Aguarde...

Comissão de meio ambiente da Câmara aprova projeto de lei que cria estímulo fiscal para projetos ambientais




A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade, na última quarta-feira, 12 de julho, o substitutivo ao projeto de lei 5974/05 – o PLS 5162/05 -- que dispõe sobre estímulos fiscais para projetos ambientais. De autoria do Senado Federal, o projeto substitutivo foi redigido com o apoio do GT IR Ecológico, composto por representantes de ONGs ambientais e empresas. Entre outras atribuições, o projeto prevê que pessoas físicas e jurídicas poderão deduzir do imposto de renda devido, respectivamente, até 80% (oitenta por cento) e até 40% (quarenta por cento) dos valores efetivamente doados a entidades sem fins lucrativos, para aplicação em projetos de conservação do meio ambiente e promoção do uso sustentável dos recursos naturais.

“A aprovação na Comissão foi o primeiro passo para uma ação inovadora nas leis de incentivo fiscal no Brasil”, comemora a Assessora Jurídica do WWF-Brasil e Coordenadora do GT IR Ecológico, Geórgia Pessoa. O Grupo de Trabalho (GT) IR Ecológico foi criado em 2005 para estudar mecanismos econômicos capazes de estimular o setor ambiental. É composto atualmente pelas seguintes organizações não-governamentais, empresas e especialistas: WWF-Brasil, The Nature Conservancy (TNC), Conservação Internacional (CI), Fundação SOS Mata Atlântica, Instituto Socioambiental (ISA), Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ), Fundação O Boticário, Fundação Biodiversitas, Instituto Bioatlântica, Pinheiro Neto Advogados, PATRI, Grupo de Institutos, Fundações e Empresas (GIFE) e Dr. Everardo Maciel (ex-Secretário da Receita Federal).

Agora o projeto segue os trâmites normais da Casa, e antes de chegar à Plenária, deve passar pela Comissão de Finanças Tributação e pela de Constituição, Justiça e Cidadania. Se aprovado em todas as instâncias, o projeto deve voltar ao Senado Federal, onde já foi previamente aprovado.

Para chegar na proposta mais adequada, o GT IR Ecológico analisou diversos projetos em tramitação no Congresso. Entre 6 e 7 de junho, o grupo, em parceria com a CMADS, promoveu o seminário “Ação pelo IR Ecológico – A Natureza Merece esse Estímulo”, determinante para a redação final do projeto substitutivo. “Realizamos uma série de reuniões técnicas e discussões com ampla participação de especialistas do setor público e privado, a fim de construir um texto para a futura lei que fosse, ao mesmo tempo, coerente com o nosso ordenamento jurídico, especialmente com a intrincada legislação tributária, e suficientemente claro e consistente para assegurar que a sistemática de incentivos a ser criada não venha a esbarrar em problemas técnicos ou políticos”, afirma o deputado federal, Carlos Wilson, relator do projeto substitutivo.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



WWF-Brasil orienta funcionários da rede de hotéis Meliá
WWF-Brasil orienta funcionários da rede de hotéis Meliá
Senado: casa do povo ou caixa-preta?
Senado: casa do povo ou caixa-preta?
Código Florestal faz aniversário: 46 anos e muitas ameaças
Código Florestal faz aniversário: 46 anos e muitas ameaças
O status quo não é uma opção, diz WWF
O status quo não é uma opção, diz WWF
WWF alerta sobre a necessária seriedade para que a Rio+20 seja bem sucedida nesta terça (19)
WWF alerta sobre a necessária seriedade para que a Rio+20 seja bem sucedida nesta terça (19)
Body Shop anuncia uso de óleo sustentável para reduzir ameaças ao meio ambiente
Body Shop anuncia uso de óleo sustentável para reduzir ameaças ao meio ambiente
Código Florestal: comitês de bacia ignorados, sociedade fora do debate
Código Florestal: comitês de bacia ignorados, sociedade fora do debate
Começam as reuniões do IPCC em Bruxelas
Começam as reuniões do IPCC em Bruxelas
Gestão de áreas protegidas em debate
Gestão de áreas protegidas em debate
Fundo de investimento de renda fixa ajudará criação, implementação e gestão de unidades de conservação na Amazônia
Fundo de investimento de renda fixa ajudará criação, implementação e gestão de unidades de conservação na Amazônia
Floresta faz a Diferença resume as piores emendas ao Código Florestal
Floresta faz a Diferença resume as piores emendas ao Código Florestal
Para cientistas, discussão sobre Código precisa ser aprofundada
Para cientistas, discussão sobre Código precisa ser aprofundada
Brasil, Argentina, Bolívia e Paraguai definem programa para gestão da bacia do Paraguai
Brasil, Argentina, Bolívia e Paraguai definem programa para gestão da bacia do Paraguai
Maior peixe de água doce do mundo é pescado na Tailândia
Maior peixe de água doce do mundo é pescado na Tailândia
Governo anuncia medidas contra o desmatamento e cria Força Nacional de Segurança Ambiental
Governo anuncia medidas contra o desmatamento e cria Força Nacional de Segurança Ambiental
Seminário discute ações em defesa das cabeceiras do Pantanal
Seminário discute ações em defesa das cabeceiras do Pantanal
WWF-Brasil participa da III Feira Brasil Certificado e mostra novidades
WWF-Brasil participa da III Feira Brasil Certificado e mostra novidades
IPCC: Não há mais tempo a perder, é preciso combater as mudanças climáticas agora
IPCC: Não há mais tempo a perder, é preciso combater as mudanças climáticas agora
Seminário internacional discute relação do homem com a água
Seminário internacional discute relação do homem com a água
WWF-Brasil lança Agenda 21 elaborada em projeto de educação ambiental na Mata Atlântica
WWF-Brasil lança Agenda 21 elaborada em projeto de educação ambiental na Mata Atlântica