Aguarde...

Crematório brasileiro fabrica urnas biodegradáveis


O Crematório Vaticano, localizado em Santa Carina, se especializou na fabricação de urnas biodegradáveis. A opção torna até mesmo a morte mais sustentável. As urnas podem ser plantadas ou jogadas ao mar com as cinzas sem prejudicar o meio ambiente

A cremação, por si só, é considerada uma opção que agride menos a natureza do que os sepultamentos tradicionais.  Isso acontece porque durante a decomposição do corpo, um líquido chamado necrochorume é eliminado por restos mortais e ele contém uma alta carga tóxica com vírus e bactérias. Esses micro-organismos, em contato com o solo e o ambiente urbano, podem transmitir doenças como hepatite e tuberculose, entre outras.

“O processo [de cremação] não polui o meio ambiente, os gases são analisados a cada seis meses por uma empresa terceirizada e as cinzas, além de não ocupar espaço no solo, também não são poluentes”, explica Mylena Cooper, sócia-diretora do Crematório Vaticano.

A empresa desenvolve urnas especiais voltadas para as famílias que optam por rituais diferentes na hora da despedida. Uma delas é a urna biodegradável, feitas de compostos orgânicos como papel reciclável, areia, sementes, folhas e tintas naturais.  Essas substâncias se integram ao meio ambiente e viram parte do solo.  As urnas podem ser plantadas com sementes de árvores nativas, onde as cinzas funcionam inclusive como adubo para a planta. Além do material ecológico, as urnas são produzidas em diversos tamanhos.

Outra ideia que vem ganhando cada vez mais adeptos é a urna hidrossolúvel, ideal para quem quer lançar as cinzas ao mar. Em formato de concha, a urna flutua por alguns minutos antes de afundar e dissolver-se, com as cinzas, na água do mar.

Segundo Mylena Cooper, sócia-diretora do crematório, a alternativa é hidrossolúvel e não agride o meio ambiente. “Percebemos que o vento acabava dispersando as cinzas e as famílias se preocupavam muito em como evitar que isso acontecesse. Em contato com artistas brasileiros criamos essa urna especial, feita em material artesanal, com papel reciclado e tintas naturais, que não agridem o meio ambiente e se dissolvem na água pouco tempo após o contato com ela”, explica Mylena. “Cada concha é feita à mão a partir de papel reciclado e pintado por um artista com corantes naturais”.

Além do material ecológico da urna, a mesma vem acompanhada de um plástico especial desenvolvido nos Estados Unidos que também dissolve na água. O plástico serve para abrigar as cinzas e é colocado dentro da urna por uma pequena tampa. A urna é selada com cola artesanal e ecológica, também hidrossolúvel.


Álbum (2)

Álbum de fotos (2)

Marcadores

Comentários



Praia Grande estuda projetos de incentivo à bicicleta
Praia Grande estuda projetos de incentivo à bicicleta
Paulistano cria plataforma online para ciclistas e grupos de pedal
Paulistano cria plataforma online para ciclistas e grupos de pedal
Programa Ciclovida incentiva a bicicleta como meio de transporte em Curitiba
Programa Ciclovida incentiva a bicicleta como meio de transporte em Curitiba
Emissões globais de CO2 podem bater recorde e secretária da ONU pede ação urgente
Emissões globais de CO2 podem bater recorde e secretária da ONU pede ação urgente
Cooler ecológico é feito com 70% de papelão reciclado
Cooler ecológico é feito com 70% de papelão reciclado
Estreia da ciclofaixa em Brasília divide opiniões de ciclistas
Estreia da ciclofaixa em Brasília divide opiniões de ciclistas
Casal brasileiro dá volta ao mundo a bordo de uma Kombi sustentável
Casal brasileiro dá volta ao mundo a bordo de uma Kombi sustentável
Mexicanos distribuem água do mar filtrada para agricultores de região seca
Mexicanos distribuem água do mar filtrada para agricultores de região seca
Índios têm previsões prejudicadas por mudanças climáticas
Índios têm previsões prejudicadas por mudanças climáticas
Biblioteca itinerante distribui livros grátis para motoboys em SP
Biblioteca itinerante distribui livros grátis para motoboys em SP
Empresa alemã lança bike personalizada que brilha no escuro
Empresa alemã lança bike personalizada que brilha no escuro
Obras da Copa e da Olimpíada já causaram a remoção de 3 mil famílias no Rio
Obras da Copa e da Olimpíada já causaram a remoção de 3 mil famílias no Rio
Estudantes do Pará transformam sacos plásticos em coleção de moda
Estudantes do Pará transformam sacos plásticos em coleção de moda
Ciclistas fazem expedição na Transamazônica
Ciclistas fazem expedição na Transamazônica
Ban Ki-moon cobra compromisso global urgente por causas ambientais
Ban Ki-moon cobra compromisso global urgente por causas ambientais
Escritório sustentável é projetado para receber visitantes fora do horário comercial
Escritório sustentável é projetado para receber visitantes fora do horário comercial
Prefeitura de Sorocaba lança o projeto "Um Veículo, uma Árvore"
Prefeitura de Sorocaba lança o projeto "Um Veículo, uma Árvore"
Especialistas defendem investimentos em fontes alternativas de energia
Especialistas defendem investimentos em fontes alternativas de energia
Discos de vinil são transformados em cases para iPhone e outros acessórios
Discos de vinil são transformados em cases para iPhone e outros acessórios
IBGE lança estudo "O Brasil Indígena"
IBGE lança estudo "O Brasil Indígena"