Aguarde...

Curitiba agitada na Hora do Planeta




Por Gadelha Neto

A manifestação global Hora do Planeta, promovida pela Rede WWF contra o aquecimento global, encontrou forte eco em Curitiba, capital paranaense. Liderado pelo HSBC e pela Fundação O Boticário, o movimento conseguiu a adesão da prefeitura de empresas, restaurantes e espetáculos de teatro que participam da Mostra Oficial do Festival de Curitiba.

O HSBC, um dos patrocinadores da Hora do Planeta no Brasil, não somente apagou vários de seus escritórios como promoveu um animado evento em sua sede, recebendo entre os convidados, o vice-presidente do WWF-Brasil, Haakon Lorentzen, e o Coral das Crianças do HSBC, meninos e meninos que vivem em lares adotivos, apoiados pelo Instituto HSBC de Solidariedade.

O HSBC e seu programa global ambiental HSBC Climate Partnership, conduzido em parceria com o WWF-Brasil e outras ONGs, promoveu uma intensa mobilização, que incluiu o envio de meio milhão de e-mails a clientes, publicidade na mídia, campanha interna, adesivagem de sua sede no Palácio Avenida – um ícone da cidade de Curitiba. Todos os canais de comunicação do HSBC foram utilizados: HSBC TV, e-mail marketing, intranet, internet, screen savers.

América Latina


Um dos patrocinadores oficiais da Hora do Planeta no Brasil, o HSBC – que tem sede nacional em Curitiba – recebeu a incumbência da sede mundial de liderar o movimento nas agências em toda a América Latina. Nada menos que 28% de todos os prédios do banco na região foram apagados, com destaque para o Chile, que ainda se recupera da catástrofe do terremoto ocorrido no país.

Em todo o Brasil, 12% dos próprios do banco foram apagados, totalizando 80 mil m2 de área construída em Curitiba, São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, num total de 12 centros administrativos. Além disto, 682 agências do HSBC divulgaram o evento.

Agitando a noite

Com enorme influência em Curitiba, a Fundação O Boticário de Proteção à Natureza usou toda a sua capacidade de mobilização para agitar a noite da Hora do Planeta na capital paranaense.

A fundação articulou não somente a participação da Prefeitura Municipal, que promoveu o apagão em 12 ícones da cidade, como também envolveu a iniciativa privada – restaurantes, empresas – e do meio artístico: sete espetáculos participantes do Festival de Curitiba (teatro) promoveram o apagão simbólico por um minuto, em apoio à campanha. Ao todo, mais de 20 parceiros mobilizaram-se na cidade.

O curitibano assistiu o apagar das luzes em 12 ícones da cidade, além do Palácio Avenida, do HSBC: Estufa do Jardim Botânico, Teatro do Paiol, Fachada do Paço da Liberdade, Fonte dos Anjos, Torre da Biodiversidade, Torre Panorâmica, Monumento de Bambu na Linha Verde, Fonte da Praça Santos Andrade, Fonte da Praça Generoso Marques, Portal de Santa Felicidade, Pista de Atletismo da Praça Osvaldo Cruz e Cancha Polivalente da Praça Ouvidor Pardinho.



Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil encontra Al Gore
Presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil encontra Al Gore
Rede do Cerrado se posiciona em defesa do Código Florestal
Rede do Cerrado se posiciona em defesa do Código Florestal
Duas mil pessoas pedem veto às mudanças do Código Florestal
Duas mil pessoas pedem veto às mudanças do Código Florestal
Curso sobre gestão de unidades de conservação começa hoje em Manaus
Curso sobre gestão de unidades de conservação começa hoje em Manaus
Agricultura familiar repudia mudanças no Código Florestal
Agricultura familiar repudia mudanças no Código Florestal
Capoeira na luta contra as mudanças climáticas
Capoeira na luta contra as mudanças climáticas
Candidatos de Campo Grande se comprometem a dar continuidade ao trabalho da Pegada Ecológica
Candidatos de Campo Grande se comprometem a dar  continuidade ao trabalho da  Pegada Ecológica
WWF Brasil e TNC coordenam documento brasileiro para o Fórum Mundial da Água
WWF Brasil e TNC coordenam documento brasileiro para o Fórum Mundial da Água
ANA e WWF-Brasil assinam acordo para conscientizar sobre conservação das águas
ANA e WWF-Brasil assinam acordo para conscientizar sobre conservação das águas
Apagão reforça necessidade de diversificar matriz elétrica
Apagão reforça necessidade de diversificar matriz elétrica
Carnívoro misterioso descoberto em Bornéu
Carnívoro misterioso descoberto em Bornéu
Projeto Castanha realiza sonhos no Acre
Projeto Castanha realiza sonhos no Acre
Com festa em escola municipal, WWF-Brasil lança livro sobre sustentabilidade no noroeste do Mato Grosso
Com festa em escola municipal, WWF-Brasil lança livro sobre sustentabilidade no noroeste do Mato Grosso
Pirenópolis se prepara para a coleta seletiva
Pirenópolis se prepara para a coleta seletiva
Seminário discute mosaicos de áreas protegidas no Amazonas
Seminário discute mosaicos de áreas protegidas no Amazonas
Desmatamento: é preciso ter metas claras para manter queda do índice
Desmatamento: é preciso ter metas claras para manter queda do índice
NÓS E O CLIMA: Intervalo entre as cheias é cada vez maior
NÓS E O CLIMA: Intervalo entre as cheias é cada vez maior
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
Cidades apagam as luzes para alertar sobre mudanças do clima
Resultado de Cancún viabiliza acordo global
Resultado de Cancún viabiliza acordo global
WWF-Brasil convoca para Hora do Planeta 2010
WWF-Brasil convoca para Hora do Planeta 2010