com foco no Parque Nacional do Juruena e o Mosaico de Unidades de Conservação Estaduais de Apuí, além do Parque Estadual Igarapés do Juruena e da Reserva Ecológica de Apiacás, a parceria foi iniciada com uma expedição de reconhecimento da área em meados de 2006. A partir de 2007, com metas e objetivos de conservação definidos, um plano de trabalho resultou em investimentos mínimos de aproximadamente 1,5 milhões de Euros na região. Recursos utilizados, majoritariamente, na consolidação dessas unidades de conservação.

Para celebrar essa parceria, o WWF-Alemanha, durante o evento "Aliança Global pela Proteção da Amazônia e do Clima", nomeou o casal de cantores alemães John Kelly e Maite Itoiz como embaixadores do WWF-Alemanha para o Parque Nacional do Juruena. A indicação se deu graças a iniciativa da dupla de doar 1 Euro de cada cd vendido “Contos da Floresta Secreta” para as atividades do WWF-Brasil na região. “Nossa filosofia tem muita ligação com as ações desenvolvidas pela Rede WWF. Consideramos o trabalho em conjunto fundamental para conservação da Amazônia, a qual chamamos de a mãe do planeta”, destacou o casal de cantores, entusiasmados com a viagem à Amazônia que fariam no dia seguinte.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (2)

Álbum de fotos (2)

Marcadores

Comentários



Nokia e WWF-Brasil se unem em projeto para enfrentar mudanças climáticas na Amazônia
Nokia e WWF-Brasil se unem em projeto para enfrentar mudanças climáticas na Amazônia
WWF alerta cúpula de biodiversidade: valorizar a Natureza é o melhor meio de protegê-la
WWF alerta cúpula de biodiversidade: valorizar  a Natureza é o melhor meio de protegê-la
Negociações de clima não podem falhar
Negociações de clima não podem falhar
Áreas protegidas: Soluções Naturais para a crise de mudanças climáticas
Áreas protegidas: Soluções Naturais para a crise de mudanças climáticas
Monitoramento mostra resultados positivos da Moratória da Soja
Monitoramento mostra resultados positivos da Moratória da Soja
Corra pelo planeta
Corra pelo planeta
WWF-Brasil lança publicação técnica sobre importância ecológica da Mata Atlântica
WWF-Brasil lança publicação técnica sobre importância ecológica da Mata Atlântica
Campanha pelas florestas continua e ganha força na Rio+20
Campanha pelas florestas continua e ganha força na Rio+20
Votação do Código é adiada: sociedade deve manter-se vigilante
Votação do Código é adiada: sociedade deve manter-se vigilante
WWF-Brasil e Embrapa formalizam parceria com termo de cooperação nacional
WWF-Brasil e Embrapa formalizam parceria  com termo de cooperação nacional
Governo planeja construir sete hidrelétricas na bacia do rio Aripuanã
Governo planeja construir sete hidrelétricas na bacia do rio Aripuanã
2º Seminário Internacional de Marketing Relacionado a Causas
2º Seminário Internacional de Marketing Relacionado a Causas
Clima precisa de mais peso na agenda política
Clima precisa de mais peso na agenda política
Campanha contra pesca ilegal no Acre será lançada em 30 de novembro
Campanha contra pesca ilegal no Acre será lançada em 30 de novembro
Começa recuperação do Córrego Guariroba, em Campo Grande
Começa recuperação do Córrego Guariroba, em Campo Grande
Pegada ecológica é tema de palestra na Casa do Artesão em Corumbá (MS)
Pegada ecológica é tema de palestra na Casa do Artesão em Corumbá (MS)
Muitos pássaros e o boto-cor-de-rosa
Muitos pássaros e o boto-cor-de-rosa
Piquenique, cinema e Código Florestal agitam fim de semana paulistano
Piquenique, cinema e Código Florestal agitam fim de semana paulistano
Curso capacita gestores de UCs do Mato Grosso do Sul
Curso capacita gestores de UCs do Mato Grosso do Sul
Internautas engajados na Hora do Planeta
Internautas engajados na Hora do Planeta