Aguarde...

Consumidor doméstico que gerar energia poderá ter abatimento em conta de luz


O consumidor que gerar energia e fornecer seu excedente às concessionárias poderá ter o valor da conta de luz reduzido, a partir desta semana. A possibilidade está prevista em resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) segundo a qual residências ou empresas microgeradoras - com capacidade de até 100 quilowatts (kW) - ou minigeradoras - até 1 megawatt (MW) - terão direito a compensação na conta proporcional ao valor da energia repassada.

Para falar desse assunto, o programa Revista Brasil, da Rádio Nacional entrevistou na última segunda (17) o coordenador da campanha Clima e Energia, do Greenpeace Brasil, Ricardo Baitelo. Segundo ele, a Resolução 482/2012 é “um grande estímulo” e o “primeiro passo” para o avanço da energia solar no Brasil.

“Em todos os países onde a energia solar deslanchou, como Alemanha, Espanha e Japão, tudo começou com algum tipo de incentivo. No Brasil, há uma adaptação disso [que já foi feito por lá]. Todo mundo poderá gerar energia limpa em casa e economizar na conta de luz”, disse Baitelo. Ele explica que a concessionária terá, no máximo, de 80 a 100 dias – após manifestação de interesse, pelo consumidor, em gerar energia – para viabilizar o negócio.

“O Brasil tem um enorme potencial para ter esse tipo e geração. Temos uma série de vantagens que os outros países não têm. Alemanha e Espanha tiveram de colocar tarifas promocionais para estimular as pessoas a instalarem equipamentos. Aqui no Brasil, a gente tem sol o ano inteiro. Se observarmos a variação de radiação solar entre inverno e verão, ela é mais viável e, mesmo custando mais caro, vale a pena”, disse o coordenador do Greenpeace.

“Durante o dia, as pessoas saem de casa e, com o sol brilhando, estariam gerando energia [ainda que sem utilizá-la]. À noite, quando o sol se põe, não havendo baterias [para armazenamento da energia] neste sistema [com painéis solares], se poderia puxar de volta a energia que foi disponibilizada à concessionária. Seria uma troca de favores constante [entre consumidor e concessionárias]”, acrescentou.

As concessionárias pediram, em meio às negociações com a Aneel, um pequeno requisito técnico para integrar os minigeradores ao sistema. “Você declara interesse, ela [a concessionária] se certifica de que o sistema atende aos critérios de segurança, até para evitar possibilidades de acidentes quando um técnico dela fizer visitas de manutenção. As concessionárias vão ajudar, inclusive, a adquirir equipamentos paralelos também, como medidor de energia adicional, para detectar fluxo de energia da casa até a concessionária”.

Baitelo informou que o custo desse tipo de equipamento está caindo vertiginosamente, mas admite que permanece caro para os padrões brasileiros. “No Brasil ainda é um pouco caro, com os custos variando, inclusive, em função da região ou estado e dos valores das tarifas”, ponderou. Mais informações sobre o assunto poderão ser obtidas no site da Aneel.

Pedro Peduzzi, da Agência Brasil


Álbum (1)

Álbum de fotos (1)

Marcadores

Comentários



Centro de Controle de Zoonoses de Brasília deve sacrificar 30 animais saudáveis
Centro de Controle de Zoonoses de Brasília deve sacrificar 30 animais saudáveis
Designer holandês projeta casas na árvore em ambiente urbano
Designer holandês projeta casas na árvore em ambiente urbano
Mauritânia recebe o maior parque solar da África
Mauritânia recebe o maior parque solar da África
Estudante de 16 anos usa a luz para criar tratamento contra câncer
Estudante de 16 anos usa a luz para criar tratamento contra câncer
Projeto conta com mais de 11 mil sons emitidos por animais
Projeto conta com mais de 11 mil sons emitidos por animais
Alemães projetam bicicleta transparente
Alemães projetam bicicleta transparente
Mexicanos desenvolvem sistema de geração solar a baixo custo
Mexicanos desenvolvem sistema de geração solar a baixo custo
Abrinq lança cartilha para alertar sobre trabalho infantil durante Copa e Olimpíadas
Abrinq lança cartilha para alertar sobre trabalho infantil durante Copa e Olimpíadas
Isolante térmico feito com matéria-prima reciclada reduz em até 30% gasto de energia elétrica
Isolante térmico feito com matéria-prima reciclada reduz em até 30% gasto de energia elétrica
Ativistas utilizam redes sociais para combater abandonos e maus tratos a animais
Ativistas utilizam redes sociais para combater abandonos e maus tratos a animais
Falta de saneamento básico, mata ciliar e hábitos de brasileiros ameaçam rios
Falta de saneamento básico, mata ciliar e hábitos de brasileiros ameaçam rios
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Campanha realizada por jovens vai eleger escola mais sustentável do Brasil
Mobilização de mulheres na internet prevê o plantio de cinco mil árvores
Mobilização de mulheres na internet prevê o plantio de cinco mil árvores
Orquestra de crianças paraguaias utiliza instrumentos de lixo
Orquestra de crianças paraguaias utiliza instrumentos de lixo
Professores do RJ realizam expedição em carro movido a óleo de cozinha
Professores do RJ realizam expedição em carro movido a óleo de cozinha
Pedestres viram "reis" e "rainhas" em ação de conscientização no trânsito
Pedestres viram "reis" e "rainhas" em ação de conscientização no trânsito
Nova York terá mais 22 km de ciclovias com corredor verde
Nova York terá mais 22 km de ciclovias com corredor verde
Detentos de SP e RJ trabalham em projetos de reflorestamento em troca de redução penal
Detentos de SP e RJ trabalham em projetos de reflorestamento em troca de redução penal
Emplacamento de bikes pode se tornar obrigatório em SP
Emplacamento de bikes pode se tornar obrigatório em SP
A menina que calou o mundo por 5 minutos
A menina que calou o mundo por 5 minutos