Aguarde...

Desmatamento: boas novas e velhos problemas




A redução estimada em 11% na taxa de desmatamento na Amazônia feita hoje pelo governo federal deve ser reconhecida como uma boa notícia. No entanto, ainda não é possível comemorar, pois uma área de 16.700 quilômetros quadrados é um número bastante alto. Os dados revelados nesta terça-feira, 05/09, são referentes ao período de 1º de agosto de 2005 a 1º de agosto de 2006. O combate a atividades ilegais e o início de incentivo de políticas para se criar uma economia regional de base florestal são exemplos de boas ações por parte do governo federal que devem ser levadas adiante.

Infelizmente, essas ações são pontuais e é preciso que haja mais agilidade e harmonia ao integrar as políticas ambientais e de desenvolvimento do governo. Um claro exemplo disso é a demora no ordenamento territorial na Área sob Limitação Administrativa Provisória (ALAP) da BR-319, que liga Manaus (AM) a Porto Velho (RO). “É preciso fazer a destinação das terras na região de influência da rodovia, reservando áreas suficientes para a proteção e uso sustentável dos recursos naturais, pois é uma área de grande conflito”, afirma Denise Hamú, Secretária-Geral do WWF-Brasil.

É preciso mirar-se no exemplo de ordenação territorial feito em outras áreas de conflito como a criação de 18 unidades de conservação entre junho de 2005 e junho de 2006 na região amazônica. Cerca de 13,5 milhões de hectares de floresta amazônica foram protegidos com essas medidas. Dessas áreas, 11 são apoiadas pelo Programa Áreas Protegidas da Amazônia (Arpa), o que representa 8 milhões de hectares. “O apoio desse programa inclui a manutenção das unidades de conservação a longo prazo e com isso também estimula a criação de novas áreas”, explica Cláudio Maretti, Coordenador do Programa Áreas Protegidas e Apoio ao Arpa do WWF-Brasil.

A sociedade também é responsável pela degradação da Amazônia. Ao comprar madeira, carne bovina e soja de origem desconhecida ou duvidosa, o consumidor no Brasil ou em qualquer parte do mundo está contribuindo para que o desmatamento e os conflitos sociais na Amazônia continuem altos. “É importante que os grandes atacadistas e os pequenos consumidores estejam atentos ao que compram para não estimularem, mesmo que indiretamente, ações como a grilagem de terras e o desmatamento”, alerta Leonardo Lacerda, Superintendente de Conservação do WWF-Brasil.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



Entidades ambientalistas e movimentos camponeses protestam contra a votação do Código
Entidades ambientalistas e movimentos camponeses protestam contra a votação do Código
22 de maio: Dia da Biodiversidade
22 de maio: Dia da Biodiversidade
Hora do Planeta 2010: agora em 15 capitais brasileiras
Hora do Planeta 2010: agora em 15 capitais brasileiras
Acordo climático em risco: Lula, é hora de agir!
Acordo climático em risco: Lula, é hora de agir!
Mais impulso à iniciativa particular de conservação
Mais impulso à iniciativa particular de conservação
G8+5 chega a consenso histórico, mas ainda é pouco para deter o aquecimento global
G8+5 chega a consenso histórico, mas ainda é pouco para deter o aquecimento global
A natureza guia a pesquisa na expedição científica do Juruena
A natureza guia a pesquisa na expedição científica do Juruena
Encontro em São Paulo discute padrões globais de cuidados com a água
Encontro em São Paulo discute padrões globais de cuidados com a água
Mercado brasileiro já paga mais por produtos certificados
Mercado brasileiro já paga mais por produtos certificados
Política Ambiental no Brasil à beira do abismo
Política Ambiental no Brasil à beira do abismo
Certificação FSC ganha força na indústria da construção
Certificação FSC ganha força na indústria da construção
Visitantes da ExpoMs fazem teste da pegada ecológica
Visitantes da  ExpoMs fazem teste da pegada ecológica
Biocombustíveis para aviação devem ser certificados
Biocombustíveis para aviação devem ser certificados
Além de capitais, cidades menores apoiam
Além de capitais, cidades menores apoiam
WWF-Brasil e HSBC comemoram conquistas do Programa Água para a Vida em dez anos de parceria
WWF-Brasil e HSBC comemoram conquistas do  Programa Água para a Vida em dez anos de parceria
Curso trouxe técnicas para conservação da água no DF
Curso trouxe técnicas para conservação da água no DF
‘Case’ da Rede WWF é selecionado para Guia de Marketing Relacionado a Causas
‘Case’ da Rede WWF é selecionado para Guia de Marketing Relacionado a Causas
Hora do Planeta já conta com 120 cidades e se prepara bater novo recorde nesta sexta (30)
Hora do Planeta já conta com 120 cidades e se prepara bater novo recorde nesta sexta (30)
Parceiro do WWF-Brasil recebe prêmio
Parceiro do WWF-Brasil recebe prêmio
Tensão em alta na fronteira com a Guiana Francesa
Tensão em alta na fronteira com a Guiana Francesa