Aguarde...

COP-15: Agora é a hora!




Líderes de todo o mundo estão a partir de hoje diante de uma oportunidade única em Copenhague (Dinamarca), para atuar em prol de um acordo internacional justo sobre o clima, no intuito de ajudar a salvar o planeta de uma ameaça devastadora, o aquecimento global. E o WWF-Brasil também marca sua presença nessa cúpula mundial.

A 15ª Conferência das Partes (COP-15) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças do Clima é considerada o encontro mais importante do mundo desde o final da Segunda Guerra Mundial. Nele, os governos tentarão chegar a um acordo sobre o que precisa ser feito em relação ao clima do planeta, que está mudando rapidamente.

A COP-15 será realizada de 7 a 18 de dezembro.  Durante um período de 12 dias, será preciso alcançar um Acordo do Clima que seja justo e com força de lei, ou seja, cujo cumprimento seja juridicamente obrigatório: um Acordo Global.   Um esforço comum que enfrente, de forma substancial, as causas por trás das mudanças climáticas e que reduza os impactos potencialmente devastadores dessas mudanças.

Integrante da Rede WWF, que instigou uma grande cruzada para reunir especialistas, informações e argumentos necessários para obter os resultados que se busca em termos de políticas globais para o clima, o WWF-Brasil acompanha ao vivo, por intermédio de sua equipe, as discussões na Dinamarca.  Durante todo esse ano, a instituição contribuiu para conscientizar as pessoas sobre os impactos e as consequências das mudanças climáticas, além de apoiar diversas iniciativas para ajudar os cidadãos a chamar a atenção dos líderes mundiais para o que está em jogo nesse encontro internacional.

"Estamos diante de uma oportunidade única para mostrar que política e ciência podem andar juntas. A despeito das dificuldades e dos imensos desafios ao multilateralismo, esperamos que as negociações possam indicar o caminho para uma economia global de baixo carbono, mais harmoniosa com o meio ambiente e justa às necessidades das populações", enfatiza Denise Hamú, Secretária Geral do WWF-Brasil.

Expectativas e Compromissos


Mais de cem chefes de Estado já confirmaram sua presença na COP15. Brasil, China e Índia trouxeram para a mesa de negociação um elemento novo e importante ao anunciarem metas para limitar suas emissões de gases de efeito estufa. Isto deu um impulso importante e os colocou os países em condição de cobrar das nações mais ricas sua responsabilidade,

“A presença de tantos líderes mundiais cria em Copenhague o ambiente necessário para decisões firmes. Todos os países precisam estar engajados na definição de um acordo ambicioso e juridicamente vinculante, ou seja, que permita a cobrança legal pelos compromissos assumidos”, afirma desde Copenhague Carlos Alberto de Mattos Scaramuzza, superintendente de Conservação do WWF-Brasil. “Mas ainda há países que não querem tomar estas decisões agora. Esperamos, então, que o presidente Lula exija dos países ricos que assumam compromissos firmes de corte em suas emissões e de apoio financeiro e tecnológico aos países em desenvolvimento. E que as nações desenvolvidas efetivamente contribuam para chegarmos a um acordo. É uma excelente oportunidade para o Presidente mostrar a liderança internacional que a sociedade brasileira vem cobrando há tempos”,  conclui o superintendente.

O Brasil levará a Copenhague uma das maiores delegações da Conferência, incluindo os negociadores do Itamaraty, Ministério de Ciência e Tecnologia, Ministério do Meio Ambiente, além de observadores de vários outros ministérios, de governos estaduais, municipais, empresas, organizações não governamentais e movimentos sociais.

“Os brasileiros tem muito interesse pelo tema das mudanças climáticas. A maioria de nosso povo se preocupa com o assunto, sabe que somos vulneráveis e espera ações firmes do governo brasileiro”, reforça Scaramuzza. “É fundamental que os governantes sensibilizem-se definitivamente com o tema das mudanças climáticas e incorporem a sustentabilidade ambiental e as ações para redução de emissões de gases de efeito estufa em cada plano e ação de governo”, acrescenta. “Zerar o desmatamento, investir em energias renováveis e reduzir nossas emissões em todos os setores não é apenas importante para o clima do Planeta. Trata-se de uma obrigação com futuro de nosso país e com as gerações futuras”, conclui o superintendente de Conservação.

Veja o que a Rede WWF e o WWF-Brasil defendem:
  • Reduzir as emissões mundiais de carbono em 80% até 2050
  • Facilitar a transição para uma economia de baixo carbono
  • Fazer com que as economias emergentes e outros países em desenvolvimento tenham acesso a tecnologias limpas
  • Apoiar a adaptação às mudanças climáticas nos países em desenvolvimento
  • Apoiar a meta de desmatamento zero da Rede WWF


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil promove Seminário de Atualização sobre Biodiversidade
WWF-Brasil e IPÊ lançam livro sobre capacitação em gestão de Unidades de Conservação
WWF-Brasil e IPÊ lançam livro sobre capacitação em gestão de Unidades de Conservação
Começam debates para a próxima rodada de negociações sobre os cortes nas emissões de carbono
Começam debates para a próxima rodada de negociações sobre os cortes nas emissões de carbono
Clima: G 20 deve mostrar clareza
Clima: G 20 deve mostrar clareza
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
Na Argentina, aumenta o número de municípios que dizem sim à Hora do Planeta
Na Argentina, aumenta o número de municípios que dizem sim à Hora do Planeta
Começam debates sobre Código Florestal no Senado
Começam debates sobre Código Florestal no Senado
Megaoperação de fiscalização de madeira ilegal em SP aplica R$ 2,2 mi em multas
Megaoperação de fiscalização de madeira ilegal em SP aplica R$ 2,2 mi em multas
Entidades ambientalistas e movimentos camponeses protestam contra a votação do Código
Entidades ambientalistas e movimentos camponeses protestam contra a votação do Código
Blog apresenta Programa Água Brasil
Blog apresenta Programa Água Brasil
Longo percurso rumo às metas de conservação
Longo percurso rumo às metas de conservação
WWF-Brasil realiza oficina no Encontro Nacional de Comitês de Bacias
WWF-Brasil realiza oficina no Encontro Nacional de Comitês de Bacias
Início do retorno e nova parada no Molocopote
Início do retorno e nova parada no Molocopote
Holanda quer importar 100% de soja responsável em quatro anos
Holanda quer importar 100% de soja responsável em quatro anos
Governo de SP e prefeitura da capital paulista aderem ao Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia
Governo de SP e prefeitura da capital paulista aderem ao Pacto pela Valorização da Floresta e pelo Fim do Desmatamento na Amazônia
Projetos sustentáveis serão premiados
Projetos sustentáveis serão premiados
Água Brasil promove ações de sustentabilidade na terra de Chico Mendes
Água Brasil promove ações de sustentabilidade na terra de Chico Mendes
Firmada parceira entre Korin e ABPO para produção de carne bovina sustentável
Firmada parceira entre Korin e ABPO para produção de carne bovina sustentável
Brasil bate recorde de adesões na Hora do Planeta
Brasil bate recorde de adesões  na Hora do Planeta
Sustentável 2009: ruptura ou transição?
Sustentável 2009: ruptura ou transição?