Aguarde...

Efeito estufa preocupa empresas do setor financeiro




Brasília - Uma pesquisa feita pelo grupo financeiro Allianz em parceria com o WWF Internacional indica que empresas do setor financeiro terão que avaliar sistematicamente os riscos de aquecimento global. Essa preocupação com as mudanças climáticas está diretamente ligada ao rápido crescimento dos danos ligados ao efeito estufa.

"O resultado da pesquisa é muito importante, já que o setor financeiro poderá ter um papel fundamental na redução das emissões de gás poluentes e na fomentação da eficiência energética e de energias renováveis", diz Denise Hamú, Secretária Geral do WWF-Brasil.

A Allianz – uma das maiores seguradoras e instituições financeiras do mundo – prevê que os prêmios de seguros poderão subir para cobrir os riscos financeiros associados ao efeito estufa. "Para as seguradoras, o aquecimento global aumenta o potencial de danos a propriedades, de 2 a 4% ao ano. Em alguns casos, isso pode resultar num custo final mais alto, já que as modalidades de seguro precisam ajustar-se à crescente gravidade das mudanças climáticas”, diz Andrew Torrance, CEO de Allianz Cornhill, subsidiária britânica do grupo. A Allianz prometeu aumentar seus investimentos no setor de energia renovável em de 300 milhões a 500 millhões de euros nos próximos cinco anos.

Em preparação para a cúpula do G8, que acontecerá entre os dias 6 e 8 de julho em Glenagles, na Escócia, o WWF Internacional e a Allianz fizeram um apelo aos líderes das nações participantes para que adotem medidas a longo prazo para reduzir o efeito estufa. O G8 reúne os sete países mais industrializados do mundo (EUA, Canadá, Japão, França, Alemanha, Grã-Bretanha e Itália) e a Rússia. O Brasil participará do encontro como convidado.

“As empresas precisam assumir sua parcela de responsabilidade, mas para que isso aconteça é preciso estabelecer uma direção política clara a longo prazo”, diz Denise Hamú. “O Presidente Lula deve apoiar uma coalizão global entre os maiores emissores do mundo para manter o aumento do aquecimento global abaixo de 2 graus. É preciso também lançar um grande plano de ação e de investimentos em eficiência energética e de luta contra o desmatamento, baseado no Protocolo de Kyoto”.

As mudanças climáticas e a pobreza na África são as duas grandes prioridades do próximo encontro do G8. Apesar disso, o governo dos EUA ainda questiona os argumentos de cientistas sobre o aquecimento da atmosfera causado, em grande parte, pela queima de combustíveis fósseis como carvão, petróleo e gás natural.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



No Japão, a vez dos pescados eco-certificados
No Japão, a vez dos pescados eco-certificados
Investigando a Biodiversidade atinge público de 650 professores e ganha Blog
Investigando a Biodiversidade atinge público de 650 professores e ganha Blog
Nova revista do WWF-Brasil. Ajude a nomeá-la.
Nova revista do WWF-Brasil. Ajude a nomeá-la.
Exposição sobre recursos hídricos segue viagem para COP8 em Curitiba
Exposição sobre recursos hídricos segue viagem para COP8 em Curitiba
Fórum Global reúne cadeia de produção da soja
Fórum Global reúne cadeia de produção da soja
WWF-Brasil lança blog sobre Unidades de Conservação
WWF-Brasil lança blog sobre Unidades de Conservação
Hora do Planeta 2013 registra apoio de 113 cidades
Hora do Planeta 2013 registra apoio de 113 cidades
Palmas, gritos e poesia saudaram a chegada da Hora do Planeta em Manaus
Palmas, gritos e poesia saudaram a chegada da Hora do Planeta em Manaus
Comissão de Constituição e Justiça apresenta parecer sobre reforma do Código Florestal
Comissão de Constituição e Justiça apresenta parecer sobre reforma do Código Florestal
Países debatem repartição de benefícios da biodiversidade
Países debatem repartição de benefícios da biodiversidade
Governo de Goiás propõe a criação de três parques no Cerrado
Governo de Goiás propõe a criação de três parques no Cerrado
Nota pública: Código Florestal, Desmatamento Zero e competividade agrícola
Nota pública: Código Florestal, Desmatamento Zero e competividade agrícola
WWF-Brasil mostra que a floresta está na cidade
WWF-Brasil mostra que a floresta está na cidade
Texto da ONU sobre clima será apresentado pela primeira vez
Texto da ONU sobre clima será apresentado pela primeira vez
WWF-Brasil elogia estudo de clima lançado pelo Ministério do Meio Ambiente
WWF-Brasil elogia estudo de clima lançado pelo Ministério do Meio Ambiente
Ministro alemão lembra saída de Marina Silva do MMA e pede comprometimento de Carlos Minc
Ministro alemão lembra saída de Marina Silva do MMA e pede comprometimento de Carlos Minc
ONGs ambientalistas discutem com Carlos Minc Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia
ONGs ambientalistas discutem com Carlos Minc Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia
Agricultura familiar repudia mudanças no Código Florestal
Agricultura familiar repudia mudanças no Código Florestal
WWF-Brasil e ICMBio inauguram base flutuante no Parna do Juruena
WWF-Brasil e ICMBio inauguram base flutuante no Parna do Juruena
Texto do Código é aprovado por comissões em meio a violência contra estudantes
Texto do Código é aprovado por comissões em meio a violência contra estudantes