Aguarde...

Carta de entidades da sociedade civil ao Senado Federal




Brasília, 14 de dezembro de 2005

Senhores senadores, senhoras senadoras:

A sociedade civil organizada vem dando, pela maioria de suas organizações representativas, claro apoio ao Projeto de Lei de Gestão de Florestas Públicas encaminhado pelo governo ao Congresso em fevereiro de 2005 e aprovado pela Câmara em junho.

O projeto encaminhado pelo Executivo é, também e fundamentalmente, resultado do trabalho do setor empresarial, organizações indígenas e do movimento social, entidades ambientalistas e pesquisadores.
Num fato inédito em se tratando de tema que em geral mais nos desune que une, esses setores se aliaram na elaboração e defesa do projeto por considerar que ele estabelece um marco legal há muito necessário para que o governo federal, Estados e municípios recuperem a capacidade de gerir o patrimônio florestal público.

Esse entendimento também se reflete no apoio dado ao projeto pelos diferentes partidos que compõem o Congresso Nacional. A Câmara já o aprovou, bem como três comissões do Senado.

A indústria de base florestal que quer respeitar a legislação precisa do projeto para poder competir em pé de igualdade com aqueles que operam na ilegalidade ou na informalidade; comunidades locais, povos indígenas, entidades dos setores social e ambiental precisam que o Estado reassuma o controle sobre o que é de patrimônio público e, com o Congresso, dê clara definição das áreas de uso e não uso, bem como dos critérios e padrões de exploração dos recursos florestais e do processo de gestão desses recursos.
No caso particular da Amazônia, atacada pela grilagem, pela disputa muitas vezes violenta dos recursos florestais, pela exploração predatória e ilegal, e pelo avanço do desmatamento sobre áreas públicas, o projeto de Lei se reveste de clara emergência.

São frágeis as bases das recentes vitórias em defesa da Amazônia, tais como a redução nas taxas de desmatamento verificadas nos últimos meses. Essas conquistas, que são de toda a sociedade, estão, no entanto, ameaçadas pela lenta evolução do processo de análise e votação do PL pelo Senado.
Indignados, constatamos que o projeto parece ter se tornando, na atual crise, em moeda de troca nos embates políticos entre governistas e oposicionistas. É absolutamente inaceitável que o futuro e o destino das florestas brasileiras e principalmente da Amazônia passe a depender de uma ponte em Sergipe, de recursos para os Jogos Pan-Americanos no Rio de Janeiro, ou da CPI dos Bingos.

Nós, abaixo assinados, confiamos que o espírito público e o senso do dever maior para com os destinos do país e de seu patrimônio nortearão as decisões do Senado Federal, refletindo-se na imediata apreciação do projeto de Lei de Gestão de Florestas Públicas por esta Casa.

Atenciosamente,

Amigos da Terra – Programa Amazônia
Associação Brasileira de Celulose e Papel – Bracelpa
Associação das Indústrias Exportadoras de Madeira do Estado do Pará - Aimex
Associação Brasileira da Indústria de Madeira Processada – Abimci
Associação dos Produtores de Madeira Certificada da Amazônia - PFC
Conselho Brasileiro de Manejo Florestal - FSC Brasil
Conselho Nacional dos Seringueiros – CNS
Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira - Coiab
Greenpeace
Grupo de Trabalho Amazônico – GTA
Grupo de Trabalho de Florestas do Fórum Brasileiro de Organizações Não
Governamentais e Movimentos Sócias Para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento -
GT Florestas
Instituto Centro de Vida - ICV
Instituto Socioambiental – ISA
Rede Mata Atlântica
União das Entidades Florestais do Estado do Pará – Uniflor
Sociedade Brasileira de Silvicultura - SBS
SOS Mata Atlântica
WWF Brasil


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (0)

Álbum de fotos (0)

Marcadores

Comentários



Festival de Nova York consagra filme Money do WWF-Brasil
Festival de Nova York consagra filme Money do WWF-Brasil
A cada dia, mais adesões à campanha pela área protegida em Bertioga
A cada dia, mais adesões à campanha pela área protegida em Bertioga
Presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil encontra Al Gore
Presidente do Conselho Diretor do WWF-Brasil encontra Al Gore
Guia traz dicas de consumo responsável
Guia traz dicas de consumo responsável
XIII Encob reúne 1.800 pessoas no Encontro Maranhense para Governança das Águas
XIII Encob reúne 1.800 pessoas no Encontro Maranhense para Governança das Águas
O que o Brasil vai levar à conferência sobre biodiversidade?
O que o Brasil vai levar à conferência sobre biodiversidade?
Jantar oficializa lançamento da segunda fase do Arpa
Jantar oficializa lançamento da segunda fase do Arpa
TicTacTicTac: festa para entrar no clima
TicTacTicTac: festa para entrar no clima
Live Earth: 24hrs de shows pelo planeta
Live Earth: 24hrs de shows pelo planeta
Tensão em alta na fronteira com a Guiana Francesa
Tensão em alta na fronteira com a Guiana Francesa
Verão sem praia?
Verão sem praia?
Aldo Rebelo tenta impor votação de substitutivo sem mudanças substanciais
Aldo Rebelo tenta impor votação de substitutivo sem mudanças substanciais
Investindo em mídia: encontro em Mato Grosso do Sul reúne jornalistas e pesquisadores para discutir meio ambiente
Investindo em mídia: encontro em Mato Grosso do Sul reúne jornalistas e pesquisadores para discutir meio ambiente
Votação no Senado é desastre iminente para o Brasil
Votação no Senado é desastre iminente para o Brasil
Comitê da Bacia do Rio Miranda (MS) recebe recursos do Governo Federal para revitalização
Comitê da Bacia do Rio Miranda (MS) recebe recursos do Governo Federal para revitalização
Esforços para controle do desmatamento precisam alcançar o Cerrado
Esforços para controle do desmatamento precisam alcançar o Cerrado
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
Acre: Manejo de pesca conserva ecossistemas e aumenta renda de pescadores
Tido como extinto, golfinho do Rio Yangtze reaparece
Tido como extinto, golfinho do Rio Yangtze reaparece
Audiência no Senado, com juristas, é comentada ao vivo pelo #florestafazadiferenca
Audiência no Senado, com juristas, é comentada ao vivo pelo #florestafazadiferenca
Sistema identifica áreas mais apropriadas para conservação
Sistema identifica áreas mais apropriadas para conservação