Aguarde...

Crematório brasileiro fabrica urnas biodegradáveis


O Crematório Vaticano, localizado em Santa Carina, se especializou na fabricação de urnas biodegradáveis. A opção torna até mesmo a morte mais sustentável. As urnas podem ser plantadas ou jogadas ao mar com as cinzas sem prejudicar o meio ambiente

A cremação, por si só, é considerada uma opção que agride menos a natureza do que os sepultamentos tradicionais.  Isso acontece porque durante a decomposição do corpo, um líquido chamado necrochorume é eliminado por restos mortais e ele contém uma alta carga tóxica com vírus e bactérias. Esses micro-organismos, em contato com o solo e o ambiente urbano, podem transmitir doenças como hepatite e tuberculose, entre outras.

“O processo [de cremação] não polui o meio ambiente, os gases são analisados a cada seis meses por uma empresa terceirizada e as cinzas, além de não ocupar espaço no solo, também não são poluentes”, explica Mylena Cooper, sócia-diretora do Crematório Vaticano.

A empresa desenvolve urnas especiais voltadas para as famílias que optam por rituais diferentes na hora da despedida. Uma delas é a urna biodegradável, feitas de compostos orgânicos como papel reciclável, areia, sementes, folhas e tintas naturais.  Essas substâncias se integram ao meio ambiente e viram parte do solo.  As urnas podem ser plantadas com sementes de árvores nativas, onde as cinzas funcionam inclusive como adubo para a planta. Além do material ecológico, as urnas são produzidas em diversos tamanhos.

Outra ideia que vem ganhando cada vez mais adeptos é a urna hidrossolúvel, ideal para quem quer lançar as cinzas ao mar. Em formato de concha, a urna flutua por alguns minutos antes de afundar e dissolver-se, com as cinzas, na água do mar.

Segundo Mylena Cooper, sócia-diretora do crematório, a alternativa é hidrossolúvel e não agride o meio ambiente. “Percebemos que o vento acabava dispersando as cinzas e as famílias se preocupavam muito em como evitar que isso acontecesse. Em contato com artistas brasileiros criamos essa urna especial, feita em material artesanal, com papel reciclado e tintas naturais, que não agridem o meio ambiente e se dissolvem na água pouco tempo após o contato com ela”, explica Mylena. “Cada concha é feita à mão a partir de papel reciclado e pintado por um artista com corantes naturais”.

Além do material ecológico da urna, a mesma vem acompanhada de um plástico especial desenvolvido nos Estados Unidos que também dissolve na água. O plástico serve para abrigar as cinzas e é colocado dentro da urna por uma pequena tampa. A urna é selada com cola artesanal e ecológica, também hidrossolúvel.


Álbum (2)

Álbum de fotos (2)

Marcadores

Comentários



Intervenção artística nos Rios Tietê e Pinheiros busca financiamento colaborativo
Intervenção artística nos Rios Tietê e Pinheiros busca financiamento colaborativo
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Norte-americanos extraem energia elétrica das plantas
Norte-americanos extraem energia elétrica das plantas
Ação em Recife distribui sacolas biodegradáveis na praia
Ação em Recife distribui sacolas biodegradáveis na praia
Americanos criam garfos que monitoram hábitos alimentares
Americanos criam garfos que monitoram hábitos alimentares
A menina que calou o mundo por 5 minutos
A menina que calou o mundo por 5 minutos
Calça para ciclistas criada na Bulgária pode substituir alforjes
Calça para ciclistas criada na Bulgária pode substituir alforjes
5 famosas que lutam por um mundo mais sustentável
5 famosas que lutam por um mundo mais sustentável
Câmara de SP realiza campanha de arrecadação de lixo eletrônico
Câmara de SP realiza campanha de arrecadação de lixo eletrônico
Empresa japonesa cria chuveiro que economiza até 35% de água
Empresa japonesa cria chuveiro que economiza até 35% de água
Shopping Plaza Sul recria ambiente oceânico com fotografias e "cheiro do mar"
Shopping Plaza Sul recria ambiente oceânico com fotografias e "cheiro do mar"
Pesquisador alerta para ameaça de extinção de um dos menores golfinhos do mundo
Pesquisador alerta para ameaça de extinção de um dos menores golfinhos do mundo
Anúncio da Nivea em revista impressa carrega celular com energia solar
Anúncio da Nivea em revista impressa carrega celular com energia solar
Mineirão é inaugurado com usina fotovoltaica
Mineirão é inaugurado com usina fotovoltaica
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
População de São Paulo abraça represa Guarapiranga em mobilização
Prefeitura do Rio quer levar coleta seletiva para 104 bairros neste ano
Prefeitura do Rio quer levar coleta seletiva para 104 bairros neste ano
Júri condena executores, mas absolve acusado de ser mandante de assassinato de casal de extrativistas no Pará
Júri condena executores, mas absolve acusado de ser mandante de assassinato de casal de extrativistas no Pará
Projeto sugere disponiblizar Wi-Fi em árvores centenárias
Projeto sugere disponiblizar Wi-Fi em árvores centenárias
Skatistas se mobilizam para revitalizar praça em Santos
Skatistas se mobilizam para revitalizar praça em Santos
Carro é a pior e mais cara maneira de se deslocar em SP, diz estudo
Carro é a pior e mais cara maneira de se deslocar em SP, diz estudo