Aguarde...

Cantora pop britânica visita Acre em apoio à conservação das florestas




Por Bruno Taitson

Uma das mais famosas cantoras britânicas da atualidade esteve no Acre entre os dias 25 e 29 de abril. A visita de Lily Allen teve dois principais objetivos: conhecer a floresta, com suas belezas naturais, comunidades e áreas desmatadas e promover o Protegendo as Florestas, projeto de conservação coordenado por governo do Acre e WWF-Brasil, com apoio da emissora inglesa de TV SKY News.

A cantora gravou algumas chamadas a serem exibidas por canais de TV europeus, pedindo ao público local doações para o projeto, que busca proteger, nos próximos três anos, uma área de 3 milhões de hectares entre os municípios acreanos de Manoel Urbano e Feijó. “Foi maravilhoso ter ido ao Acre e muito interessante conhecer a floresta”, afirmou a artista.

A agenda da celebridade foi acompanhada por quatro jornalistas de diferentes veículos de comunicação da imprensa britânica, além da equipe do WWF e de representantes do Governo do Acre.  Lily Allen fez um sobrevoo para ver, de perto, a grandiosidade da floresta amazônica e, também, como fazendas e rodovias, quando não planejadas de maneira adequada, podem causar graves danos à biodiversidade na Amazônia. “O desmatamento é um problema enorme. Quero ajudar a combatê-lo”, destacou.

Ela lembrou que uma importante parte do trabalho desenvolvido pelo governo do Acre e pelo WWF-Brasil na região é voltada para as pessoas que vivem na floresta. “Trata-se de apoiar as comunidades locais na direção de ganhar dinheiro na floresta sem cortar as árvores”, avaliou Lily Allen.

De acordo com o superintendente de conservação do WWF-Brasil, Cláudio Maretti, que esteve presente na viagem, é de grande importância trazer formadores de opinião, brasileiros ou não, para conhecerem a realidade amazônica. “O mundo precisa saber que estamos diante de um enorme desafio pela frente, que é o de conservar a floresta garantindo o bem-estar das populações que ali vivem. Esse tipo de atividade mostra que os problemas existem e são sérios, mas que há soluções possíveis já sendo aplicadas com sucesso”, avaliou.

Além do sobrevoo, Lily Allen conheceu o trabalho do Batalhão Ambiental da Polícia Militar do Acre. A cantora visitou também a fábrica de preservativos Natex, que utiliza o látex produzido por trabalhadores que vivem nas florestas acreanas. A unidade produz 100 milhões de camisinhas anualmente, empregando mão-de-obra local, incrementando a renda de 700 famílias e ajudando a conservar a floresta.

Ela também conheceu o Seringal Cachoeira, um dos locais em que o seringueiro Chico Mendes, assassinado em 1988, atuava em sua luta pela preservação e pelos direitos dos povos da floresta. Lily Allen também conversou com dezenas de moradores em diferentes comunidades e caminhou durante os intervalos da agenda pelas ruas de Rio Branco.


Fonte: WWF - Brasil


Álbum (3)

Álbum de fotos (3)

Marcadores

Comentários



Pressão de ambientalistas faz ministro criar grupo para discutir aplicação do Código Florestal
Pressão de ambientalistas faz ministro criar grupo para discutir aplicação do Código Florestal
Uberlândia se mobiliza e vai participar, pela terceira vez, da Hora do Planeta
Uberlândia se mobiliza e vai participar, pela terceira vez, da Hora do Planeta
Aliança Florestal
Aliança Florestal
Estudantes do DF se mobilizam antes da votação do Código Florestal
Estudantes do DF se mobilizam antes da votação do Código Florestal
Música clássica em prol da Amazônia
Música clássica em prol da Amazônia
Coragem para atravessar um pedaço de floresta amazônica
Coragem para atravessar um pedaço de floresta amazônica
Código Florestal: ONGs enviam carta aberta aos parlamentares
Código Florestal: ONGs enviam carta aberta aos parlamentares
WWF-Brasil, prefeitura e o governo de São Paulo firmam parceria para calcular a Pegada Ecológica
WWF-Brasil,  prefeitura e o governo de São Paulo firmam parceria para calcular a  Pegada Ecológica
WWF-Brasil encerra campanha do Ano Internacional da Biodiversidade
WWF-Brasil encerra campanha do Ano Internacional da Biodiversidade
Apagão reforça necessidade de diversificar matriz elétrica
Apagão reforça necessidade de diversificar matriz elétrica
Placar do clima aponta G8 entre os vilões das mudanças climáticas
Placar do clima aponta G8 entre os vilões das mudanças climáticas
Curso Introdutório para Gestores de Unidades de Conservação na Amazônia começa hoje no Acre
Curso Introdutório para Gestores de Unidades de Conservação na Amazônia começa hoje no Acre
ONGs ambientalistas se manifestam sobre pavimentação de estradas na Amazônia
ONGs ambientalistas se manifestam sobre pavimentação de estradas na Amazônia
Filas e reuniões no primeiro dia da conferência sobre clima
Filas e reuniões no primeiro dia da conferência sobre clima
Aviso de sobrecarga da Terra: Em 21 de agosto, excedemos o orçamento da natureza
Aviso de sobrecarga da Terra: Em 21 de agosto, excedemos o orçamento da natureza
Concessão florestal é alternativa sustentável para atividade madeireira
Concessão florestal é alternativa sustentável para atividade madeireira
Frente Parlamentar Ambientalista anuncia adesão à Hora do Planeta
Frente Parlamentar Ambientalista anuncia adesão à Hora do Planeta
Investir em conservação ambiental é um bom negócio
Investir em conservação ambiental é um bom negócio
Professores participam de oficinas sobre biodiversidade
Professores participam de oficinas sobre biodiversidade
Inscrições para a Oficina do WWF-Brasil na Encob já chegam de todo o país
Inscrições para a Oficina do WWF-Brasil na Encob já chegam de todo o país