Aguarde...

Designer canadense transforma taças quebradas em luminárias


A designer canadense Tat Chao encontrou uma maneira de reaproveitar taças de vinho ou champanhe que tiveram suas bases quebradas. Nas mãos da artista, os resíduos se transformam em belas luminárias de LED.

É bastante comum que durante festas as pessoas mais desatentas quebrem taças ou que, por algum defeito durante o processo de fabricação, algumas delas fiquem defeituosas. Ao invés de serem descartadas ou enviadas à reciclagem, elas podem simplesmente ser reaproveitadas, ganhando novas utilidades.

Para cada um dos exemplares da coleção “Bipolar” Tat utiliza duas taças que tenham o mesmo formato, mas que estejam ambas sem o apoio. Após fazer o acabamento nos locais onde antes existia a haste de apoio da taça, a artista une os dois recipientes pela borda superior. Com uma lâmpada instalada internamente, o trabalho é finalizando com uma faixa de aço, por onde as taças serão fixadas e presas ao fio condutor de energia.

A ideia para este trabalho veio a partir de um projeto mais antigo de Tat, que consiste em utilizar os recipientes de vidro para montar castiçais. As peças ficam elegantes e combinam com qualquer ambiente.

No caso da coleção “Bipolar” o tamanho das luminárias varia de acordo com a disponibilidade de taças e é possível utilizar luzes coloridas. Para as taças em que a base circular está em bom estado, é possível reaproveitá-las para a fabricação de piões e ioiôs. Com informações do Inhabitat.

Fonte: CicloVivo


Álbum (2)

Álbum de fotos (2)

Marcadores

Comentários



Brasileiros constroem casas ecológicas em 1/4 do tempo das convencionais
Brasileiros constroem casas ecológicas em 1/4 do tempo das convencionais
Dia Mundial do combate ao câncer: conheças algumas causas da doença e previna-se
Dia Mundial do combate ao câncer: conheças algumas causas da doença e previna-se
Brasil tem potencial para reduzir desperdício de água e energia
Brasil tem potencial para reduzir desperdício de água e energia
Senac lança livro: Liderança é Global – cocriando um mundo mais humano e sustentável
Senac lança livro: Liderança é Global – cocriando um mundo mais humano e sustentável
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
Ônibus-biblioteca supre falta de espaços de leitura em bairros periféricos de SP
Japonesas criam estacionamento subterrâneo para bicicletas
Japonesas criam estacionamento subterrâneo para bicicletas
Alckmin lança Programa São Paulo Orgânico
Alckmin lança Programa São Paulo Orgânico
Rondoniense cria vaso sanitário ecológico que não precisa de água
Rondoniense cria vaso sanitário ecológico que não precisa de água
Britânicos projetam papamóvel movido a pedaladas
Britânicos projetam papamóvel movido a pedaladas
NASA financia impressora 3D de alimentos para combater fome e desperdício
NASA financia impressora 3D de alimentos para combater fome e desperdício
29 de Maio - Dia do Desafio incentiva a prática esportiva
29 de Maio - Dia do Desafio incentiva a prática esportiva
Projeto na Califórnia estimula doação de móveis usados para famílias em situação de risco
Projeto na Califórnia estimula doação de móveis usados para famílias em situação de risco
Os eternos namorados do mundo animal
Os eternos namorados do mundo animal
Ford inicia a produção do Focus Eletric na Europa
Ford inicia a produção do Focus Eletric na Europa
Alunos com deficiência visual descobrem animais pelo tato
Alunos com deficiência visual descobrem animais pelo tato
Agência "Enóis" reúne trabalho jornalístico produzido por jovens da periferia
Agência "Enóis" reúne trabalho jornalístico produzido por jovens da periferia
Rio de janeiro começa a despoluir praia de Ipanema
Rio de janeiro começa a despoluir praia de Ipanema
Ambulatório de Nutrição oferece atendimento gratuito em SP
Ambulatório de Nutrição oferece atendimento gratuito em SP
Área na Amazônia boliviana entra na lista de prioridades internacionais
Área na Amazônia boliviana entra na lista de prioridades internacionais
Hidrelétricas podem afetar sistema hidrológico do Pantanal
Hidrelétricas podem afetar sistema hidrológico do Pantanal